quarta-feira, 3 de novembro de 2010

Esperanças.


ESPERANÇAS

Já não mais sei até aonde vão as minhas esperanças,
De reacender as chamas do amor, que há muito terminou.
Mergulhado na solidão, vivo somente das lembranças,
Que como recompensa, foi tudo quanto me restou.

Já não mais sei até onde suportarei esta mal vivida vida,
Imposta pelo destino que o SENHOR me assegurou.
Mas, seguirei minha batalha sem descanso, sem guarida,
Correndo atrás da felicidade que o amor me reservou.

Já não mais sei se devo, como também, até quando,
Seguirei nesse intento de reviver tudo o que passou.
Se sou merecedor não sei, de continuar sonhando,
Encontrar o alguém que eu amei e que também me amou.

Já não mais sei onde buscá-la, nem qual o seu paradeiro,
Mesmo assim continuarei, insistirei nas minhas andanças.
Encontrá-la-ei, nem que para isso revire o mundo inteiro,
Pois a fé em DEUS não me fez perder as esperanças.

R.S. Furtado.

27 comentários:

nouvelles couleurs - vienna atelier disse...

fantastica foto e bellissime parole... complimenti

Fatima disse...

Meu amigo querido,
busque a esperança em cada dia que nasce e que nos é dado de presente por Deus.
Faça como eu, viva todo dia como se fosse o último, um dia a gente acerta!rsrsrsr
Muitos bjs pro cê.

Valéria Sorohan disse...

Que lindo amigo Furtado, adoro quando são suas palavras que estão aqui nos encantando.

BeijooO*

Rosane Marega disse...

Oh!...amei isso...desiste não viu.
Beijosssssssssssssssss

Everson Russo disse...

Eu tambem não sei mais meu amigo, o amor é tão estranho em alguns momentos, a gente nunca vai entende lo ao certo, as vezes ele dá medo, outras paz,,,não sei se saberei amar de novo,,,tenho esperanças,,,mas tenho medo tambem,,,abraços de bom dia pra ti.

Helô Müller disse...

Hum... suas belas palavras me fizeram pensar... Será que valerá a pena sonharmos com um grande amor, já passado, e, no momento, inatingível... do que darmos chance ao novo, ao que possa estar ao nosso alcance, e, por vezes, nem sequer enxergamos? Não será uma escolha nossa, deixarmos de cultuar o passado, o que já se foi... e nos contentarmos com o presente lindo, que a vida nos oferece a cada dia? Enfim, que tal abrirmos o nosso coração para o novo? "Nos permitirmos"... apenas isso! Quando estivermos realmente voltados para o "agora", a nossa disponibilidade de alma será retribuída! Assim penso eu...
O problema é que muitas vezes, cultuamos o "impossível", até como uma forma inconsciente de driblarmos a nós mesmos...
Fiz-me entender?
Desculpe ter dado o meu pitaco, mas tenho passado por momentos de tantas perdas em minha vida, que, com certeza, estão servindo pra reavaliar uma série de questionamentos!! Estou com 59 anos, Furtado, e já comecei a pensar que a vida é curta demais, e ao mesmo tempo, que é um privilégio ainda estarmos encarnados... Será que a aproveitamos como ela merece e nós merecemos? Será?
Vc, amigo, dono desse coração e sensibilidade, que possui; atrairá o amor pra bem pertinho de vc, tão logo vc se permita a isso!...
Mas tem que ser um desejo real, sincero, e de coração, messssmo!! Ou seja, sem subterfúgios ou jogadas enganosas do nosso inconsciente!
Mais uma vez, desculpe, mas não estou te julgando, apenas senti vontade de te dizer estas palavras, sei lá por quê!... rs
Beijos meus e oxalá eu possa lhe ter dito algo útil...
Helô

Wanderley Elian Lima disse...

Olá meu amigo
O que importa é nunca perder a esperança. A qualquer hora em qualquer lugar, o amor pode acontecer.
Abração

Maria Luisa Adães disse...

Tenha "Esperanças"
o tempo corre célere, não pára seu
ritmo melódico e o amor nunca se perde.

E no dia em que Ele se perder, completamente, o mundo morreu!

E nesse tempo sim, não há Esperança.

Lindo poema!

Gostei de o encontrar e sou amiga de Everson Russo.
Me adicionou? Não? Então faça e seja meu amigo! Eu vou ser sua amiga.

Um abraço,

Maria luísa

Livinha disse...

"Já não mais sei onde buscá-la, nem qual o seu paradeiro,
Mesmo assim continuarei, insistirei nas minhas andanças.
Encontrá-la-ei, nem que para isso revire o mundo inteiro,
Pois a fé em DEUS não me fez perder as esperanças".

O amor são metades que nos uni, que prenche nossos vazios... Eis porque de não se dá vencido, porque não se separa o que Deus juntou....

Caramba!!!
Remexeu em tua nascente. Imagina se por detrás daquele velho monte, não encontras outras inspirações, cada vez mais...

Viu! em pensar que levei o nome de carcereira, prendendo o que de tão belo pertence ao mundo.
Inspiração vigorosa, profunda e eternecedora...

LIndo meu amigo, nossa estava a sentir saudades, de encantos como este, repleto de veracidade...

