terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Primeira máquina de fiação de algodão.

Uma das primeiras máquinas criadas depois da invenção.


PRIMEIRA MÁQUINA DE FIAÇÃO DE ALGODÃO.

1774 – Patenteia-se a primeira máquina de fiação de algodão. Seu inventor é o inglês Richard Arkwright. Seu invento concorreu para a revolução tecnológica da indústria textil. Era tão pobre, que vivia passando privações. Começou a vida como barbeiro. Para fazer freguesia em seu salão rústico foi obrigado a trabalhar pela metade do preço. Seus colegas de profissão sentiram-se forçados a acompanhá-lo, afim de não se arruinarem. Diante disso Richard abandonou esse mister para vender cabelos postiços, cujo uso, estava em moda. Saía a comprar as tranças das mocinhas de outras cidades. Pôs-se, em seguida, a vender tinturas para os cabelos, que ele mesmo fabricava. Mas suas vistas estavam voltadas para a mecânica, que era a sua vocação. Tentou construir um moto-contínuo, onde gastou suas parcas economias. Daí foi trabalhar com um amigo relojoeiro, que lhe aconselhou a fazer uma máquina de fiação. Tal ideia o inspirou de tal forma, que ele se pôs a serviço. Instalou uma pequena oficina. Iniciou a manipulação das peças. Quando a primeira máquina ficou pronta, grande clamor surgiu contra ele, acusando-o de inimigo dos operários, pois criam que tal invento os deixaria sem trabalho. Multidões enfurecidas destruíram-lhe máquina e oficina. Ele não desanimou. Mostrou o seu projeto a alguns banqueiros de Nothing, que lhe fizeram empréstimos, com a condição dele dividir o lucro da produção. Aceitou. Construiu novas máquinas, distribuindo-as para várias outras cidades, com receio que se repetisse a cena. Com o aperfeiçoamento e a rapidez com que se preparava o serviço, antes feito à mão, as máquinas se multiplicaram, bem como o número de trabalhadores. Somente então os operários que lhe empastelaram a oficina sentiram o grande mal que praticaram. Com o intúito de repará-lo, quiseram prestar-lhe uma homenagem, carregando-o pelas ruas da cidade; mas Richard, modesto como era, não aceitou. Eis em síntese, a história dum dos grandes benfeitores da humanidade. Nasceu em Preston, em 23/12/1732. Faleceu em Cronford em 03/08/1792.

Nota: Este trabalho é o resultado de pesquisas realizadas pelo ilustre professor Elias Barreto, e publicado pela Enciclopédia das Grandes Invenções e Descobertas, edição de 1967, volume 1, páginas 242/245.

13 comentários:

Amor feito Poesia disse...

"Eu te recebo de pés descalços: esta é minha humildade e esta nudez de pés é a minha ousadia."

(Clarice Lispector)

Tem selinho pra voce......Beijos!! M@ria

Livinha disse...

Sabe Furtado, eu vou sair daqui ainda afiadinha com essa cultura com que vem nos prestigiando.

Impressionante, sequer sonhava em vir ao mundo...
Qto tempo não?
Essas são as máquinas inteligente, que contaram com auxilio humano ara fazer render o trabalho.
Bem contrário com as de hoje, enquanto elas fazem, o homem senta e sossega encaraminholando as coisas de si aversas...

Bravo!

Bjs

Livinha

Chica disse...

Que legal passar aqui e receber essas informações de dados que até já passaram por nós mas nãoso slembramos.

Ótima pesquisa! abraços, tudo de bom, lindo dia!chica

Valéria Sorohan disse...

Aprendi bastante com seu post hoje. Fiquei impressionada que naquele tempo já se vendia tintura para cabelo.

BeijooO*

Wanderley Elian Lima disse...

Oi amigo
Adoro ler essas curiosidades que você publica. A gente fica mal acostumado, e nem nos preocupamos com as origens das coisas que usamos.
Grande abraço

Elaine Crespo disse...

Bom dia Furtado!

Sempre aprendendo ou me informado. A vida não para, adorei a postagem!

Um lindo dia!

Beijos da conterrânea!

Elaine

poetaeusou . . . disse...

*
bons tempos,
no presente, dão-nos
sintéticos da China !
,
conchinhas,
,
*

reltih disse...

ES MUY VALIOSA ESTA INFORMACIÓN, GRACIAS POR COMPARTIRLA.
UN ABRAZO

Pérola disse...

Bela matéria.Muitas coisas que vc posta eu desconheço.
Aprendo muito por aqui.
Abraços meu amigo querido.

Rosane Marega disse...

Rosemildo, você é incrivel, comentar postagens aqui é assim:
Parabéns!
Maravilhoso!
Incrivel!
Nossaaaa!
Verdade!
Adorei essa de hoje TAMBEM!
Nossaaa, muito legal.
Beijossssssssssss Professor!

Mara disse...

Boa noite, amigo Rosemildo!
Gostei do post,bem informativo e rico em conteúdo.
A cidade onde resido(Brusque) aqui em Santa Catarina é tida como "O Berço da Fiação Catarinense" e os primeiros teares foram trazidos pelos imigrantes alemães e deram origem às Indústrias Renaux...
Beijos

Pérola disse...

Suas visitas são um prazer meu amigo.
Abraços carinhosos.
Beijokas mil.

Lou Witt disse...

Passando pra deixar meu carinho!!!

Beijos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...