quarta-feira, 27 de abril de 2011

Realidade.



REALIDADE

Olho para a realidade desprovida de silêncios.
As coisas são o que são. Porém, há que ter em conta
a gravidade que as prende à terra.

Os signos são os poucos recados que a vida pouca nos traz.
São o muito desta vida
onde árvores se perfilam nas avenidas, e nas avenidas

o frágil contraponto de domingo se passeia
atento à soalheira chegada de famílias-à-beira-Tejo
alheias à semana que aí vem, onde cada um por si,

e a desrazão por todos,
irá colher as incertezas do amanhã.
Dos sentidos todos o que resta são olhos fechados,

tacto de treva onde a realidade acaba
como um promontório sobre o Outono: onde começo
a contar as folhas, a memória da sua queda, a avisada música.

Luís Quintais



Luís Quintais nasceu em 1968 em Angola. É antropólogo social e lecciona presentemente no Departamento de Antropologia da Universidade de Coimbra. Nesta qualidade, tem vindo a desenvolver investigação de arquivo e de terreno sobre o exercício e as implicações públicas e forenses da psiquiatria. Publicou o seu primeiro livro de poesia em 1995, A Imprecisa Melancolia (Teorema e Lumen). Em 1999 regressa à poesia, publicando Umbria (Pedra Formosa) e Lamento (Livros Cotovia). Posteriormente publicou Verso Antigo (2000), Angst (2003), Duelo (2004), Canto Onde (2006) e Mais espesso que a água (2008), todos pelos Livros Cotovia. Com Duelo venceu da oitava edição do Prémio de Poesia Luís Miguel Nava referente a 2005. Luís Quintais tem um página pessoal na NET, participou no blog casmurro e no Webqualia. Actualmente, anima Os livros ardem mal.

Fonte: http://um-buraco-na-sombra.netsigma.pt/

11 comentários:

Ira Buscacio disse...

Furtado querido,
A realidade é realmente barulhenta.
Desejo-te uma linda semana
Bjão

Wanderley Elian Lima disse...

Olá amigo
Muitas vezes a realidade é dura e cruel, mas é tudo que temos. Resta-nos a coragem de tentarmos mudá-la.
Grande abraço e obrigado pelo carinho de sempre.

✿ chica disse...

Realidade e suas faces...Vários modos de a ver...Lindo! abração,chica

Everson Russo disse...

Realidade que muitas vezes nos incomoda,,,nos assusta,,,abraços de bom dia pra ti.

Andreza disse...

...o que a vida quer da gente é Coragem...
bjks doce ♥

RELTIH disse...

MUY INTERESANTE TEXTO.
UN ABRAZO

Rose disse...

Ola Rosemildo

È de olhos fechados que descobrimos a nossa própria realidade.Quem olha para dentro acorda e quem olha para fora sonha disse o velho JUng.
Muito obrigada pela visita e comentário que me deixou muito feliz.

Sandra Botelho disse...

Simplesmente perfeito.beijos achocolatados

Lou Witt disse...

Que lindo, lindo, lindo!!!

Beijo, querido amigo!

Sônia Silvino disse...

Oi, amigo!
Como disse o amigo Wanderley: "Muitas vezes a realidade é dura e cruel, mas é tudo que temos. Resta-nos a coragem de tentarmos mudá-la." Concordo plenamente!
Beijos, meu querido amigo!

Carla Fernanda disse...

Lindo, leve e as incertezas do amnhã nos pega de maneira igual Rosemildo.
Beijos,
Carla

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...