Bjs
Livinha

reltih disse...

un escrito maravillosamente gestado. felicitaciones. me encanto mucho.
una abrazo

Sandra Botelho disse...

Lindo poema...A fé está sempre a nos manter de pé.
Nunca perca as esperanças o amor brilha em cada raio de sol. e nos dá o poder de toca-la de toma-lo pra nós.
Assim nos sentimos aquecidos e protegidos.
Bjos achoclatados

Antònio Manuel disse...

Caro Amigo: Furtado.

Belo texto parabéns!

*****

Encontrá-la-ei, nem que para isso revire o mundo inteiro,
Pois a fé em DEUS não me fez perder as esperanças.

*****
Adorei!!!

Grato pela partilha

Amigo jà estou um pouco melhor,
sô com o tempo ajudara a saràr:

Agradeço sua visita continuação de um boa semana

Forte Abraço


Antònìo Manuel

Andradarte disse...

Adorei...e me revi....Desistir não...
pois ele está por aí, mais perto do
que se possa pensar....
Abraço

Vivian disse...

...o grande segredo é não desistir
do amor em tempo algum.

lindo poema!

bj, moço!

REGGINA MOON disse...

Furtado,

O que seria de nós se não fossem as esperanças...ela nos faz prosseguir em nossas buscas diárias por nossos sonhos...

Bela postagem!!

Um grande beijo!

Reggina Moon

Sônia Silvino disse...

Rosemildo querido!
Vim ler as novidades
e dizer que gosto muito de você!!!
Trouxe comigo...
DESEJOS
Desejo a você...
Fruto do mato
Cheiro de jardim
Namoro no portão
Domingo sem chuva
Segunda sem mau humor
Sábado com seu amor
Filme do Carlitos
Chope com amigos
Crônica de Rubem Braga
Viver sem inimigos
Filme antigo na TV
Ter uma pessoa especial
E que ela goste de você
Música de Tom com letra de Chico
Frango caipira em pensão do interior
Ouvir uma palavra amável
Ter uma surpresa agradável
Ver a Banda passar
Noite de lua cheia
Rever uma velha amizade
Ter fé em Deus
Não ter que ouvir a palavra não
Nem nunca, nem jamais e adeus.
Rir como criança
Ouvir canto de passarinho.
Sarar de resfriado
Escrever um poema de Amor
Que nunca será rasgado
Formar um par ideal
Tomar banho de cachoeira
Pegar um bronzeado legal
Aprender um nova canção
Esperar alguém na estação
Queijo com goiabada
Pôr-do-Sol na roça
Uma festa
Um violão
Uma seresta
Recordar um amor antigo
Ter um ombro sempre amigo
Bater palmas de alegria
Uma tarde amena
Calçar um velho chinelo
Sentar numa velha poltrona
Tocar violão para alguém
Ouvir a chuva no telhado
Vinho branco
Bolero de Ravel
E muito carinho meu.
________________________
Carlos Drummond de Andrade
________________________
Beijocas, muitas!!!
Sônia Silvino's Blogs
Vários temas & um só coração!

Professora Carla Fernanda disse...

Boa noite Rosenildo!!
Sei bem como é isso, às vezes falta tempo e vida para tanto amor.
Se for seu volta...Bela poesia!!!
Carla Fernanda

✿Lady✿ disse...

Tudo tem a hora de acopntecer.
Nunca devemos perder a esperança.
A cada dia recebemos o presente que é a vida e devemos viver com todas as forças.
Deus está ao nosso lado sempre!
Obrigada pela visita.
Beijo no coração
Lady

Everson Russo disse...

Um belissimo dia pra ti amigo...abraços.

Chica disse...

Assim é que se fala...Com fé e esperanças chegarás lá!LINDO! abraços,tudo de bom,chica

mundo azul disse...

_____________________________


Bela e sentida é a sua triste canção, meu amigo...



Beijos de luz e o meu carinho!!!

___________________________________

Flor de Lótus disse...

Olá meu caro!Enquanto há vida há esperança, não perca a fé, o amor da sua vida pode cruzar contigo na próxima esquina tenha fé, acredite nisso.
Beijos

Rosane Marega disse...

Rosemildoooo passando para te encher de beijinhossssss

Í.ta** disse...

às vezes nos escapam mesmo, tem jeito, não.

belíssima construção, rosemildo!
parabéns!

(há algo de zeca baleiro lá no um-sentir :)

grande abraço!

Efigênia Coutinho disse...

Olá , ando em falta com meus amigos, é muito trabalho mesmo, creia-me, vocês são maravilhosos, e eu aqui venho dizer de minha imensa gratidão ao carinho com a mensagem, adorei ler este seus versos ESPERANÇA, cheio de sentimentos, de amor, que beleza, quão singelo foi ler você,abraços,
Efigenia

Rosane Marega disse...

Rosemildo, ainda não existe um destinatário, mas eu acredito que ainda vou encontra-lo...por enquanto estou apenas me preparando para o dia que ele existir.
Beijosssssssss

lili laranjo disse...

Meu Amigo

saudades de passar por aqui mas não conseguia.

Ao entrar aparecia um aviso de virus e o computador fechava.
Hoje entrei e fiquei feliz


Um beijo GRANDE!...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...