terça-feira, 15 de maio de 2012

Visita


VISITA 

Visito os amigos mortos, 
Pensando que inda, estão vivos. 
Entre a penumbra dos quadros 
Andam eles em sorrisos. 
Pronuncio a frase antiga 
E dou comigo sozinha. 
Oiço então o dia exacto 
Da estridente campainha. 
Volto a casa, fecho o som 
Por dentro da persiana. 
E então os retratos andam, 
À volta da minha cama. 

Natércia Freire 

Natércia Freire nasceu em 1919 em Benavente, no Ribatejo. Editou o seu primeiro livro de poesia, Castelos de Sonho, em 1935, seguido de O Meu Caminho de Luz. Estudou música mas dedicou-se à poesia e ao jornalismo cultural. Foi Coordenadora da Página de "Artes e Letras" do "Diário de Notícias" desde 1954 até 1974. 

Foi membro da Comissão de Leitura da Fundação Calouste Gulbenkian. 

A partir de 1974 retirou-se da vida literária nacional, marcando porém discreta presença em alguns artigos de opinião no ’"O Tempo" e n’ "O Século", e publicando poesia em várias revistas e jornais. 

Desde 1980 exerceu, por várias vezes, o papel de Júri do Prémio Literário da Fundação Oriente. Em 1991 e 1995 editou a sua obra poética completa sob a chancela da Imprensa Nacional/ Casa da Moeda. Morreu no dia 17 de Dezembro de 2004. 

Fonte: http//um-buraco-na-sombra.netsigma.pt: 

Visite também:

12 comentários:

Gianna disse...

Bei versi...

Abbraccio, amico.

Everson Russo disse...

Um poema forte e intrigante,,,abraços de bom dia pra ti amigo.

edumanes disse...

Amigos mortos visitar,
Pensando estarem vivos
Será uma maneira de pensar
Que não estejam mortos nem feridos!

Volta a casa, fecha o som
Em silêncio permanece
Sua visita ser um dom
De quem poesia escreve!

Boa terça-feira,
um abraço
Eduardo.

Sonhadora disse...

Meu querido amigo

Mais um belo poema que escolheu para nos oferecer...adorei e não conhecia a poeta.

Deixo um beijinho com carinho
Sonhadora

Livinha disse...

E que não duvide de que os mortos estão mortos, porque vezes penso que os vivos estão vivos e encontro eles mortos...

Poema forte, mas muito bem escolhido. Perfeito

Feliz semana

Bjs

Livinha

Só em Palavras disse...

Ja respondi a seu conmentário la
no blog, se quiser ver
so dar uma passadinha por la.
Lindo poema e
bela postagem.

ReltiH disse...

MUY ENIGMÁTICO TEXTO.
UN ABRAZO

ZilMar disse...

oi amigo...

um poema lindo...com uma imagem perfeita...


saudades daqui...


um grande e afetuoso abraço!

Zil

Everson Russo disse...

Um belo dia pra ti meu amigo...abraços.

Ira Buscacio disse...

Belo poema! Gosto de vir aqui e me surpreender com as postagens.
Um beijo grande, Furtado querido

Lina-solopoesie disse...

Caro Amico Furtado .
Che bel poema . Io lo trovo perfetto in tutto .
Ciao Lina

Severa Cabral(escritora) disse...

Olá meu amigo querido !!!!!!
Eu continuo feliz pelo teu retorno...fazias falta neste universo da blogsfera ...
Vc sempre pronto para mais uma fonte de inspiração...
bjsssssssssssssssssss

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...