quinta-feira, 1 de fevereiro de 2018

Tentar ver o dezoito.


TENTAR VER O DEZOITO

Mais um ano se foi, e eu dele me despedi,
Mesmo com os reveses da vida, fui encarando.
Pois, dos obstáculos apresentados, jamais temi,
De cabeça erguida, sempre fui enfrentando.

Chegou o ano novo, e dele um mês vi passar.
Que DEUS me dê forças para o resto resistir.
E as minhas baboseiras, continuar a postar,
Porque a minha FÉ me permite prosseguir.

Seguirei firme, com todos no mundo da net,
Não porque pretenda parecer-me afoito.
Se com setenta e cinco anos vi o dezessete,
Por que com mais um, não tentar ver o dezoito?

MEUS QUERIDOS AMIGOS!

Hoje estamos regressando de um pequeno período de descanso, quando aproveitamos para fazer uma breve e necessária manutenção na carcaça, assim como concatenar as ideias para que possamos oferecer o melhor possível aos nossos pesquisadores, amigos e seguidores.

Gostaríamos se possível, continuar contando com essa maravilhosa atenção e compreensão de todos, pois é exatamente esse apoio que nos fortalece e nos induz a continuar.

Agradecemos de coração pelas honrosas visitas e amáveis comentários deixados nos nossos humildes espaços, prometendo retribuí-las, pois, conforme costumo dizer, quem visita quer ser visitado, isso porque, a reciprocidade deverá estar sempre acima de tudo.

Muito obrigado e beijos no coração de todos!

“QUE DEUS SEJA LOUVADO!”

Rosemildo Sales Furtado
Arte & Emoções
Literatura & Companhia Ilimitada 
 

17 comentários:

✿ chica disse...

Todo mundo pouco a pouco retornando das férias... Que bom te ver e vamos que vamos pra mais um ano... E que assim passemos os anos, sempre blogando, enquanto der! abração, chica

Edumanes disse...

Tentar você tentou,
e bem viu a brilhar
no dia em que chegou
para mais nos alegrar!

Dois mil e dezoito,
um mês já se passou
não medroso afoito
agora andando vou!

Embora mão me mandou,
mas antes quero dizer
seu poema me agradou
voltarei para mais ler!

Tenha uma boa noite caro amigo Furtado, um abraço,
Eduardo.

CÉU disse...

Olá, menino Rosemildo! Seja bem-vindo à sua casa, espaço e aos seus amigos virtuais!

Foi com mto agrado que li teu comentário no meu blog. Evidente que você escolheu logo os versos mais emblemáticos de meu poema: conhecer todos os roteiros íntimos do corpo da amada e então não há cansaço, que chegue. É como Vasco da Gama, qdo descobriu o caminho marítimo para Índia.

Você continua fazendo poesia de um jeito mega natural, muito interessante e sem dizer qualquer baboseira. 75. Ah, é um mocinho ainda. Lá para os 90, então, começará, talvez, o reumático, mas até lá, continue amando e se divertindo.

Nada de agradecimentos. Estou aqui, pke quero, apenas e só.

FELIZ REGRESSO E EXCELENTE ANO DE 2018.

Beijinho, beijinho.

Elvira Carvalho disse...

É claro que vai ver. Com a Graça de Deus.
Fiquei contente por o ver de voçta
Abraço

Francisco Manuel Carrajola Oliveira disse...

Pois é amigo Rosemildo vai ver o dezoito e muitos mais tenho a certeza.
Um abraço e bom fim-de-semana.

Andarilhar
Dedais de Francisco e Idalisa
O prazer dos livros

Mariazita disse...

Amigo Furtado
Grata por suas gentis palavras na minha "CASA".
Antigamente dizia-se que "toda a carta merece resposta". Eu digo que toda visita merece retribuição. Faço-o sempre, mas reconheço que há pessoas que assim não procedem.
É lá com eles!
Pois, meu amigo, havemos de festejar aqui os setenta e seis, tal como festejámos os setenta e cinco. Acredite em mim!
Espero que tenha aproveitado bem as férias e tenha vindo com as energias renovadas.
Que seus dias sejam muito felizes.

Bom Fim-de-semana
Beijinhos
MARIAZITA / A CASA DA MARIQUINHAS

Maria Rodrigues disse...

Gostei muito de o ver regressar.
Meu amigo havemos de comemorar muitos e muitos mais anos divagando por aqui.
Beijinhos
Maria de
Divagar Sobre Tudo um Pouco

Lucinalva disse...

Olá Rosemildo, belo poema, é importante um tempo para descansar, abraços

Acordar Sonhando . SOL da Esteva disse...

O dezoito já cá está,
É só viveres todo o dia.
Regenera no que há
E vive só de alegria
Porque o tempo é amanhã.


Abraço
SOL

Artes e escritas disse...

Guiado pela fé, vais bem; difícil é esperar que todos acreditem num ser superior e invisível que está vivo porque deu a vida, mas essa é uma missão, dizer que tudo pode dar certo. Um abraço, Yayá.

Maria Teresa Valente disse...

Amém...
Boa noite Furtado, como é bom te ver firme, sempre com muita fé.
A fé é o melhor alimento do ser humano, através dela nos fortalecemos...
Tenho certeza que estarás nos presenteando com seus versos e poemas por muitos e muitos anos, Deus o abençoe querido amigo!
Felizes dias, abraços carinhosos
Maria Teresa

lua singular disse...

Oi Rosemildo,
Saudades de você. Que tenha um 2018 cheio de saúde e muito bel prazer.
Beijos no coração
Lua Singular

Clau disse...

Boa noite Furtado \o/
Você não escreve boboseiras,
são textos ritmados
e gostosos de ler!
Que possamos continuar
interagindo na blogosfera
nesse 2018 :)
Beijos e ótima semana!

Valdete Cantu disse...

Boa noite meu amigo Furtado!Retribuindo a carinhosa visita.Continue firme e veras o seu sucesso muito tempo.Uma abençoada semana para você e sua família.

Abraço.

Valdete Cantu.

lis disse...

Obrigada da visita Furtado
Boas vindas_ também estou retornando de um pequeno descanso nesse verão.
Bons dias, linda inspiração sempre

Pedro Antônio de Oliveira disse...

Olá, meu amigo Rosemildo!

Que alegria ler seu poema! Você é jovem como uma criança e sabe como ninguém nos encantar com suas palavras!

Desejo-lhe um 2018 maravilhoso, repleto de amor, saúde e alegrias!

Muita poesia nesta vida!

Um abração carinhoso do amigo Pedro Antônio de Oliveira
www.atorremagica.blogspot.com

Tintinaine disse...

Encontrei o seu comentário no meu blog a que dou pouca atenção e por isso a demora em pagar a sua visita.
Gostei de saber que estamos na mesma casa etária, a caminho dos 80, onde espero chegar, mas que seja com saúde, pois sem ela não vale a pena.
Encontrei aqui alguns amigos e comentadores que conheço de outros blogs, ou seja, foi uma visita compensadora. Um abraço!