quinta-feira, 27 de março de 2014

A Flor e a brisa.

 
A FLOR E A BRISA

Linda flor que na floresta
Vivia triste a cismar,
Fez-lhe um dia a brisa festa,
E pôs-se a flor a corar.

– “Que sentes, linda florzinha,
Perguntou-lhe a brisa então,
Dói-te o viver tão sozinha
Nesta erma solidão?”

– “Meiga brisa, mais corada
Respondeu-lhe a flor assim,
Eu vivo aqui desprezada,
Ninguém se lembra de mim!”

– “Pois virei, flor de esperança,
Falar-te de amor e Deus:
Mas dar-me-ás por lembrança
Num beijo os perfumes teus.”

E foi-se lá na floresta,
Deixando-a triste a cismar:
E nunca mais fez-lhe festa,
Que a flor se pôs a murchar! 

Bittencourt  Sampaio
 

Francisco Leite de Bittencourt Sampaio nasceu em laranjeiras (SE) dia 11 de fevereiro de 1834 e desencarnou no Rio de Janeiro a 10 de outubro de 1885.

Foi jurisconsulto, magistrado, político, alto funcionário público, jornalista, literato, renomado poeta lírico e excelente médium espírita.

Militante na política, filiou-se ao partido liberal. Foi eleito deputado para a Assembleia Geral Legislativa nas legislaturas 1864-1866 e 1867-1870. Neste último período foi presidente do Espírito Santo, nomeado por carta imperial. Leia mais aqui:

Visite também: 

5 comentários:

✿ chica disse...

Adorei a poesia, a cadência e o sentido dos versos! Linda! abração,ótimo dia! chica

eduardo maria nunes disse...

Perfuma a fresca brisa!
Na floresta nascida e criada
Na primavera mais bonita
A flor perfumada...

Nos jardins também!
Verdes plantas florindo
Lindos versos escritos tem
O seu poema é lindo...

Um bom dia para você amigo Furtado, um abraço
Eduardo.

Dorli disse...

Olá

Que bela poesia!
Adoro as flores e a brisa leve que bate meu rosto numa solidão à beira do mar.
Beijos
Lua Singular

Clau disse...

Boa noite Furtado!
Ah, que dó da florzinha que vive na solidão.
Poesia bonita e triste ao mesmo tempo!
Bjs

Daniel Costa disse...

Rosemildo, estar atento ao teu acervo, vale a pena para enriquecer sempre a cultura. Mormente a cultura poética, como agora está acontecer com o belo poema de Francisco Leite Bittencourt Sampaio.
Abraços

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...