sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

Dois corações.


DOIS CORAÇÕES 

Tu tens um coração dentro da boca 
E tens um coração dentro do peito... 
Dois corações?! Mas, que morena louca! 
Perdão... Tudo que vejo está direito: 

Tudo o que tens de belo está bem feito... 
Somente é pouca a inspiração, é pouca, 
Para cantar teu coração do peito, 
Para pintar teu coração da boca! 

Morena, escuta aqui: não tenho jeito 
De alimentar o amor que se me apouca 
Na voluptuosidade de teu leito. 

Morena, escuta bem: não sejas mouca... 
Quando eu pedir o coração do peito, 
Oh! não me dês o coração da boca! 

Anderson de Araújo Horta 


Anderson de Araújo Horta nasceu em Tombos, Zona da Mata mineira, em 30.11.1906. Estudou na cidade natal, em Leopoldina e em Carangola; diplomou-se, em 1931, pela Academia de Comércio de Juiz de Fora e, em 1937, pela Faculdade de Direito da Universidade do Brasil, do Rio de Janeiro. Casou-se em Manhumirim, MG, em 1934, com a poetisa Maria Braga. Pai do poeta Anderson Braga Horta. Sempre advogou. Antes e depois de formado, lecionou (Inglês, Geografia e História) em Carangola, em Goiás — no Liceu Oficial — e no Rio de Janeiro. Foi, em 1945, chamado da antiga Vila Boa de Goiás por Pedro Ludovico para ocupar o cargo de Primeiro-Promotor Público em Goiânia. Em 1947, voltou ao Estado natal, onde continuou advogando. Em 1956, mudou-se, com a família, para o Rio de Janeiro, aí ora advogando, ora lecionando. Em 1964, transferiu-se para Brasília, onde faleceu em 16.6. 1985. Deixou um romance inédito e grande número de poemas, alguns deles publicados em jornais, revistas e antologias. Saiu em 2004, pelas Edições Galo Branco, do Rio de Janeiro, o seu livro de poesia – Invenção do Espanto. 

Fonte: http://www.antoniomiranda.com.br

Visite também:

10 comentários:

Gianna disse...

Che belli i due cuoricini.
Buon fine settimana, Furtado

✿ chica disse...

Poema lindo ,mais esse da tua escolha! abraços,lindo fds!chica

Everson Russo disse...

Que esses dois corações estejam sintonizados em amor...abraços de bom final de semana pra ti meu amigo.

Maria disse...

Meu amigo não conhecia o poeta, obrigado pela partilha, gostei imenso.
Bom fim de semana
Beijinhos
Maria

Valéria Sorohan disse...

Achei super divertido esse poema. Gostei bastante.

Um beijooO*

ReltiH disse...

UN TEXTO DE MUCHA CALIDAD.
UN ABRAZO

Everson Russo disse...

Um belo sábado pra ti meu amigo...abraços.

José María Souza Costa disse...

Eu quero apenas, e tão somente, Um só coração, desde que este saiba....Amar

Boris Estebitan disse...

Hola, ha sido un enorme gusto pasar por tu genial blog, te felicito mucho, tienes un buen blog, te invito de manera cordial a que visites el Blog de Boris Estebitan y leas un escrito mio titulado “Caminando bajo la luz de la luna”, te espero ahí, que pases un buen fin de semana.

Livinha disse...

Bem verdade quando se diz do ditado:
Que um é pouco, dois é bom e três seria um estrago.
O que fazer com dois corações quando um bomba dentro do peito
buscando outros mais...

Belíssimas falas do autor
esse coração da boca que fala
em chamas de amor...

Meu amigo
deixando-te um abraço
e um domingo de muita paz
junto aos teus...

Ah, Por onde anda a Bruninha hem?
Diga-lhe que na blogosfera, quem entra não pode sair... rsrss

Bjs

Livinha

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...