segunda-feira, 28 de agosto de 2017

O Adeus.

   

O ADEUS 

Eu já não mais entendo ao certo,
Este teu modo estranho de agir.
Me rejeitas se estou por perto,
Me reclamas se não posso vir.

Criticas quando estou ausente,
Lamentas de suposta solidão.
E com este teu jeito demente,
Me falas de amor e paixão.

Estou farto das tuas artimanhas,
Das tuas promessas descabidas.
Pois com mentiras, somente ganhas,
Desamores e dores incontidas.

Sozinho, seguirei meu caminho,
Atrás de carinhos que não sejam teus.
Atrás de alguém para botar no meu ninho,
Pois para ti, somente resta o adeus.

R.S. Furtado.

Visite também:
Clicando aqui:

9 comentários:

✿ chica disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
✿ chica disse...

Um adeus bem expresso e bem explicado em cada verso! Lindo! abração, ótima semana,chica

Elvira Carvalho disse...

O fim de um amor é sempre algo complicado. Mas já lá dizia a minha avó. A nódoa de uma amora, com outra amora se tira.
Estou de volta.
Um abraço e boa semana

Maria Rodrigues disse...

Por vezes o melhor a fazer é mesmo dizer Adeus.
Lindo poema
Um abraço
Maria de
Divagar Sobre Tudo um Pouco

Francisco Manuel Carrajola Oliveira disse...

Ás vezes é doloroso, mas o melhor é mesmo dizer adeus e seguir caminho.
Uma bela poesia.
Um abraço e boa semana.

Andarilhar
Dedais de Francisco e Idalisa
Livros-Autografados

Daniel Costa disse...

Furtado
O poema inegavelmente é bem construído com as verdades destes mundo, revelando poder de observação do poeta. Gosto e subscrevo-o perfeitamente.
Abraço de admiração

Acordar Sonhando . SOL da Esteva disse...

Embora o adeus nunca seja um acto definitivo, vezes há que é doloroso; outras... um alívio.
Belo Poema.


Abraço
SOL

Jaime Portela disse...

Quando se é preso por ter cão e por não ter, o melhor mesmo é dizer adeus...
Excelente poema, gostei imenso.
Bom fim de semana, caro Furtado.
Abraço.

Evanir disse...

Hoje estou passando somente para matar
essa saudade tão doida dos ultimos tempos.
E comigo veio uma frase do querido padre
Fabio de Melo...
Se pela força da distância você se ausenta,
pela força que há na saudade você voltará...
Um carinhoso abraço beijos.
Evanir.
Amigo lindo seu poema
é gratificante estar aqui
meu amigo