quarta-feira, 9 de julho de 2014

Solidão.

    
 

SOLIDÃO

Já vem bem alta, a noite fria e calma,
A lua vaga na amplidão celeste.
Nem de leve se mexe uma só palma,
O luar nevado todo o globo veste.

Solidão no viver, angústias na alma.
O tédio atroz contra meu ser inerte,
Sem um seio que afagos manifestem
Meu abrasado peito não se acalma.

Quantos lábios estão nesta hora unidos,
Comungando com beijos repetidos,
Um forte amor e sempre renovado.

Ao rigor desta minha solidade,
Como refugio abraço-me a saudade,
Volvendo as frias cinzas do passado.

R.S. Furtado 

Visite também:

14 comentários:

✿ chica disse...

Solidão muito bem expressa aqui e volver às cinzas do passado, se são boas as saudades, vale! Só as doces saudades,né? lindo dia!abração, tuuuuuuuuuuuudo de bom,chica

Eduardo Maria Nunes disse...

Escrevo estas palavras!
vai embora solidão
evita mais lágrimas
dos olhos caídas no chão.

Os sonhos são incertezas!
sofridas mágoas no coração
não ajudam as tristezas
pioram mais a situação.

Lindo poemas você escreveu,
recordando as cinzas do passado
no presente com elas se envolveu
tenha uma boa tarde amigo Furtado!

Uma abraço.

Flor de Lótus disse...

Olá,Rosemildo!Belos e tristes versos é muitas vezes assim que me sinto a solidão Às vezes faz morada por aqui, não é fácil conviver com ela,mas mais dia menos dias é preciso lidar com ela, ela sempre vem ao nosso encontro.
Beijosss

Daniel Costa disse...

Rosemildo

Para é sempre um prazer ler a poesia a poesia que trazes aqui, como o presente soneto. Denotas sempre uma extrema sensibilidade nas opções.
Deixo um grande abraço

SOL da Esteva disse...

Um belo Soneto.
A solidão só é efectiva se as recordações do passado se tornarem vazias ou dolorosas; doutro modo a solidão pode ser um bem, uma porção de tempo de reflexão, um acordar as saudades que nos são gradas.


Abraços


SOL

Andradarte disse...

" Ao rigor desta minha solidade,
Como refugio abraço-me a saudade,"

Com a saudade, estamos sempre acompanhados......
Abraço

Nilson Barcelli disse...

Apesar da melancolia das tuas palavras, gostei imenso do teu soneto, pois é magnífico.
Um abraço, caro amigo Furtado.

ReltiH disse...

UN TEXTO MUY NOSTÁLGICO.
UN ABRAZO

Tais Luso disse...


"...Como refugio abraço-me a saudade,
Volvendo as frias cinzas do passado".
Que lindo, Furtado, tristemente lindo.
Grande abraço!!!

Clau disse...

Boa noite Furtado,
O frio da solidão, vez ou outra,
visita todo mundo,
mesmo os que estão no meio da multidão.
Achei intenso teus versos...
Beijos :)

Artes e escritas disse...

Nesse caso a saudade é boa companhia numa bela expressão de alguém que acredita no amanhã. Um abraço, Yayá.

Anne Lieri disse...

Como ficou lindo esse soneto! Parabéns pela inspiração! A solidão abraçada no final ficou demais! bjs,

Dorli disse...

Oi Rosemildo,
Que lindo soneto sobre a solidão e quantas metáforas lindas: abraço-me a saudade; essa me emocionou.
Parabéns poeta!!!
Cuidado com as caminhadas.kkk
Beijos no coração
Lua Singular

Dorli Silva disse...

Oi Rosemildo,
Eu não tive filhos e com 35 anos adotei um garoto negro dos olhos verdes(tinha 10 dias), lindo! Seu pai morreu ele tinha 2 anos e quando completou 9 anos casei-me novamente e todos vivemos muito bem.
Ele tem 2 faculdades, é economista e contabilista, pós graduado, inglês fluente, bom emprego. Trabalhei 39 anos na minha vida. Hoje ele tem 31 anos, mas me mima como se tivesse 2 anos.
Eu sou muito feliz com a família que tenho, apesar das dores que tenho. Logo em agosto faço 67 anos, vou tirar várias fotos e colocar no blog, talvez seja a última postagem que eu faça.
Um beijo
Lua Singular
Se cuida....
Mundo dos Inocentes

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...