segunda-feira, 18 de agosto de 2014

A Iara.

A IARA

Vive dentro de mim, como num rio,
uma linda mulher, esquiva e rara,
num borbulhar de argênteos flocos, Iara
de cabeleira de ouro e corpo frio.

Entre as ninfeias a namoro e espio:
e ela, do espelho móbil da onda clara,
com os verdes olhos úmidos me encara,
e oferece-me o seio alvo e macio.

Precipito-me, no ímpeto de esposo,
na desesperação da glória suma,
para a estreitar, louco de orgulho e gozo...

Mas nos meus braços a ilusão se esfuma:
e a mãe-da-água, exalando um ai piedoso,
desfaz-se em mortas pérolas de espuma.

Olavo Bilac
 
Leia mais um belo soneto e um resumo da biografia do autor aqui:

Visite também:
Com a História da Literatura Chilena

9 comentários:

✿ chica disse...

Linda Iara, linda poesia e bom ver Bilac por aqui! abração, linda semana,chica

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Lindo poema de Bilac a Iara.
Abraço e boa semana a vc e aos seus,
Renata

Laura Santos disse...

Bilac eu conheço! :-)
Aqui numa belíssima inspiração a uma Iara. Uma bela demonstração do sentimento de ausência. Tudo fica a parecer um sonho diário que se esfuma.
xx

Roselia Bezerra disse...

Olá, Rosemildo
Gosto de relembrar poesias mais antigas e ver o quão eram bonitas (são)...
Abraços fraternos de paz e bem

ReltiH disse...

UN POEMA MARAVILLOSO!!!! GRACIAS POR COMPARTIR.
UN ABRAZO

Sonhadora (RosaMaria) disse...

Meu amigo

mais uma pérola de poesia que aqui nos deixa. Adoro Olavo Bilac.

Um beijinho com carinho
Sonhadora

Evanir disse...

Com meu carinho de sempre venho agradecer
as palavras reconfortantes deixadas no meu blog.
Tudo isso me leva pra frente dizendo
continue ainda existe quem te quer bem do outro lado da telinha.
Ando protelando meu afastamento por
conta de pessoas tão importantes para mim como você é ,
a um longo tempo caminhando comigo.
Eu sou humilde demais , eu amo demais ,
eu me envolvo demais , eu luto demais ,
talvez seja essa garra que deixa
gente brava outras feliz e tão contente.
Hoje venho te pedir uma gentileza.
Apesar dos meu quase 10 anos de blog
por algumas vezes termino entrando
em alguma coisa , que me deixa feliz em participar
a mais de 5 anos deixei de participar de tudo nos blogs
por perder o encanto por muita coisa.
Veio o convite eu fui tentar ser poeta por um dia
hoje peço seu voto
se achar que meu poema vale seu voto.
Nome do meu poema?
"Você é minha Poesia"..
Endereço para votar.
http://ostra-da-poesia-as-perolas.blogspot.com.br/
È complicado pra mim pedir voto,
pois sempre achei que merece ganhar sempre
todos os pemas.
È lindo mesmo que seja um único pensamento.
Caso for votar é votar e confirmar seu voto
é complicado ,
mais acredito no seu potencial de
votar e de escolher.
Um abraço cheio de carinho.
Evanir.
PS.Quando terminar farei uma
postagem como o nome de todos amigos
que confiaram em mim seu voto.
Amigo sempre quero falar uma coisa hoje até que enfim me lembro.
Na foto sua você é um gatinho lindo.
.

Zilani Célia disse...

OI ROSEMILDO!
QUE LINDO, ME REPORTOU AOS TEMPOS DE ESCOLA QUANDO LÍAMOS BILAC E RECITÁVAMOS SEUS TEXTOS.
MUITO BOM POST AMIGO.
ABRÇS
http://zilanicelia.blogspot.com.br/

Andradarte disse...

Gostei de ler Olavo Bilac...Belo soneto
Abraço

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...