segunda-feira, 12 de abril de 2021

Vida

 

VIDA 

“A vida é como uma guerra dividida em inúmeras batalhas, onde ganhamos umas, perdemos outras, e assim vamos lutando até a batalha final, quando a perdemos.” 

R.S. Furtado

segunda-feira, 29 de março de 2021

Jesus Cristo.


JESUS CRISTO 


Tendo por leito, a miseranda cruz,

Onde o pregaram os algozes seus.

De espinhos, preso a fronte, o vil capuz,

- Vilão - por ser rei dos judeus.


Por ser bom, por ser justo, por ser Deus,

Pelo bem, pelo amor e pela luz.

Que na terra espalhou vindo dos céus,

Crucificado morre o bom Jesus.


Ao exalar o seu suspiro extremo,

Perdoa os homens ímpios criaturas,

Com o olhar que lhes lança o ser supremo.


E, para iluminar sua agonia,

Como estrelas candentes vagam puras,

As lágrimas nas faces de Maria.


R.S. Furtado


segunda-feira, 15 de março de 2021

Desilusão.

DESILUSÃO


Que mais importância tem viver, se a vida,

Já não é a mesma de antes feliz, e vivida,

Nos saudosos tempos de outrora?

Para que serve mais viver, se a saudade,

É tudo que me restou, e que me invade,

Em todo momento, e a qualquer hora?


Partiu de mansinho, sem nenhuma despedida,

Nem sequer pensou que a sua partida,

Chegasse a ferir de alguém, o coração.

Levou consigo a alegria e a felicidade,

De um ser que jamais esperou tanta maldade,

E uma prova de tamanha ingratidão.


Sem alento, desprezado e de coração partido,

Sigo caminhando sozinho e desiludido,

Neste mundo cruel e sem compaixão.

Descrente do amor e descrente de tudo,

Desisti de amar, pois assim não me iludo,

Nem tampouco degrado, meu pobre coração.

 

E, por nada mais ansiar, e nenhuma esperança,

Seguirei meus passos, só com a lembrança,

Dos dias felizes, com muito amor e paixão.

Levarei na bagagem muita dor e sofrimentos,

Saciarei minha sede com os meus tormentos,

E matarei minha fome, com a minha desilusão.


R.S. Furtado


segunda-feira, 1 de março de 2021

Oração do retorno.


ORAÇÃO DO RETORNO

Senhor meu DEUS, Senhor meu PAI!

Eis que mais uma vez a vós me entrego de corpo e espírito, e suplico em nome de todos os seres viventes deste mundo, frutos da vossa criação, a vossa valiosa bênção e o vosso valioso perdão para todos os pecados que, mesmo inconscientemente tenham cometido, e para que ilumineis as mentes de nossos cientistas, no sentido de encontrarem a cura para esta pandemia, que mata milhões dos teus filhos diariamente, sem dó e sem piedade.

Muito obrigado por tudo meu PAI! Fazei de nós instrumentos da vossa vontade.

“MEUS QUERIDOS AMIGOS E SEGUIDORES”


Eis que mais uma vez, depois de um breve período de descanso, retornamos, eu e nossos dois espaços, o Arte & Emoções e o Literatura & Companhia Ilimitada, ao prazeroso convívio de todos vocês, razão maior e fomento da nossa permanência neste mundo maravilhoso.

Agradecemos de coração pelas valiosas atenção e compreensão, na esperança de poder continuar sendo merecedores desse apoio que somente nos fortalece.

Muito obrigado e beijos no coração de todos!

“Que DEUS seja louvado!”

Rosemido Sales Furtado

segunda-feira, 21 de dezembro de 2020

A ti, meu velho Noel.


A TI, MEU VELHO NOEL


A ti, meu barbudo de vermelho, ó gordinho,

Que vives pelo mundo e nunca te cansas.

Viajando num trenó, sempre só, coitadinho,

Realizando o sonho de inúmeras crianças.


Que sejas pai ou papai, pouco importa,

O mais importante é que sejas o Noel.

E sejas solidário, não escolhas a porta,

Presenteis a todos e cumpras o teu papel.


Ser pobre ou miserável, não é um desejo,

Nem escolha que faz, a criança ao nascer.

É simplesmente a sina, que traz no ensejo,

Que pode mudar, com o tempo, ao crescer.


O filho do rico todo dia tem presente, é festa,

Tanto para o do campo, quanto o da capital.

Já para o do pobre, a esperança que lhe resta,

É esperar com paciência, a chegada do Natal.


És querido por todas, meu velhinho amado,

Pelas crianças pobres, e pelas crianças nobres.

Mas nunca, jamais, deverá ser comparado,

O amor das nobres com o imenso amor das pobres.


R.S. Furtado.

MEUS QUERIDOS AMIGOS!

O Natal chegou, e com ele as festas, as alegrias, e acenderam-se as esperanças de muitos, quanto à obtenção de dias melhores. Aproveitamos a oportunidade, para agradecer a todos, indistintamente, pelo apoio e pelo carinho dedicado aos nossos espaços, o Arte & Emoções e o Literatura & Companhia Ilimitada, não só aos nossos queridos e leais amigos seguidores, como também, àqueles que nos visitaram durante o ano de 2020, pois temos certeza de que sem esse apoio jamais teríamos chegado aonde chegamos nesses doze anos de blogosfera. Não sei se será pedir demais, mas gostaríamos de continuar contando com esse valiosíssimo apoio, por tratar-se do nosso principal fomento e a razão maior da nossa existência. A partir de hoje, faremos uma pequena pausa para descanso, repor as energias e concatenar as ideias, e somente retornaremos em 2021, ocasião em que atualizaremos as nossas visitas.

Pedimos ao nosso DEUS misericordioso que cubra com seu manto todo o universo, abençoe, proteja e proporcione a todos os viventes de um modo geral, um Feliz Natal e que o ano de 2021, seja livre de quaisquer pandemias e repleto de muita saúde, paz, amor e felicidades, e que o homem adote como prioridades, o amor, a compreensão, a harmonia e a solidariedade para com o seu semelhante, e assim, possamos ter um mundo bem mais justo e bem mais humano.

Muitíssimo obrigado de coração e até 2021.

“QUE DEUS SEJA LOUVADO”

Rosemildo Sales Furtado.