segunda-feira, 24 de outubro de 2016

Sonho lindo.

  

SONHO LINDO

Foi tão grande a ventura que eu obtive,
Naquele sonho que durou tão pouco.
Por Deus te peço não me julgues louco,
Pois bem não sei, se é que sonhando estive.

A forte angustia que em meu peito vive,
Vi transformar-se em devaneio vago,
No doce enlevo que recordo e afago,
Do sonho lindo que contigo tive.

Não procuro ilusão que lenitiva,
Meu sofrer ou esperança que me embala.
Pois nada existe que se iguala,
Ao sonho lindo que contigo tive.

Não procuro emoção que te cative,
Estejas tu de mim perto ou distante.
Quero apenas lembrar por um instante,
Do sonho lindo que contigo tive.

Já da vida eu estando no declive,
Meu coração, inativo descansa.
Nem beijos nem paixão, grata lembrança
Daquele sonho que contigo tive.
 
Reedição
 
R.S. Furtado

Visite também:
Clicando aqui:

9 comentários:

Elvira Carvalho disse...

E o poeta que há em si, apanhou na perfeição a beleza do sonho.
Um abraço e uma boa semana.

✿ chica disse...

Lindo sonho e poema sempre bem inspirado.abração, já de volta, paraíso , chica

Rosa Mattos disse...

Bem bonito os versos e lindamente construído, Rosemildo.

abraços/

Francisco Manuel Carrajola Oliveira disse...

Um belo e magnifico sonho traduzido numa bela poesia amigo Rosemildo.
Um abraço e boa semana.

Edumanes disse...

Nesse sonho, tão, lindo se inspirou,
escreveu um poema ainda mais lindo
na cama com a felicidade se deitou
com esperança se levantou sorrindo!

Boa tarde amigo Furtado, um abraço,
Eduardo.

lua singular disse...

Quando se está em declive, os sonhos doidos vem perturbar, mas quando acorda e se vira vê-se um amor que já foi paixão, agora acorda cansado.
Abraços

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

Sonhos lindos merecem poemas lindos. Parabéns, amigo. Abração.

Silenciosamente ouvindo... disse...

É um poema muito bonito de um sonho lindo.
Amigo espero/desejo que se encontre bem.
Estou ausente uns tempos do m/país.
mas já regressei e estou a visitá-lo.
Abraço.
Irene Alves

SILO LÍRICO - Poemas, Contos, Crônicas e Outras disse...

Lindo poema muito bem construído e de profunda inspiração que inspira:

Se eu sonhasse qual o poeta assim,
Viveria do sonho o mais real
Momento alegre porque, afinal
Viver o sonho, é viver, pra mim.

Qual sonhador em torre marfim,
Vivo no rés do chão, mas não faz mal,
Porque eu sonho não de eventual
Poeta, mas palhaço ou arlequim

Usando a fantasia de um poeta
Sem rumo certo, sem destino ou meta,
Eu sinto orgulho em ser versejador.

Sei escrever com fôlego de atleta
Mas tenho a alma santa e analfabeta
E de poeta sou só sonhador.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...