sábado, 16 de abril de 2011

Soneto.



SONETO

Ó virgens que passai, ao Sol-poente,
Pelas estradas ermas, a cantar!
Eu quero ouvir uma canção ardente,
Que me transporte ao meu perdido Lar.

Cantai-me, nessa voz onipotente,
O Sol que tomba, aureolando o Mar,
A fartura da seara reluzente,
O vinho, a Graça, a formosura, o luar!

Cantai! cantai as límpidas cantigas!
Das ruína do meu LAr desaterrai
Todas aquelas ilusões antigas

Que eu vi morrer num sonho, como um ai...
Ó suaves e frescas raparigas,
Adormecei-me nessa voz... Cantai!

António Nobre

António Nobre nasceu na cidade do Porto no dia 16 de agosto de 1867. Em 1888 matriculou-se no curso de Direito na Universidade de Coimbra. Como os estudos lhe correm mal, parte para Paris onde frequentou a Escola Livre de Ciências Políticas, licenciando-se em Ciências Jurídicas. Em 1892, ainda em França, lançou o seu livro de poesias "Só". Ao regressar a Portugal, tentou seguir na carreira diplomática, mas a tuberculose impediu-o. Faleceu em 1900 após uma intensa luta contra a tuberculose. Sua principal contribuição para o Simbolismo português foi a alternância do vocabulário refinado dos Simbolistas com outro mais coloquial. A princípio, a sua poesia mostra uma certa influência de Almeida Garret e de Júlio Dinis, porém, numa segunda fase, fica clara a influência do Simbolismo Francês.

Fonte: http://www.mundocultural.com.br/

9 comentários:

RELTIH disse...

SIEMPRE ES UN PLACER, LEER LO QUE USTED NOS COMPARTE.
UN ABRAZO

Pablo & Florbela disse...

"A música é a revelação superior
a toda sabedoria e filosofia."

(Beethoven)

Beijo e meu carinho sempre...M@ria

Stella disse...

Bel quadretto tra immagine e versi.
Bacio

Carla Fernanda disse...

Rosemildo muito sublime esse poema.
Bela escolha!
Bom sábado com sol e chuva.
Beijos!!
Carla

Lou Witt disse...

Passando pra deixar meu carinho.

Tenha um lindo final de semana!!!

Beijo

Ira Buscacio disse...

Furtado querido,
Adoro os poetas portugueses. Belo post!
Bjão e um lindo domingo

Eliane Santos disse...

Olá Rosemildo, vim desejar um excelente final de semana na paz de Cristo! Abraços.

Andradarte disse...

Belo soneto.... Eu teria postado também,
se tivesse a oportunidade...
Vou ler mais de António Nobre
Abraço

Flor da Vida disse...

Amigo, que soneto lindo!
Obrigada por compartilhar!

Carinhos...
Beijos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...