quarta-feira, 5 de fevereiro de 2014

Pátria Velha.

 

PÁTRIA VELHA

Este país vai todo em polvorosa!
A anarquia por toda parte impera,
a lei sucumbe inerme e dolorosa,
a tirania estúpida prospera.

Da traição medra a planta venenosa,
a semente dos ódios prolifera,
a dilapidação campeia e goza
das vacas gordas a ditosa era...

As eleições são conto de vigário,
couro e cabelo tira-nos o erário,
geme a lavoura, os bancos não têm fundos

Mas – para consolar-nos deste inferno –
brevemente a mensagem do governo
dirá que estamos no melhor dos mundos!

Antônio Sales 


ANTÔNIO SALES nasceu em 13 de junho de 1868, no vilarejo praiano Parazinho, do município de Paracuru. Muito jovem, veio para Fortaleza, onde trabalhou no comercio e depois na administração pública estadual. Foi Secretário do Interior e Justiça do Governo do Coronel Bezerril Fontenele e Deputado à Assembléia Legislativa do Estado (1893-1896). Transferindo-se para a Capital Federal, ali ocupou importantes funções no Thesouro Nacional, tendo a esse tempo militado na imprensa do Rio, onde publicou, em folhetins, o seu belo romance AVES DE Nabuco, Machado de Assis, João Ribeiro e muitos outros. Regressando ao Ceará, após vinte anos de ausência, passou a residir em Fortaleza, de onde, por unânime consenso, dirigia a vida literária cearense, como Presidente efetivo e depois Presidente de Honra da Academia Cearense de Letras. Faleceu em 14 de novembro de 1940. Como poeta, revelou-se um lírico de vastos recursos, já escrevendo sonetos, como “Pesca de Pérola”, já produzindo... Leia mais aqui:

Visite também:

Literatura & Companhia Ilimitada

4 comentários:

✿ chica disse...

Poesia linda,mais uma vez! Escolhes bem! abração,chica

Daniel Costa disse...

Rosemildo, por teu intermédio, está a ser muito gostoso conhecer excelentes poeta, a um naco da sua poesia. Refiro de novo o interesse de, mesmo pequena bibliografia.
Abraços

ReltiH disse...

UN TEXTO MUY REALISTA. GRACIAS POR COMPARTIRLO.
UN ABRAZO

Lúcia Bezerra de Paiva disse...

Suas postagens são magníficas, Furtado.Fui "arruando" por outras postagens, até chegar aqui. A biografia está corretíssima, ao afirmar que Antônio Sales nasceu em Parazinho, lugarejo de Paracuru-Ceara. Cometi um equivoco na minha última postagem, ao considerá-lo um "poeta de Soure", pelo simples fato de saber que os "padeiros" da "Padaria Espiritual" movimento do qual faziam parte dois tios-avós meus, frequentavam muito a casa de Antônio Sales em Soure. Paracuru, fica próximo à Caucaia(antiga SOURE).
Um abraço, amigo, Boa Páscoa.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...