segunda-feira, 5 de novembro de 2018

Dama da sociedade.


DAMA DA SOCIEDADE 

Ela já não é mais a mesma de outrora,
Passava, olhava, e jamais ia embora,
Sem antes mostrar o seu requebrado.
Fazia questão de gingar, remexer,
Para que os homens ficassem a viver,
Pensando e sonhando com seu rebolado.

Saia transparente, blusinha decotada,
Por baixo a calcinha, na glútea colada,
Pois somente pensava, em chamar atenção.
Soutien nem pensar, a blusa era fininha,
E mostrar os biquinhos, só queria a mocinha,
Maliciosa, dos homens levantar o tesão.

Pudor? O que era? Ela nem sabia!
Para ela, vergonha, também não existia,
Pois para ela o belo, era para ser mostrado.
Preconceito é bobagem, todos que se danem,
É meu e eu mostro, os homens que se inflamem,
Vou viver minha vida mostrando meu legado.

Hoje, o tempo depressa, num instante passou,
Muitos não acreditam, a mocinha mudou,
Leva uma vida recatada, com pudor, sem maldade.
E o respeito de todos, ela então conquistou,
Encontrou um bom partido, é feliz, se casou,
É mulher refinada. Ilustre dama da sociedade.

R.S. Furtado.

Reedição

Visite também:
Clicando aqui: 
 

9 comentários:

Rejane Tazza disse...

Bela poesia e nela a mudança de vida...

Um aviso: reabri o coisinhas da chica, atendendo a alguns pedidos, entre eles, o teu! abração,chica

Elvira Carvalho disse...

Há um tempo para tudo. Para seduzir e para ser recatada. Bonito poema
Abraço e boa semana

GERALDO RIBEIRO disse...

Olá, Rosemildo.
Muito bom esse poema, hoje essas cenas são muito mais comuns do que quando erámos jovens.

Um abraço, paz e bem

CÉU disse...

Olá, Rosemildo!

Um bom poema, onde nos mostra a mocinha pronta a seduzir, a se entregar ao 1º homem, que lhe pagasse e depois a senhora casada, já com postura, enfim, uma lady.

Beijos e boa semana.

Marli Terezinha Andrucho Boldori disse...

Bom dia, Rosemildo,
muito interessante seu poema, pois aborda um tema
conhecido por todos, porém esta história pode-se dizer ser verdadeira,
porque acontece na vida real.
Muitas senhoras da sociedade já foram um dia, "Damas da Noite".
O tempo passa e tudo muda. Abraços!

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

Ora, que bom isso. Que tenha se encontrado na vida, que tenha um par, um amor. Abração.

Tais Luso disse...

Você mostrou numa construção poética muito bonita, toda a realidade de nossa sociedade. A metamorfose de uma 'dama da noite' para uma 'recatada e refinada dama' da sociedade.
Beijo, Rosemildo, um bom finalzinho de semana.

Smareis disse...

Olá Furtado!
Um poema excelente que definiu tão bem a realidade de uma dama da noite.


Um abraço, um sorriso e um excelente mês de novembro.
Escrevinhados da Vida

Jaime Portela disse...

Uma história poeticamente bem contada.
Gostei imenso do seu poema, é magnífico.
Caro Furtado, bom fim de semana.
Um abraço.