terça-feira, 3 de setembro de 2013

Estela e Nise.



ESTELA E NISE

Eu vi a linda Estela, e namorado
Fiz logo eterno voto de querê-la;
Mas vi depois a Nise, e é tão bela,
Que merece igualmente o meu cuidado.

A qual escolherei, se neste estado
Não posso distinguir Nice d'Estela?
Se Nise vir aqui, morro por ela;
Se Estela agora vir , fico abrasado.

Mas, ah! Que aquela me despreza amante,
Pois sabe que estou preso em outros braços,
E esta não me quer por inconstante.

Vem, Cupido, soltar-me desses laços,
Ou faz de dois semblantes um semblante,
Ou divide o meu peito em dois pedaços!

Alvarenga Peixoto 
Leia mais um belo soneto e a biografia do autor aqui:

Visite também:

6 comentários:

✿ chica disse...

rsssss.. Amor dividido! Linda poesia! Gostei! abração,chica e lindo dia!

Wanderley Elian Lima disse...

Dúvida cruel.
Abraço

ONG ALERTA disse...

Decisão difícil....abraço Lisette.

Severa Cabral(escritora) disse...

AMIGO QUERIDO !
HOJE AO ABRIR MEU BLOG FUI SURPREENDIDA COM SUA VISITA E COMENTÁRIO.E RETROCEDI NO TEMPO.LEMBRA-SE QUE UM DIA EU COBREI TUA PRESENÇA NELE?
VALEU MUITO A PENA.POIS ERA DE PESSOAS HONESTAS E QUERIDAS QUE ESTAVA ATRÁS.
HOJE VALEU !
AGRADEÇO O CARINHO DEIXADO LÁ.NEM TEM PREÇO,SABIAS ?

Lia Noronha disse...

Td maravilhoso nesse espaço.que é pura Literatura!!!
abraços carinhosos

ReltiH disse...

UN POEMA MUY DELICADO.
UN ABRAZO

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...