quarta-feira, 5 de novembro de 2014

Voz íntima.

 

VOZ ÍNTIMA

Fecha-te, sofredor, na alva túnica ondeante
Dos sonhos! E caminha, e prossegue, embebido,
Muito embora, na dor de um fiel celebrante
De um estranho ritual desdenhado e esquecido!

Deixa ressoar em torno o bárbaro alarido,
Deixa que voe o pó da terra em torno... Adiante!
Vai tu só, calmo e bom, calmo e triste, envolvido
Nessa túnica ideal de sonhos, alvejante.

Sê, nesta escuridão do mundo, o paradigma
De um desolado espectro, uma sombra, um enigma,
Perpassando sem ruído a caminho do Além.

E só deixes na terra uma reminiscência:
A de alguém que assistiu à luta da existência,
Triste e só, sem fazer nenhum mal a ninguém.

Amadeu Amaral 
  
Leia mais um belo soneto e um resumo da biografia do autor aqui:

Visite também:
Com a História da Literatura Portuguesa
Clicando aqui:

10 comentários:

✿ chica disse...

Soneto lindo, versos de quem tranquila e pacificamente passou pela vida! abração, tudo de bom,lindo dia! chica

Lúcia Bezerra de Paiva disse...

Não conhecia, o poeta!
Belo soneto, interessante biografia.
Um abraço, Furtado!

Tais Luso disse...

Olá, Furtado, não conhecia o poeta e fui lá ver... Autodidata!! Poxa...
Quis saber, também, onde se enquadrava a poesia dele, pós-parnasiana. Achei linda!
Aqui a gente sai sabendo, obrigada, amigo.
Grande abraço!

Maria Teresa Valente disse...

Oi Furtado, me pareceu triste e faleceu novo. Mas, me chamou atenção pelas conquistas profissionais, autodidata, devia devorar livros, não? além das pesquisas!!! Não o conhecia, agradeço, abraços carinhosos
Maria Teresa

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Lembrou-me os "Versos Íntimos" de Augusto dos Anjos.
Bem ao estilo da época. Lindo!
Abraço, Rosemildo

Pérola disse...

Uma voz que faz parte de cada um de nós.

Gostei muito da poesia.

Beijinhos

Bell disse...

Todo mundo tem uma voz intima que fala internamente.

Um lindo dia pra vc =)

Laura Santos disse...

Dois belos sonetos do Amadeu Amaral.
A Voz Íntima, sobre essa vida por vezes agreste e triste que temos que atravessar, mas com a necessidade de andar sempre adiante em direcção ao Além, e do Crepúsculo Sertanejo, gostei ainda mais. Dessa mescla entre um animal e a própria Natureza, simbiose em que tudo se liga na mesma zoada, na luz e na sombra.
Muito bonito!
xx

SOL da Esteva disse...

A Poesia é vida. Poderá ser alegre ou triste, mas sempre traduz uma vivência e um estado de espírito.
Gostei desta escolha.



Abraços



SOL

ReltiH disse...

UN TEMA MUY SIGNIFICATIVO!!!!
UN ABRAZO

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...