sexta-feira, 14 de março de 2014

Embora soneto.

  

  
EMBORA SONETO

Vivo meu porém
No encontro do todavia
Sou mas
Contudo
Encho-me de ainda
Na espera do quando
Desando ou desbundo.
Viver é apesar
Amar é a despeito
Ser é não obstante.
Destarte
Sou outrossim
Ilusão, sem embargo
Malgrado senão.

Artur da Távola

 
Artur da Távola, pseudônimo de Paulo Alberto Monteiro de Barros, político, escritor, poeta e jornalista brasileiro.

Iniciou dua vida política em 1960, no PTN, pelo estado da Guanabara. Dois anos depois, ele se elegeu deputado constituinte pelo PTB. Cassado pela ditadura militar, viveu na Bolívia e no Chile entre 1964 e 1968. Tornou-se um dos fundadores do Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) e líder da bancada tucana na assembleia constituinte de 1988, ano em que concorreu, sem sucesso, à prefeitura do... Leia mais aqui: 
  
 Visite também:

9 comentários:

ReltiH disse...

TEXTO MUY BIEN GESTADO. GRACIAS.
UN ABRAZO

✿ chica disse...

Belíssima inspiração, lindo poema! abração, lindo fds! chica

Dorli disse...

Boa noite,
Eu não entendi direito: temos aqui vários poetas e escritores renomados. Meus Deus! Onde fui enfiar meu bedelho.
Mas não tem problema, eu tenho muito que aprender aqui, só não escrevo palavras difíceis, pois meu blog é popular.
Amanhã vou colocar um conto inédito do meu blog: um conto macabro.kkk
Se me seguir vou ficar muito contente e irei colocar esse blog na minha lista de blogs amigos.
Um beijo, Furtado
Lua Singular

Dorli disse...

Oi Rosemildo,
Desculpe, agora que entendi,é escrito só por você, mas enaltece os grandes nomes da literatura
Beijos
Lua Singular

Lu Nogfer disse...

Belíssima escolha, Furtado. Artur da Távola é daqueles escritores não me canso de ler. Adorei saber um pouco mais sobre ele.

Beijos e tenha uma bela noite!

Evanir disse...

Nessa minha visita gostaria
de dizer tantas coisas.
Dizer o porque dessa minha ausência
que tanto me faz sofrer.
Quisera poder falar tudo que vai na minha alma
e no meu coração.
O tempo é cruel e voa diante dos nossos olhos
marcando cada dia a mais absoluta saudade.
È por sentir saudades que estou aqui
para desejar um abençoado e feliz final de semana.
E dizer que você é muito importante para mim
sua amizade traz alegria para o meu coração.
Desejo um abençoado final de semana.
Beijos no coração.
Evanir.
Saudades de ti amigo querido.

Tais Luso disse...

O maravilhoso Artur da Távola!

"Quem tem vida interior jamais padecerá de solidão".

Nunca esqueci disso, é a mais pura verdade.
Deixou um belo legado aos brasileiros. Outro de seus poemas, que também gosto muito, é 'Ato de Contrição'.

Abraços, amigo!!! Adorei essa postagem.

✿ chica disse...

Li agorinha lá e te digo que sou ANTA assumida e não me dou com o google+_. Não consigo postar nos que o usam! abração,chica

Dorli disse...

Oi amigo,

Excelente escritor e uma bela poesia.
Adorei, ficou diferente e o diferente sempre é o mais aplausível.
Obrigada pelo carinho
Beijos
Lua Singular

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...