terça-feira, 19 de julho de 2011

A velha casa.


A VELHA CASA

Havia sempre no passado
o momento de grande gargalhada.
Corríamos pela casa
como duas crianças
e sacudíamos os lençóis
com nossos corpos.
Tínhamos em comum
a admiração da lua
e um certo jeito de olhar o mundo.
E mesmo hoje no passado
em que já nos encontramos distantes
ainda corremos pela casa
desabitada.
E só.

Heitor Ferraz


Heitor Ferraz de Mello nasceu em 21/11/1964, na França e passou a infância em São José dos Campos, SP. Jornalista e poeta com mestrado em literatura brasileira (USP). Sua dissertação é sobre poesia: O Rito das calçadas - a poesia de Francisco Alvim. Iniciou no jornalismo como editor-assistente e editor-executivo do Jornal da USP; editor-assistente de Geral do Jornal da Tarde; assessor de presidência da EDUSP (editora da USP); editor-assistente da Cosac & Naify e colaborador da revista Cult. Estreou na literatura em 1996 com o volume de poemas Resumo do dia (antes chamado Couro de sapo). Depois disso, publicou mais quatro coletâneas de poesia: A mesma noite (1997); Goethe nos olhos do lagarto (2001); Hoje como ontem ao meio-dia (2002); e Pré-desperto (2004). No mesmo ano saiu Coisas imediatas (2004), uma reunião de todos os cinco títulos do autor. Conforme noticia o Jornal de Poesia, da revista Agulha “na poesia de Heitor Ferraz Mello notam-se traços marcantes de prosa. É fácil perceber que o poeta trabalha, quase sempre, sem os recursos tradicionais da poesia, como a metáfora ou esquemas sonoros como rimas e assonâncias. Também são prosaicos os assuntos: o cotidiano do homem comum dentro de casa ou no embate das cidades”.

Fonte: http://www.tirodeletra.com.br/

5 comentários:

Zil Mar disse...

que linda poesia....

que bom conhecer novos poetas...tão brilhantes...

deixo meu carinho pra vc Furtado...


Zil

Everson Russo disse...

Esse passado que insiste em nos assombrar...abraços de bom dia pra ti amigo.

Fatima disse...

Não conhecia o poeta.
Bjs.

Sandra disse...

Parabéns pelo poema.

Amigo Virtual...
Sua presença sempre tão Carinhosa, me deixa muito feliz. Nos conhecemos A MUITO TEMPO,outros amigos acabo de conhecer, porque a net é isso, uma grande teia onde as aranhas somos cada uma de nós que vamos tecendo as redes, até hoje a nossa amizade perdura. Ela me deixa sempre muito feliz. Sei que nem sempre há tempo disponivel para retribuir, até porque muitos amigos já conquistei e outros estam vindos, e se torna dificil visitar todos no mesmo dia, mas sei que nem sempre posso vou até seu blog, para retribuir os carinhos aqui deixados. Mas sei o quanto é significativa a nossa amizade. Tem carinho e Respeito. Muito obrigada pela sua/nossa amizade. Dia 20 de Julho é dia do Amigo e nada melhor que vir pessoalmente dizer: Muito Obrigada pela sua Companhia.
A casa da CURIOSA está sempre de braços abertos para receber os AMIGOS ESPECIAIS: VOCÊ!!!
Obrigada do fundo do meu coração pelo carinho..
Amigos são feito para morar dentro do lado esquerdo, bem pertinho ou melhor..dentro do nosso CORAÇÃO..
Muito Obrigada, e FELIZ DIA DO AMIGO.!!!
"AMIGOS SÃO PATRIMÔNIOS QUE CONSTRUIMOS, SÃO INDESTRUTÍVEIS".
AMIGOS merecem aplausos, por isso venho lhe aplaudir com muito carinho. Pois os aplausos traduzem, afeto, aceitação e aprovação e além de tudo aconchego.
Desejo a você amigo um dia muito especial..
Que a telinha Virtual possa levar até você o calor um aperto de mão muito carinhoso e abraço afetuoso pelo nosso DIA: DIA DO AMIGO...
COM MUITO CARINHO,
SANDRA

Pedro Luso de Carvalho disse...

Caro Rosemildo,

É sempre bom quando conhecemos um poeta ou escritor brasileiro divulgando suas obras.

Graças à sua postagem, estou conhecendo Heitor Ferraz e esse seu poema.

Grande abraço,
Pedro.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...