sexta-feira, 29 de agosto de 2014

A aranha.

 
A ARANHA

Operária do invento,
a aranha constrói
sua casa ao relento:

Uma casa de rendas,
só de janelas,
vazia por fora,
vazia por dentro,
onde ela só -
aranha -
lavra seu tento.

Fio a fio, a prumo, tece
com argamassa de vento
e andaimes de pó.

Tece e inventa,
inventa e tece
no fio a prumo,
no prumo da casa
de janelas só.

No frio compasso
de quem descobre a vida
e enreda a morte.

Geraldo Pinto Rodrigues
 

Geraldo Pinto Rodrigues, escritor e jornalista, nasceu em Jardinópolis, Estado de São Paulo, a 7 de fevereiro de 1927, filho de João Baptista de Lima Rodrigues e de Julieta Pinto de Lima Rodrigues. Realizou os estudos primários em Rancharia e os secundários nesta capital, cursando o Colégio “Oswaldo Cruz” e o Colégio Paulistano. Ingressou depois na Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras da Universidade de São Paulo, onde frequentou, durante dois anos, o Curso de Filosofia. Em 1955 bacharelou-se em... Leia mais aqui:

Visite também:

9 comentários:

MARILENE disse...

Tece com riqueza, sabedoria da natureza. Você nos tem apresentado vários escritores talentosos, o que nos permite abrir o leque e nos encantarmos.
Tenho pavor de aranha (fobia). Para ler esses versos, deixei coberta a imagem (rss). Abraço.

✿ chica disse...

O) trabalho em tecer é lindo. A poesia, igualmente. Mas se tem um bichinho que quero distância é a tal de aranha. Antes de casar, revistava toda a cama antes de dormir, pra ter certeza de nenhuma por lá. Na lua de mel, sei um grito daqueles de filme de terror, pois sonhei que tinha uma lá! Imagina os vizinhos de quarto no hotel,rs Até hoje, não suporto... abtração, chica

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Lindo trabalho o do tecer da aranha e do poeta.
Bom dia.
Abraço,
Renata

Daniel Costa disse...

Rosemildo

O poema De Geraldo Pinto de Lima, sendo interessante, tem mais o mérito de nele se sentir, como é tecida a teia de aranha.
Abraços

Anne Lieri disse...

Puxa,que poesia diferente! Eu adorei! bjs e bom fim de semana,

Laura Santos disse...

Um escritor muito premiado e com uma obra relativamente vasta.
Incrível como os grandes poetas de tudo fazem poesia; a imaginação e criatividade não tem limites!
Adorei esta "Aranha", numa escrita muito bem tecida, que nos enreda na teia das palavras e nos profundos conceitos subjacentes. E o poema fecha primorosamente.
xx

ReltiH disse...

POESÍA MUY CREATIVA.
UN ABRAZO

Magia da Inês disse...

彡✿⊱·..
Nesses versos se esconde muita beleza e muita filosofia de vida.

。♡♡彡
Bom fim de semana!
Beijinhos.
✿° ·..

José María Souza Costa disse...


Olá, tudo bem ?
Nesta tarde meio sol, meio cinza, de sábado aqui em Sampa, aproveito para te desejar, um fim de semana agradável. Cada um, dentro do seu proporcional tempo. Mas, não podemos esquecer, que é o Criador, o regente dos nossos sonhos e inspirações. Portanto, nesse caminhar de vontades, o que não aconteceu no dia de hoje, é por que, só realizar-se, em um tempo determinado. E todo tempo é tempo, desde que o Pai Eterno, assim, nos conceda.
Paz e Luz
Abraços.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...