domingo, 27 de abril de 2014

Paisagens goianas.

 

PAISAGENS GOIANAS

Estranha sinfonia andam nalva vibrando
batuíras e xeréus, sanhaços e azulões;
por sobre os buritis das marrecas o bando
vai, em arco, guinchando em busca dos sertões.

A palma da indaiá, como velame pando,
freme ao vento. O assa-peixe inclina os seus florões
sobre a tropa, a passar, das madrinhas ao mando,
e estruge na vereda o grito dos peões.

Acorda a várzea em festa. É a ronda das falenas!
A “chuva de cajus” enflorou as campinas
para onde erguem o vôo multicolor das antenas.

Vão as emas, ralhando, através da malhada.
Treme o rócio... E ao sol, que aponta entre colinas,
pulverizam-se em luz as gotas da orvalhada.

Hugo de Carvalho

 
Nasceu na cidade de Goiás, no dia 21 de maio de 1895, filho do juiz de Direito Manoel Lopes de Carvalho Ramos e Mariana Loiola Ramos e faleceu no Rio de Janeiro, no dia 12 de maio de 1921. Iniciou seus estudos com a mestra Silvina Hermelinda Xavier de Brito. Filho de poeta e irmão do escritor Victor de Carvalho Ramos, frequentou... Leia mais aqui:

Visite também:

3 comentários:

✿ chica disse...

Poesia e paisagens de lá lindas! abração, tudo de bom,chica e que teu domingo seja bem aproveitado!

Dorli disse...

Oi Rosenildo,
Puxa! Como é a vida, o poeta tinha tudo para ser feliz e se suicidou. Perdemos então um grande poeta.
Bom domingo
Beijos
Lua Singular

Lúcia Bezerra de Paiva disse...

Conheço algumas paisagens goianas ( a que aí está, é linda). Não conhecia o poeta, o soneto é belíssimo. Lamentável, ter dado cabo da própria vida!
Gosto muito desse espaço!
Um abraço, Rosenildo...produtiva semana!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...