terça-feira, 3 de maio de 2011

A serra.


A SERRA

A serra elétrica das cigarras parou.
Tão de repente que o dia
que ela partia em dois,
num estalo deitou ao chão suas metades.
Ficou só esta poça de silêncio, indiferente,
e um tremor de alfinetes ardendo
dentro da caixa
de onde se abre o quem.

Cláudia Roquette-Pinto


Claudia Roquette-Pinto (Rio de Janeiro RJ 1963). Poeta e tradutora. Ingressa no curso de letras da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro - PUC/RJ e gradua-se bacharel em tradução literária. Pelo período de cinco anos dirige o jornal cultural Verve, criado na PUC/RJ. Publica, em 1991, seu primeiro livro de poemas, Os Dias Gagos. Em 2005, lança Margem de Manobra, obra na qual a escritora se apropria de trechos alheios, recriando-os e fundindo-os aos seus próprios, em poemas que refletem sobre a relação entre o sonho e a violência do mundo. Sua poesia caracteriza-se pela reflexão e tentativa de superação das diferenças de gênero na literatura, assim como por um processo de criação baseado nas estruturas constituintes da flor, somando complexidade e extrema delicadeza. Seus poemas integram diversas antologias nacionais e internacionais, dedicadas à produção poética brasileira.

Fonte: http://www.itaucultural.org.br/

11 comentários:

Fatima disse...

Ótima semana pro cê!
Bjs.

Pena disse...

Brilhante e Fabuloso Amigo:
"...A serra elétrica das cigarras parou.
Tão de repente que o dia
que ela partia em dois,
num estalo deitou ao chão suas metades..."

Que "coisa" mais notável e perfeita.
Os meus sinceros parabéns.
VOCÊ transcende de gigantismo e um sentimento poético de fascínio.
Excelente!
Bem-Haja, pela sua preciosa amizade.
Com respeito e sempre a admirá-lo

pena

Bem-Haja, sublime amigo.
Adorei.
O Post é de uma beleza enorme.

✿ chica disse...

Que beleza de poema...E a serra passa e leva tanta coisa... abraços,chica,lindo dia!

Carla Fernanda disse...

De uma delicadeza este poema. Leve e fatal! Amei!!!
Beijos e bom dia Rosemildo
Não conhecia nem a poetisa nem a poedia. Valeu a pena!!
Carla

Everson Russo disse...

Belissimo,,,é muito forte a frase uma poça de silencio...abraços de bom dia pra ti amigo...

Wanderley Elian Lima disse...

Olá amigo
E a serra tem destruído várias espécies, com seus dentes vorazes.
Grande abraço

Malika disse...

Desconhecia a autora, mas gostei muito. Obrigada pela dica!

RELTIH disse...

MUY INTERESANTE TEMA.
UN ABRAZO

Valéria Sorohan disse...

Poça de silêncio é bem interessante. Mais um que levo comigo.

BeijooO*

Graça Pereira disse...

O silêncio depois das cigarras se calarem...é ensurdecedor!!
Beijo
Graça

*MARCIA E CARLOS* E LINDAS MENSAGENS disse...

Voe......voe.....e seja feliz... De tudo o que existe, o mais importante está dentro de você.
São as suas qualidades de coragem, confiança e amor que querem brilhar, produzir resultados, dar-lhe saúde e paz.
Ponha-as em uso, visando realização, melhoria e pacificação, e verá fluírem de dentro como um pássaro restituído à liberdade.
Renove-se. Trabalhe com confiança. Aja com fé no dia de hoje e no de amanhã. Confie nas suas qualidades , porque são de Deus.
Tudo melhora por fora para quem melhora por dentro. Você é um pássaro preso quando prende as suas qualidades.
Por isso, voe, mas voe bem alto e verá do que você é capaz... Voe... voe... e Seja Feliz!!
(AD)

Voe e Seja Feliz!!


Que sua noite seja de muita paz, luz e lindos sonhos!!!
Bjs. no seu coração

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...