quinta-feira, 8 de abril de 2010

Pórtico.

http://quandooamoracontece.blogs.sapo.pt/arquivo/amor%20perfeito%20roxo%201-thumb.jpg

PÓRTICO

Ó minha esposa, minha mãe, meu filho,
- Santíssima trindade do meu peito -
Se este jardim de sonhos imperfeito
Floresce a pobre lira que eu dedilho;

É que deixastes nele o estranho brilho
Do vosso olhar, que me fecunda o jeito
De tratar, como a um casto amor-perfeito,
Vosso perfeito amor, que a nada humilho.

O verso... vosso bem é que mo trouxe;
Não me dissera a Musa uma verdade,
Se de vós três a síntese não fosse.

Quem quer que leia, pois, meus versos, há de,
Certo, aceitá-los... se aceitar o doce
Mistério da Santíssima Trindade.

Luís Carlos


Luís Carlos da Fonseca nasceu no Rio de Janeiro, em 10 de abril de 1880. Engenheiro, trabalhou na E. F. Central do Brasil, servindo em Minas, São Paulo e Rio de Janeiro. Seus primeiros versos foram publicados em Juiz de Fora; em São Paulo, onde residiu, por vários anos, Luís Carlos continuou a estampá-los em jornais e revistas, e ao mudar-se para o Rio, foram lidos por Augusto de Lima em junho de 1917 na Academia Brasileira de Letras. Não muito tempo depois, ingressou no sodalício. Faleceu no Rio de Janeiro, em 10 de abril de 1932.

Os cantos de Luís Carlos – que encheram completamente 250 páginas de seu livro de estréia – foram classificados por Alberto de Oliveira como “analises do sentimento das coisas, divagações filosóficas, intimidades, afeições domésticas” Se fácil é neles descortinarmos a sonoridade a que se reportava o vate fluminense, difícil é darmos com o “alentado sopro de inspiração” que o mesmo Alberto neles divisava.

Fontes: “Poesias Parnasianas – Antologia” – Edições Melhoramentos – 1967 e Wikipédia.

11 comentários:

Chica disse...

Lindo, Rosemildo! abração,tudo de bom e um dia bem legal!chica

Everson Russo disse...

bELISSIMO POEMA AMIGO,,FORTE E FRATERNO ABRAÇO PRA DESEJAR UM BELO DIA PRA TI.

REGGINA MOON disse...

Furtado,

Gostei muito!!Vou pesquisar poemas desse autor, ele tem uma forma diferente de expressão...

Parabéns sempre meu amigo!!

Um grande beijo e ótimo dia!

Reggina Moon

Sonhadora disse...

Meu amigo
Fico sempre deleitada com a bela poesia que sempre encontro no seu cantinho.
Lindissimo.

Beijinhos
Sonhadora

reltih disse...

excelente contenido. gracias por compartir.
un abrazo

AFRICA EM POESIA disse...

è isso mesmo ...
O céu é uma tela que nos fascina e nos faz sonhar...




CÉU


Como é belo e límpido o céu azul...
Céu, cheio de nuvens lindas e desenhadas.
Onde os pássaros voam em bando...
E onde eu gostava de morar...

Morar lá longe, morar lá no alto...
Sem ninguém... e ficar sózinha...
Onde me movesse... voando...
E não sentisse... que tu existias...
Como seria bom... poder estar só!...

Sózinha... comigo...
E com mais ninguém...
Queria sentir... que era livre...
E que dentro de mim... no meio das nuvens...
Não existia nada... que me recordasse...
Que tu também existias!...

LILI LARANJO

MARIA L. BÓZOLI disse...

Lindíssimooooooooooooo

Agradecendo o carinho da sua visita.

"... Farei o possível para não amar demais
as pessoas, sobretudo por causa das pessoas.
Às vezes o amor que se dá pesa, quase como
responsabilidade na pessoa que o recebe.
Eu tenho essa tendência geral para exagerar,
e resolvi tentar não exigir dos outros senão
o mínimo. É uma forma de paz..."

(Clarice Lispector)


Um abraço amigo prá voce!!

ONG ALERTA disse...

Lindo o amor acima de tudo , paz.

Lívia Lacerda disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Livinha disse...

Sim, eu aceito!
Que lindooooooooo Furtado,
eis o amor divinamente profundo...
Luis Carlos, grde poeta.

Noite de paz pra ti
Bjs
Livinha

Tais Luso disse...

Minha flor preferida, apaixonante! E que belo poema...

bjs.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...