segunda-feira, 20 de outubro de 2014

Primavera.

PRIMAVERA

Derrama luz e sol, o céu parece,
Uma imensa turquesa incandescente.
E, o vento como fera que enfurece,
A folhagem açoita rudemente.

A terra estica exuberantemente,
O seio acolhedor e amplo oferece.
Em seu regaço, cada uma somente,
Que se abriga de gozo ela estremece.

Um sorriso vital demonstra tudo,
Provocante, sereníssimo, vagueia.
Um fecundo perfume pelo espaço.

Só eu – tristonho poeta – quedo e mudo,
Sinto apenas na vida que entoneia,
O túmulo a seguir-me passo a passo. 

R.S. Furtado 

Visite também: 
Clicando aqui:


11 comentários:

Maria Teresa Valente disse...

Lindo, mas triste. Acho difícil festejar a primavera, lembrando da morte, apesar que ao poeta tudo é possível.
Conheci seu outro espaço, tentei comentar, mas não consegui. A minha conexão é precária. Parabenizo, vou seguir também, abraços carinhosos
Maria Teresa

✿ chica disse...

Lindo teu poema inspirado na primavera. Mas a morte tem mais cara de inverno,rs..freia, feia, cinza...Na primavera. vida! Valeu! abração, linda semana,chica( e falta muito pro caixão te pegar,TOMARA!!!Temos muito que te ler ainda!))

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Gostei muito do soneto. Gosto dos contrastes.
Tenha um bom dia, Rosemildo.
Abraço,
Renata

Helena disse...

Primavera, túmulo, morte... Será que combinam? Acredito que apenas na imaginação do poeta que a tudo é permitido.
De qualquer forma, amigo, deixas tua marca de profunda sensibilidade neste belo soneto. Afinal, a Primavera nos traz as flores, e elas servem para enfeitar os grandes acontecimentos da vida como também para enfeitar a morte... E não será a morte também um grande acontecimento?
Aprecio muito as tuas postagens sobre outros autores, mas confesso que muito me agrada vir aqui e encontrar uma postagem com algo de tua safra, pois também te considero um grande poeta e tuas obras devem também ser divulgadas para a apreciação daqueles que te seguem.
Deixo-te sorrisos e estrelas enfeitando a tua semana junto aos teus.
Helena

Bell disse...

Que a primavera floresça o melhor dentro de nós =)

Nilson Barcelli disse...

Um soneto brilhante.
Parabéns pelo talento que as tuas palavras revelam.
Tem uma boa semana, caro amigo Furtado.
Abraço.

Edumanes disse...

A primavera é linda,
linda rosa na roseira
perfumada menina
seja feliz a vida inteira.

Pois, mesmo nada será absurdo,
parabéns, eu escrevo assim rimando.
para os mestres das letras no mundo
são poetas e poetizas imaginando!

Um abraço e boa noite amigo Furtado.

ReltiH disse...

MUY BRILLANTE TU POEMA. EXCELENTE!!!
UN ABRAZO

Tito disse...

Olá, Rosemildo!
Li e reli algumas vezes. Prende a atenção. Muito legal.
Abraço!

SOL da Esteva disse...

Palavras que tocam o início e o fim.
A alegria deve viver na Primavera e esticar-se para além do Inverno.
Gostei.


Abraços


SOL

luís rodrigues coelho Coelho disse...

Faz muito tempo que não nos encontramos nem nos visitamos. Por mim não estás esquecido, mas o trabalho tem sido muito e por vezes não conseguimos chegar a todo o lado.

Gostei do teu testemunho deixado no blogue -Batalhão de Caçadores.
O tabaco e a bebida.
Felizmente que também me libertei dessas correntes pela graça de Deus.

A vida desregrada e estes e prazeres arruínam-nos a saúde e a carteira.
Parabéns por te teres libertado e por partilhares o teu testemunho.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...