sábado, 22 de fevereiro de 2014

Rondó.

 
RONDÓ

Vem, meu belo navegante!
Vem ancorar no meu porto.
Faz renascer exultante
Um coração que está morto.

Faz-me outra vez radiante
Este olhar hoje absorto
À espera de um barco errante
De onde me vem o conforto.

Dos oceanos que viste
Traz-me a cantiga que existe
No arrojo de cada onda.

Traz as canções que ouviste
E faz o meu riso triste
O sorriso de Gioconda. 

Zilma Ferreira Pinto
 
 
Zilma Ferreira Pinto nasceu em Tacima-PB. Muito jovem, ingressou por concurso no magistério, missão que exerceu não só na sua cidade natal como em Alagoa Grande, Pocinhos, Cabedelo e João Pessoa, cidade onde atualmente reside. Ainda criança compôs seus primeiros versos. Iniciou-se nas letras paraibanas com o Cancioneiro Experencial, em 1987. Sua obra tem sido reconhecida, tendo obtido alguns prêmios entre os quais... Leia mais aqui: 

Visite também:


7 comentários:

ReltiH disse...

MUY ROMÁNTICO TEXTO.
UN ABRAZO

✿ chica disse...

Poesia linda, ritmada! abração,ótimo fds! chica

Lau Milesi disse...

Oi Furtado, como vai!?
Concordo com a Chica, que versos lindos!!! Adorei!!
Vc sempre nos brinda com qualidade.
Um beijo pra você e pra família.

p.s. Ando enrolada com a Copa do Mundo, por isso pouco nos blogs. Mas vai melhorar.

Zilani Célia disse...

OI ROSEMILDO!
TENS TRAZIDO A NOSSO CONHECIMENTO PERSONAGENS, PRINCIPALMENTE DA POESIA DE NOSSO PAÍS, TRANSFORMANDO TEU ESPAÇO, EM CULTURA E TAMBÉM PRAZEROSO PELO CONTEÚDO QUE POSTAS.
MUITO BOM TUDO POR AQUI.
ABRÇS

http://zilanicelia.blogspot.com.br/

Cris Bo disse...

Son versos hermosos!
Amor que se espera, amor en la frontera del mar... te deseo un hermoso fin de semana!
Besos.

eduardo maria nunes disse...

Os dois à esquina!
Juntaram-se ao Rondó
A tocar a concertina
E a dançar o solidó!

A chegar do alto mar!
Vinha o belo navegante,
Com alegria, toda a gente
Lá no cais o esperar.

Vinha ele dos oceanos,
Confortável a sorrir
Navegação sem enganos
Cujo navegador nela evoluir!

Resto do bom domingo,
para você, amigo Furtado, uma abraço.
Eduardo

Lívia Apetitto disse...

Gostei da poetisa
com sua declaração,
soube bem distribuir
a sua louca paixão...

Os repentes que gritamos
em louvor poético,
são coisas lindas plainando
com seu destino mais certo...

Beijinhos meu grande amigo
Furtado...

O carnaval está aí
e nada melhor do que pular
em casa onde o lar é o nosso amparo....

Beijinhos mais

Livinha

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...