segunda-feira, 5 de agosto de 2013

Felicidade.





FELICIDADE

Parti em busca da felicidade,
Em trilha ora tristonha, ora florida.
Tendo por norma sempre a honestidade,
E minha alma de achá-la, comedida.

Dia, outro dia, no crescer da idade,
O constante adiar, de lida em lida.
Escravo sempre da contrariedade,
Não atingi a meta prometida.

Felicidade sejas tu bendita,
Talvez tu sejas de champanha na taça,
Ou um carinho de mulher bonita.

No percurso que crente já trilhei,
Da existência que tão ligeira passa,
Se um dia fui feliz, inda não sei.  

R.S. Furtado

Visite também:


6 comentários:

✿ chica disse...

Adoro tuas poesias.Escreves com a alma! Linda ! abração,chica e ótima semana!

Wanderley Elian Lima disse...

O importante é não desistir nunca da busca.
Abraço

ReltiH disse...

SIEMPRE UNA BÚSQUEDA QUE MOTIVA.
UN ABRAZO

Mara disse...

Bom dia amigo Rosemildo!
Ando um pouco afastada dos blogues dos amigos , pois estou passando uma temporada na Holanda.Vim visitar minha filha que faz doutorado aqui.
Gostei muito do seu poema, parabéns!
Abraco carinhoso...

Daniel Costa disse...

Rosemildo

O poema vale a pena e demonstra o porquê, a sensibilidade de outras opções.
Abraços

Zilani Célia disse...

OI ROSEMILDO!
NESTE TEU TEXTO CAPTAMOS UM "QUÊ" DE NOSTALGIA E TAMBÉM A GRANDE BELEZA QUE SUAS LINHAS ENCERRAM...
ABRÇS
http://zilanicelia.blogspot.com.br/

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...