segunda-feira, 11 de maio de 2015

Felicidade.

FELICIDADE

Sempre que a procurava, era inútil, ela não ligava,
Fingia não me ver, seguia em frente, ia embora.
E eu numa tristeza infinda, me mal dizia, me amargurava,
Mas, insistia no meu intento, em todo momento, a toda hora.

Às vezes, eu por ela passava e humildemente a olhava
Na esperança que um dia, na minha vida ela entrasse.
E indiferente a tudo, como sempre ela me ignorava,
Tirando-me a ilusão que da minha vida compartilhasse.

Com muita obstinação continuei, da luta jamais desisti,
Sem relutar dei tudo de mim, o possível e o impossível.
Cansei, tropecei, caí, levantei, investi na batalha, persisti,
Decididamente não esmoreci, acreditei ser previsível.

Hoje, dou graças ao Senhor por me ter proporcionado,
Saber da força do seu poder e da sua infinita bondade.
Pois ao acordar, como um lindo troféu estava ao meu lado,
A minha querida tão sonhada e almejada felicidade.

R.S. Furtado. 

Visite também:
Com a História da Literatura Portuguesa
Clicando aqui:
 

17 comentários:

Francisco Manuel Carrajola Oliveira disse...

Magnifico gostei de ler esta felicidade.
Um abraço e uma boa semana.

Laura Santos disse...

Muito belo, Furtado!
E a prova provada de que muitas vezes, até no amor, perseverança será recompensada. A felicidade também implica muita luta, e com o amor a comandar a vida, o sonho pode tornar-se realidade. Como se tornou.
Boa semana, Furtado, e muita felicidade, sempre!
xx

✿ chica disse...

Que bom te ler e ver esse encontro com ela, felicidade! abração, linda semana! chica

Bell disse...

Nunca podemos desistir!!!

Elvira Carvalho disse...

Muito bonito. Felicidade não aparece de mão beijada. É preciso lutar por ela.
Um abraço

lua singular disse...

Oi amigo,
A gente corre tanto atrás da felicidade,por quê? Se quiser saber leia nas minhas Postagens Populares: A procura da felicidade.
Beijos
no coração

Wanderley Elian Lima disse...

Este é o troféu da persistência.
Abraço

Poções de Arte disse...

Belo poema!
Geralmente ela está tão perto de nós, mas ficamos buscando grandes demonstrações. Aí, na sutileza e sempre com o coração agradecido, ela aparece para ficar.
Abraços e lindo dia.
Márcia.

SOL da Esteva disse...

A felicidade assim "cantada" deve tornar-se guia e caminho para a sua concretização.


Abraços


SOL

MARILENE disse...

Não há facilidade nesses caminhos, que exigem persistência e fé. De cada pedra nasce uma nova construção e, quando menos se espera, ela é habitada pelo sonho que se tornou realidade. Abraço.

CÉU disse...

Olá, Rosemildo!

Gostei muito deste poema, devido à temática e à disposição dele: quatro estrofes com quatro versos.

Com k então, a D. Felicidade não queria nada com você! Foi preciso lutar, insistir, e um dia, ela surgiu, ao seu lado, presumo k na cama, ao acordar. Valeu a pena sua perseverança.

Agradeço visita e agradável comentário. Qto a você, aspeto físico e mental, fiquei mto feliz por se encontrar, assim, tão bem.

Dias felizes!

Abraço.

Maria Teresa Valente disse...

Poema muito lindo, a fé é o caminho, encontrá-Lo nos dará a paz, só assim seremos felizes. Linda declaração de Amor a Deus, Furtado, amei, abraços carinhosos
Maria Teresa

Erica Gomes disse...

Muito bonito.

Tais Luso disse...

A felicidade é feita de momentos, e cabe a nós conseguirmos estender ao máximo tais momentos. O maravilhoso será quando conseguirmos emendar um momento no outro, logicamente de felicidade.

Bjus, amigo Furtado!

ReltiH disse...

GRAN TEXTO!!! EXCELENTEMENTE GESTADO.
UN ABRAZO

Zilani Célia disse...

OI ROSEMILDO!
QUE LINDO!
UM TEXTO NO QUAL PUSESTE MUITA POESIA E CORAÇÃO.
AMEI.
ABRÇS
http://zilanicelia.blogspot.com.br/

Elvira Carvalho disse...

Passei.
Deixo um abraço e bom Domingo

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...