segunda-feira, 8 de julho de 2013

A Garrafa.

 

A GARRAFA

Que importa o caminho
da garrafa que atirei ao mar?
Que importa o gesto que a colheu?
Que importa a mão que a tocou
se foi a criança
ou o ladrão
ou filósofo
quem libertou a sua mensagem
e a leu para si ou para os outros.

Que se destrua contra os recifes
eu role no areal infindável
ou volte às minhas mãos
na mesma praia erma donde a lancei
ou jamais seja vista por olhos humanos

que importa?
... se só de atirá-la às ondas vagabundas
libertei meu destino
da sua prisão?...

Manuel Lopes


Leia mais um belo poema e a biografia do autor aqui:

Visite também:

6 comentários:

Andradarte disse...

Bonito poema, com pensamento profundo....

Agradam-me todas as visitas,mas não como condição para eu me ir ocupando com os meus Blogs. Será bem-vindo em
qualquer altura...Uma Boa Semana...
Abraço

✿ chica disse...

Linda poesia, gostei do tema! abração,linda semana,chica

Anne Lieri disse...

Mais um grande poeta pra gente conhecer.Linda e criativa sua poesia!Bjs e boa semana pra vc,

Wanderley Elian Lima disse...

Belo poema amigo, sempre nos apresentando poetas.
Abraço

Evanir disse...

Todos os dias Deus nos dá um momento em que
é possível mudar tudo que nos deixa infeliz
e tristes.
Para isso precismos ter esperança e acima de
tudo muita fé .
Com esperança e fé tudo pode mudar dentro de nos
as coisas boas começa acontecer mudando toda nossa existência.
Esse é um instante mágico quando passamos a ter fé porque Deus
vem habitar dentro do nosso coração.
Estou deixando essas palavras por ter muito
carinho por você.
Desejo uma semana abençoada.
Beijos no coração,Evanir.
Amigo querido esta tudo bem?

Sonhadora (RosaMaria) disse...

Meu querido amigo

Saudades de passar aqui, tenho estado ausente do blogue, mas já regressei.

Um beijinho com carinho
Sonhadora

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...