domingo, 18 de abril de 2010

Um ex-campeão.

http://2.bp.blogspot.com/_yW0VV4Abx7s/Rx-up4VFOtI/AAAAAAAAAuU/X5eZZB9VlVc/s400/VELHICE+ESQUECIDA.jpg

UM EX-CAMPEÃO

Sentado numa ponta de calçada,
Um velhote que em tempos que lá vão.
Da conquista foi forte campeão,
Contempla com espanto a pequenada.

Que ali passa, exubera e desafia,
Mas o velhote apenas se arrepia.

Que tentação tremendamente roxa,
Como era no seu tempo diferente!
Por mais audaz que fosse o insolente,
Não via perna, e muito pior vê coxa.

Com a delícia da saia joelho acima,
Ele se agita, mas já não se anima.

Recorda a sua mocidade ardente,
Que dele, a muito, está distanciada.
Busca então seu torrado lentamente,
E, por desforra, cheira uma pitada.

R.S. Furtado.

18 comentários:

M@ria disse...

Há pensamentos que são orações.
Há momentos nos quais,
seja qual for a posição do corpo,
a alma está de joelhos.
.
Victor Hugo

BOM DOMINGO......Amor & Paz!!

Chica disse...

Lindíssimo teu poema, embora tristinho!É a vida a passar!abração,tudo de bom,chica

Everson Russo disse...

Lindissimo e emocionante...abraços amgigo,,,otima semana na paz de Deus.

Pena disse...

Admirável Amigo:
Um poema que é uma lição de vida contada com caneta de ouro e sentimentos preciosos que já não existem.
Parabéns. Adorei.
Abraço amigo de parabéns sinceros.
Já registei pela imensa significação poética e existencial.
Sempre a admirá-lo

pena


Notável.
Bem-Haja, gigantesco e fantástico poeta ímpar.

Livinha disse...

É... a vida passa e isto tudo é muito natural, o problema é que muda, mudança esta pra lá de radical.
Amanhã, estarão eles, os de saia curta nas desventura, sentados n'alguma soleira, contemplando as mudanças e as lamenta-las, tanto, quanto...
Faz parte.

Lindo poema meu poeta amigo, ampliando cada vez mais a minha admiração.

Ps: Furtado, hoje tenho uma postagem muito especial e conto com a sua presença. Afinal, faz parte de nossos interesses em comum...

Linda semana!
Bjs
Livinha

Anônimo disse...

a veces es inexplicable, como personas tan talentosas, termina así. triste tama mi amigo.
un abrazo

Anônimo disse...

TENTA TE ORIENTAR PELO CALENDÁRIO DAS FLORES,
ESQUEÇE, POR UM MOMENTO, OS NÚMEROS, A SEMANA ,
O DIA DE TEU NASCIMENTO.
SE CONSEGUIRES SER LEVE, APROVEITA,
ENCHE TUAS MALAS DE SONHO E TOMA CARONA NO VENTO.

(FERNANDO CAMPANELLA)


Feliz semana e beijos meus!!

AFRICA EM POESIA disse...

Rosemildo

História bem triste...


...........

Este fim de semana foi uma corrida .
Ontem fui ás instalações do Sporting
o Sporting é o máximo.

Fomos a todos os "cantinhos" da casa...

Academia e estádio.

o museu é algo que não sei definir... quero lá voltar o museu precisa de ser observado com mais calma...


beijos

deixo a minha poesia e um beijo

SORRISO


Sorriso lindo...
Sorriso belo...
É alegria dos grandes...
É o sorriso...
Dos meninos...
Que são netos...
É o sorriso...
Dos que seguem...
O seu caminho...
E têm o sorriso...
Mais lindo...
Do mundo!...

LILI LARANJO

Felina Mulher disse...

Como a vida passa rápido heim meu amigo...espero ainda chegar lá.
Adoro teus escritos e os teus comentários também. Quatro mulheres?...kkkkkkk....é isso, a procura constante da felicidade, espero que já a tenhas encontrado.

Um beijo carinhoso...uma bela noite de sono.

REGGINA MOON disse...

Furtado,

Muito lindo poema...cada um tem seu tempo, suas lembranças e sua história...

Parabéns!!!

Um grande beijo e ótima semana!!

Reggina Moon

Sonhadora disse...

Meu amigo
Um pouco de melancolia, num belo poema, gostei muito.

Beijinhos
Sonhadora

"Cantinho Poético" disse...

"A solidão é como o vento, vai e volta. O amor é como o ar que respiramos, está sempre presente."

E cá estou eu a agradecer sua presença que tanto alegria me trás.

Uma semana de muito Amor e Paz!

M@ria disse...

Brindemos, todas as manhãs,com um tilintar de rosas.

E cá estou eu a agradecer sua presença que tanto alegria me trás.

Beijos perfumados prá voce nesse dia!!

Wilson Torres Nanini disse...

O tempo não nos colocaria tanta debilidade, se nossos descendentes nos olhassem de baixo pra cima.

Belo poema!!!

Wilson Torres Nanini disse...

O tempo não nos colocaria tanta debilidade, se nossos descendentes nos olhassem de baixo pra cima.

Belo poema!!!

Efigênia Coutinho disse...

Olá meu amigo, perdoa-me a ausência, mas estava mesmo atrapalhada, foi o batizado da minha netinha, e minha vinda para NY, onde fico até fins de maio.

Leio seus belos versos, recordar e viver intensamente o que já passou em nossas vidas, adorei seus versos, com admiração e afeto,Efigênia Coutinho

Anônimo disse...

Rosemildo sou eu a Sereia,lembra de mim?
Caraca!!!Eu estava te visitando no outro blog mas até então estava em dúvida se era tu rs.
Alguém me disse q tu me procurou depois q deletei o outro blog,foi tanta gente q adicionei q ñ me toquei q era tu.
Mas eu te procurei muiiiiiiiiito.
Agora aqui eu entendo e posso comentar,no outro eu ñ entendia por essa razão achei q fosse outra pessoa.
Meu amigo, os idoso atualmente estão bastante mudados,transmite uma jovialidade q eu ñ via antes.
Acredito muito na modernidade e nas mágicas milagrosas q o mundo oferece rs.
Um beijo grannnnnnnnnnnnnnnnde.
Saudades de ti.

Anônimo disse...

Olá amigo!

Aquilo que está escrito no coração não
necessita de agendas porque a gente não esquece.
O que a memória ama fica eterno.

(Rubem Alves)

Um beijo no coração!