segunda-feira, 27 de abril de 2015

Inalcançável.


INALCANÇÁVEL

O homem desperta na manhã da vida,
A bagagem precisa então avia.
- Consciência, saber e uma incontida,
Vontade de vencer na qual confia.

Sem temor parte, e, logo na partida,
Uma esperança companheira o guia.
Em toda sua luta empreendida,
Em busca do ideal que acaricia.

Mesmo quando da vida a noite desce,
O homem aspira ainda e, ainda crente,
Continua a lutar, não esmorece.

E assim, a vida passa e ele não cansa,
De correr noite e dia imensamente,
Atrás sempre de um bem que não alcança.

R.S. Furtado 

Visite também: 
Com a História da Literatura Portuguesa 
Clicando aqui:

17 comentários:

Francisco Manuel Carrajola Oliveira disse...

Um belo poema e muito bem ilustrado, Inalcançável mas sem desistência.
Um abraço e uma boa semana.

Laura Santos disse...

Belíssimo soneto, Furtado!
O inalcançável é a grande meta humana, o que nos leva a insistir e continuar com intenção e força todos os nossos empreendimentos.
Muito bom!
xx

Maria Teresa Valente disse...

Bom dia Furtado, o "Inalcançável" é a nossa meta de todos os dias, é o que nos propulsiona para a frente é a razão de nosso viver: "sempre mais um dia", mais que isso não podemos ter!!!
"Quiçá amanhã", iremos nos ver???
Lindo poema, que traduz a confiança em um Deus que nos guia. Obrigada, abraços carinhosos
Maria Teresa

✿ chica disse...

Lindo e importa é nunca desistir.Continuar tentando! abração, linda semana,chica

lua singular disse...

Oi Furtado,

Se pudéssemos ultrapassaríamos o inalcançável.
Linda a sua poesia
Beijos

Jeanne Geyer disse...

lindísswima tua poesia, métrica e rimas primorosas. bjs

http://espiritismofacilitado.blogspot.com.br/

Elvira Carvalho disse...

O homem nunca está satisfeito com o que tem. E a sua insatisfação faz com que ande toda a vida a correr e infeliz.
Muito bonito o poema.
Um abraço e uma boa semana

CÉU disse...

É assim, a natureza humana, Rosemildo. Nunca ninguém está satisfeito com o k já alcançou, e portanto, continua palmilhando, mtas vezes, desnecessariamente.

Boa semana!

Zilani Célia disse...

OI ROSEMILDO!
LINDO.
AS LUTAS SÃO DURAS, MAS, ENQUANTO LUTAMOS, VIVEMOS.
ABRÇS
http://zilanicelia.blogspot.com.br/

Edumanes disse...

Inalcançável, tão alto está,
Sem ele não seria maravilhoso
toda a luz e calor que o sol nos dá
igual, no mundo,não há outro!

Corre, corre para alcançar,
porque tem esperança, não desiste
mesmo cansado, pensa não estar
quem ama não vive triste...

Tenha amigo Furtado,
uma boa tarde, um abraço,
Eduardo.

Helena disse...

Rosemildo, aqui estou de volta às lides blogueiras, visitando os amigos queridos e lendo o que ficou para trás nesse meu afastamento.
Encantei-me com os poemas: Jesus Cristo e Mudanças, que caracterizam bem essa tua magia de transformar versos em verdadeiras pérolas.
Também o poema de agora nos mostra bem como o homem persegue a vida inteira um objetivo, busca realizar um sonho, tendo sempre alguma coisa para alcançar, descobrir, pesquisar. E assim a vida vai se completando e feliz daquele que ao final ainda tem um restinho de sonho para sonhar...
Meu amigo, quero agradecer o belo comentário que deixaste lá no meu cantinho e os votos formulados. Estou bem agora, e feliz da vida por estar novamente visitando as casas dos amigos queridos, assim como tu.
Deixo-te sorrisos e estrelas para enfeitar as horas dos teus dias junto da família,
Helena

luís rodrigues coelho Coelho disse...

É preciso estar insatisfeito é preciso lutar para conseguir mais e melhor

SOL da Esteva disse...

Sempre que desejamos a perfeição, tornamo-nos guerreiros. A perfeição é inalcansável, mas esse é o que valoriza o Caminho.
Belo Soneto.



Abraços



SOL

Silenciosamente ouvindo... disse...

A incansável procura...
Gostei amigo.
Desejando que se encontre bem.
Abraço amigo.
Irene Alves

Tais Luso disse...

Olá, Rosemildo, cá de volta, me deparo com esse belo poema.

"E assim, a vida passa e ele não cansa, De correr noite e dia imensamente, Atrás sempre de um bem que não alcança".

Bem, depende: se for um obcecado, que nada o deixa satisfeito, é uma coisa; se luta por uma causa nobre e que valha a pena, é outra!
Toda nossa luta é muito relativa. Enquanto certas lutas nos orgulham, outras nos desmerecem.
Beijos, amigo!

José María Souza Costa disse...


Estimado, Rosemildo.

A vida, exigirá sempre de nós. Esse tecer de luta.
Bom fim de semana. Abraços

ReltiH disse...

UN POEMA MUY INSPIRADOR.
ABRAZOS

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...