segunda-feira, 10 de outubro de 2011

H



Sei que dez anos nos separam de pedras 
e raízes nos ouvidos 

e ver-te, ó menina do quarto vermelho, 
era ver a tua bondade, o teu olhar terno 
de Borboleta no Infinito 

e toda essa sucessão de pontos vermelhos no espaço 
em que tu eras uma estrela que caiu 
e incendiou a terra 

lá longe numa fonte cheia de fogos-fátuos. 

António Maria Lisboa 


Nasce em Lisboa, a 1 de Agosto de 1928. Frequenta o Ensino Técnico. A partir de 1947 forma com Pedro Oom e Henrique Risques Pereira um pequeno grupo à parte das actividades dos surrealistas. Em Março de 1949 parte para Paris, onde permanece por dois meses. Datam provavelmente daí os seus primeiros contactos com o Hinduísmo, a Egiptologia, com o Ocultismo em geral. De volta a Lisboa, colabora com poemas e desenhos de títulos estranhos (Pequena Históra a Mais Fantástica dos Amorosos, Marfim Peixe, etc.) na qual se chamou «1 Exposição dos Surrealistas», do grupo dissidente. A partir dessa altura, a amizade com Mário Cesariny acompanhá-lo-ia até aos últimos dias. Em 1950 colabora na redacção de vários manifestos e, em carta a Cesariny, faz as primeiras declarações com referência aos objectivos do movimento surrealista. Apesar da aproximação, Lisboa prefere intitular-se «metacientista», e não surrealista, porque, argumenta, numa carta a Mário Cesariny, a «Surrealidade não é só do Surrealismo, o Surreal é do Poeta de todos os tempos, de todos os grandes poetas». Morreu de tuberculose com 25 anos. 

Fonte: http://www.portaldaliteratura.co/autores.php?autor=303#ixzz1a85B7B3d 

Visite também: 

8 comentários:

Pena disse...

Fabuloso e Estimado Amigo:
A Blogosfera fica mais rica com a sua agradável presença.
Um texto soberbo que narra a pureza do seu carácter grandioso.
Excelente escolha.
É genial e talentoso.
Bem-Haja, pela honra da sua pura amizade.
Com respeito pela sua magia extraordinária no que concebe de encanto e majistral beleza aos olhares de todo o nosso Planeta.
Sempre a admirá-lo, precioso amigo.

pena

É um Ser Humano fantástico.
Bem-Haja, pela sua excelência de pensador admirável.
Sempre a estimá-lo

pena

Irene Alves disse...

Um gosto ter encontrado este blogue.
Tenho um blogue onde insiro poesia
que me cedem.Tinha muito gosto
em inserir algo deste blogue.Se
autorizar basta que me deixe um
comentário.O blogue é:
http://sinfoniaesol.wordpress.com
Já me registei neste blogue.
Voltarei.
Um abraço
Irene

✿ chica disse...

Muito linda mais essa poesia aqui! Que bom que o AVISO sumiu!!! abração,chica

Flor da Vida disse...

Lindo poema que nos envolve a alma...

Estou feliz em estar aqui com você novamente, mesmo que seja rapidinho.
Saudades de ti meu amigo.

Carinhos de flor pra ti viu?
Beijos de Luz

Everson Russo disse...

O teu olhar terno de borboletas do infinito,,,isso é muito belo...abraços meu amigo e uma bela semana pra ti.

REGGINA MOON disse...

Furtado,

Maravilha de postagem!!

Realmente muito bom vir em seu Blog!!

Parabéns!

Beijos e Boa Semana!

Reggina Moon

Regina Mendes disse...

Boa noite!

"Louvem ao SENHOR pela sua bondade, e pelas suas maravilhas para com os filhos dos homens."
(Salmo 107:31)

Que o Senhor lhe cubra de bênçãos e lhe conceda uma semana de paz!

Blog Yehi Or!
htto://www.hajalluz.blogspot.com

ONG ALERTA disse...

Os amantes deixam suas matcas, beijo Lisette.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...