quinta-feira, 21 de janeiro de 2010

Rosa, e Anarda.

http://2.bp.blogspot.com/_epxNW-l6NdI/SCNIJZ1D-BI/AAAAAAAABKY/KBvS-o1pX9I/s400/16%2Bespectacular%2Brosa%2Broja.jpg

ROSA, E ANARDA

Rosa de formosura, Anarda bela
igualmente se ostenta como a rosa;
Anarda mais que as flores é formosa,
mais formosa que as flores brilha aquela.

A rosa com espinhos se desvela,
arma-se Anarda de espinhos de impiedosa;
na fronte Anarda tem púrpura airosa,
a rosa é dos jardins purpúrea estrela.

Brota o carmim da rosa doce alento,
respira olor de Anarda o carmim breve,
ambas dos olhos são contentamento:

mas esta diferença Anarda teve:
que a rosa deve ao sol seu luzimento,
o sol seu luzimento a Anarda deve.

Manoel Botelho de Oliveira.


Manuel Botelho de Oliveira nasceu na Bahia em 1636; estudou Direito em Coimbra, e, de volta ao Brasil, dedicou-se à advocacia e à política: foi vereador do Senado da Câmara de Salvador (1710) e capitão-mor das ordenanças de Jacobina. Morreu em 05 de janeiro de 1711. Era bastante rico, segundo Pedro Calmon, para emprestar dinheiro ao Estado, e ainda com vigor para lhe entrar os sertões. “Argentário - continua o historiador – aparece em vários documentos como credor de dinheiro a juros: assim no testamento de D. Francisca de Saúde (Cr$ 175)... Foi casado com D. Felipa de Brito e sepultado na igreja do Carmo”. Esse casamento era o segundo; matrimoniara-se antes com D. Antônia de Meneses, celebrando-se as novas núpcias, por viuvez, em 24 de janeiro de 1677. Seu livro foi publicado quando ele tinha quase setenta anos.

Fonte: “Poesia Barroca” Antologia – Edições Melhoramentos – 1967.

10 comentários:

Fatima disse...

Olha só que interessante,
ontem falei de rosa lá em casa tb!
Belo poema.
Bjs.

Andresa disse...

Lindo Poema
Linda Rosa
Quem não se encanta com as rosas?????????

Beijos amigo
Andresa

Everson Russo disse...

Belissimo e perfumado poema amigo,,,uma bela quinta feira pra ti...forte abraço e obrigado sempre pelas suas visitas...

Felina Mulher disse...

Aqui nesse teu espaço eu leio, aprendo e me sinto feliz!
Obrigada Furtado pela partilha.

Beijos em ti meu anjo.

Felina Mulher disse...

No meu blog tem um selinho para os amigos e meu link tbm, se gostares podes trazer ctg.


beijinhos.

stella disse...

Bellissima rosa, Rosemildo.

REGGINA MOON disse...

Lindo soneto e a imagem também ficou perfeita!!
Romântico e comparativo, gostei!!

Um grande beijo pra voce,

Tenha um ótimo dia!

Reggina Moon

Sandra disse...

As rosas não falam..
Se as rosas falassem iriam falar do meu amor..
deixariam os seus perfumes exalados no teu corpo.
viu que bonito ficou..
Estou com saudades.
Pela postagem.
Passe na curiosa e depois venha tomar um café em meus mimos.
Tem acesso lá.
Com carinho
Sandra

Livinha disse...

Quem disse que as rosas não falam,
vermelhas, cheirosas, apaixonadas,
exalam essências, atração, envolvimento,
nas matutinas quando já gratificadas, exibem o suor... ei-las orvalhadas...

Lindo poema
gostei!

Lindo dia pra ti
Bjsss

Luciana disse...

é muito bom vir aki Furtado pela variedade de poetas que posta em seu blog.
Manoel Botelho eu te confesso que desconhecia totalmente.
Adorei.


abraço.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...