sábado, 23 de janeiro de 2010

O camelô.

http://www.peq.sp.gov.br/peq/images/news/29/20080721161738687500.JPG

O CAMELÔ

Nunca parece qualquer tipo à toa,
Pois é correto sempre no trajar.
As transações procura trapacear,
Levando a vida para sempre boa.

Na certeza de inocentes encontrar,
Nas esquinas e praças apregoa.
Alto, estridente, que distante ecoa,
O que tem então para mercadejar.

E ele assim, bons partidos vai tirando,
No seu viver de um simples vagabundo,
Seus dias a vencer com pouca lida.

Palhaço que vai bem desempenhando,
No imenso circo que é este nosso mundo,
A pantomima arte da torpe vida.

R.S. Furtado.

13 comentários:

Maria Valadas disse...

Rosemildo:

Adorei imenso este soneto.

Escreves e muito bem:

"Palhaço que vai bem desempenhando,
No imenso circo que é este nosso mundo,
A pantomima arte da torpe vida."

Realmente vivemos num grande circo... cada um a fazer as suas acobracias.

Bom fim de semana.

Beijo fraterno.

Maria Valadas

PÔESIA DO MUNDO disse...

Caro:

Furtado:

Parabèns Amigo!

Você sempre no sèu melhor:

Maravilha este soneto ele nos mostra os dias de hoge:

Caro Furtado vou estar ausênte por algum tempo, tentarei entrar sempre que possivel.

Lhe desejo um otimo fim de semana chèiu de luz e muita pàz

Forte Abraço

Antònio Manuel

Chica disse...

lINDO COMO SEMPRE !Um poema de fatos atuais...abraços,tudo de bom,chica

Everson Russo disse...

Sensacional meu amigo,,,eu jamais conseguria olhar com esses olhos poeticos os camelos que tanto tumultuam as nossas ruas,,nossas vidas,,,,eles e seus produtos de indole duvidosa...rs..rs...abraços e um belo final de semana pra ti.

Livinha disse...

Tapeando ou não,
ei-lo atrevidamente, buscando
a sobrevivência,
roubando como rouba os grandões,
assim disfarçadamente...
Oxalá que os drogados, assassinos, ladrões das madrugadas simplesmente,
se pusessem em posições assim possível, um trabalho realizado...
Talvez o mundo seria menos deprimente, não tão decente, mas menos indecente acreditando agir corretamente....

A visita que me fizeste, me fez chorar mais ainda, já não sinto uma saudade incompreensiva, mas um sentimento sempre vivo, que num indo e vindo o tempo entre amores, se destina...
Obrigada meu amigo, Deus o abençoe sempre nas tuas palavras e jeito simples, de afagar os teus amigos...

Bjss
Livinha

Fatima disse...

Gostei muito meu amigo!
Bjs.

Ana Martins disse...

Um olhar poetico sobre o palco da vida... Gostei muito!

Beijinhos,
Ana Martins

Nydia Bonetti disse...

Vida difícil...

Bom fim de semana, abraços.

MARIA L. BÓZOLI disse...

Palhaço que vai bem desempenhando,

No imenso circo que é este nosso mundo,

A pantomima arte da torpe vida.



Vida difícil...gente forte e lutadora.

Muito lindo meu amigoooooooooo

BOM DOMINGO PRÁ TI! BEIJOSSSSS

M@ria

EDUARDO POISL disse...

Que a minha solidão me sirva de companhia,
que eu tenha coragem de me enfrentar,
que eu saiba ficar com o nada
e mesmo assim me sentir, como se
estivesse plena de tudo".

Clarice Lispector


Desejo um lindo domingo para você.
Abraços com todo meu carinho

Maria L. Bózoli disse...

Ficarei distante uns 3 dias.......Não esqueçam de mimmmm.
Volto logo ........Beijos!!

"Cantinho Poético" disse...

Bom dia meu lindo amigo.
Um Domindo abençoado...Fica bem.

Beijos M@ria

Valéria disse...

Que diferente, gostei principakemte desse recho..
Palhaço que vai bem desempenhando,
No imenso circo que é este nosso mundo,
A pantomima arte da torpe vida.

BeijooO

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...