terça-feira, 2 de setembro de 2014

Pouco importa.

 

POUCO IMPORTA

Pouco importa que agora chova,
Ou também que se espalhe o sol.
Pouco importa que a terra se mova,
Ou que se mantenha num ponto só.

Pouco importa se a lua é cheia,
Crescente, nova, ou minguante.
Pouco importa se está muito feia,
Ou se está linda e brilhante.

Pouco importa a hora do dia,
Se tarde, noite, ou madrugada.
O mais importante é a companhia,
Que ora me faz, minha bem amada.

Pouco importa se está muito calor,
Ou mesmo frio, ou gelado lá fora.
O que importa é este lindo amor,
Que aqui dentro curtimos agora.

R.S. Furtado. 

Visite também:

8 comentários:

MARILENE disse...

Nada mais interessa quando se tem a companhia desejada. O tempo, a temperatura... meros detalhes, indiferentes nos ninhos de amor. Abraço.

✿ chica disse...

Muito lindo e o que vale é o amor vivido lado a lado , olho no olho, sentido de verdade! LINDA inspiração! abração, tudo de bom,chica

ReltiH disse...

SI MI AMIGO, TIENES TODA LA RAZÓN.
UN ABRAZO

Urbano Gonçalo disse...

O que importa não é?!! O que contam são as emoções, elas prevalecem elas são eternas fieis e insubstituíveis não é?!!
Fica bem, parabéns por mais um belo poema.

SOL da Esteva disse...

Realmente, pouco importa o demais.
Com muita propriedade,
"[...]O que importa é este lindo amor,
Que (...) curtimos[...]".
Haja esse Amor.


Abraços


SOL

Laura Santos disse...

Ah que lindo poema, Furtado!
És um poeta maravilhoso, e abençoada musa em quem sãos inspirados os versos.
Sim, pouco importa o que se passa no exterior quando dento de uma casa existe amor.
Gostei muito. Parabéns!
xx

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Muito lindo e inspirado. Rosemildo.
Abraço,
Renata

Tais Luso disse...

Lindo, amigo Furtado! Poemas assim são ótimos para uma pausa da realidade! Encher o coração de beleza, de amor... que bom.

Grande abraço!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...