domingo, 19 de setembro de 2010

Sonho de mãe negra.


SONHO DE MÃE NEGRA

Mãe negra
Embala o seu filho
E esquece
Que o milho já a terra secou
Que o amendoim ontem acabou.

Ela sonha mundos maravilhosos
Onde o seu filho irá à escola
À escola onde estudam os homens

Mãe negra
Embala o seu filho
E esquece
Os seus irmãos construindo vilas e cidades
Cimentando-as com o seu sangue
Ela sonha mundos maravilhosos
Onde o seu filho correria na estrada
Na estrada onde passam os homens

Mãe negra
Embala o seu filho
E escutando
A voz que vem do longe
Trazida pelos ventos

Ela sonha mundos maravilhosos
Mundos maravilhosos
Onde o seu filho poderá viver.

Marcelino dos Santos


Marcelino dos Santos (Lumbo, 20 de Maio de 1929) é um político e poeta moçambicano. Foi membro fundador da Frente de Libertação de Moçambique, onde chegou a vice-presidente. Depois da independência de Moçambique, Marcelino dos Santos foi o primeiro Ministro da Planificação e Desenvolvimento, cargo que deixou em 1977 com a constituição do primeiro parlamento do país (nessa altura designado “Assembleia Popular”), do qual foi presidente até à realização das primeiras eleições multipartidárias, em 1994.

Com os pseudónimos Kalungano e Lilinho Micaia tem poemas seus publicados no Brado Africano e em duas antologias publicadas pela Casa dos Estudantes do Império, em Lisboa. Com o seu nome oficial, tem um único livro publicado pela Associação dos Escritores Moçambicanos, em 1987, intitulado “Canto do Amor Natural".

Fonte: www.antoniomiranda.com.br

6 comentários:

JB disse...

Passei para dizer que as minhas palavras regressaram!E fico contente por poder deliciar-me neste poema que é uma relíquia!
Parabéns pelo seu blogue que continua a revelar "Arte e emoções"!

Beijinho!

Wanderley Elian Lima disse...

É o sonho de todas as mães. Que seus filhos tenham uma vida melhor que elas tiveram.
Tenha uma linda semana
Abração

Everson Russo disse...

Sonho de todas as mães na realidade...abraços de otima semana pra ti amigo.

Professora Carla Fernanda disse...

Boa tarde! Mãe é mãe em todas as línguas, cores e espécies. Obrigada por trazer sempre pessoas que vale a pena conhecermos.
Carla Fernanda

Luciana disse...

Sonhos de todas as maes.
Um mundo melhor,melhor oportunidades...

OutrosEncantos disse...

Há poesia africana lindissima.
Este poema é belissimo, obrigada por partilhar.
Passei também para retribuir o carinho que me deixou lá no nosso Mimos.
Sim, a JB tem um trabalho de que eu gosto imenso, para além de que temos uma afinidade virtual muito engraçada.
Ela é muitissimo condescendente com os meus excessos e nos damos muito bem :))
Obrigada Furtado, até logo.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...