quarta-feira, 21 de maio de 2014

Ósculos.


Beijos

Quando estamos na quadra da inocência,
Temos um beijo de supremo bem.
Beijo de amor, de zelo e de carícias,
- O beijo santo de mãe.

Quando estamos na quadra florescente,
Da juventude alegre e alvoroçada.
Temos na boca, sôfrego e ardente,
- O beijo da noiva amada.

Quando temos o sonho realizado,
E, a vida se completa venturosa.
Temos por prêmio, então,
- O beijo da terna esposa.

Depois vem meigamente à nossa frente,
Qual estrela puríssima que brilha,
Ao vir da noite em límpido horizonte,
- O casto beijo da filha.

Por fim, sentimos conformadamente,
Quando nossa alma busca em certa noite.
Que as pálpebras nos fecha eternamente,
- O frio beijo da morte.

R.S. Furtado

Visite também:

11 comentários:

✿ chica disse...

Lindo e bem inspirado e tomara esse beijo da morte venha só quando for a hora verdadeira...rs abração,chica

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Muito belo e o beijo da morte é inevitável.
Abraços a vc e aos seus, Rosemildo,
Renata

Eduardo Maria Nunes disse...

Porque é verdade!
Sim amigo concordo
beijo de mãe pura amizade
minha mãe no coração guardo!

Para seus filhos só o bem quer!
de todos é o mais verdadeiro amor
no mundo não há melhor
mãe santa mulher.

Um abraça para você amigo Furtado.
Eduardo.

ReltiH disse...

UN POEMA MUY ROMÀNTICO.
UN ABRAZO

Anne Lieri disse...

Furtado,muito linda sua poesia e espero que o beijo da morte demore bastante pra chegar pra nós!Bjs,

José María Souza Costa disse...

Olá.

Tudo de bom.
belíssimo, poema.
Parabéns.
Abraços.

Nilson Barcelli disse...

Beijos são sempre bons.
Mas o da morte, quanto mais tarde melhor...
Belo poema, gostei imenso.
Tem um bom fim de semana, caro amigo Furtado.
Abraço.

Vento disse...

eu costumava ser beijoqueira, muito.
sabes quando me desforrei?! com meu filhote, rsss..., andava sempre pendurado no meu pescoço ;))

é lindo e verdadeiro o teu poema, Furtado, mas... o final me arrepiou!
jamais me lembraria desse...!

então, eu Amiga, te deixo o meu beijo carinhoso e bem repenicado:)

feliz fim de semana

Tito disse...

...ufa!!!...felizmente você pulou o beijo do "Judas"! Lindo texto!
Outra hora passo com mais tempo para ler mais.

Efigênia Coutinho disse...

Quando estamos na quadra da inocência,
Temos um beijo de supremo bem.
Beijo de amor, de zelo e de carícias,
- O beijo santo de mãe.

Belíssimo versos meu amigo!
É gratificante visitar seu espaço, e agradecida por seguir meu novo Blog.
Abraços,
Efigenia

Tais Luso disse...

...Mas já no início eu tinha certeza qual seria o final! Foi num crescente que só poderia terminar assim... Lindo e cruel!
Mas que eu tenha a doce ilusão de que o último beijo não me venha tão amargo, que me toque docemente e, sobretudo, com compaixão.

Abraços!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...