domingo, 10 de abril de 2011

Ilusão perdida.


ILUSÃO PERDIDA

Doce ilusão que foges perseguida
Como gazela tímida e medrosa
Ou como nuvem pelo céu batida
Ao sopro de uma aragem silenciosa:
Levas contigo, ó pomba gloriosa!
A esvoaçar em busca de guarida,
O meu amor, a desmaiada rosa!
Levas contigo o coração e a vida.
E nunca mais, no exílio onde agonizo,
A melindrosa flor do teu sorriso
Há-de ostentar as pétalas vermelhas…
Mas na estância feliz que eu não devasso,
Encontrarás meus beijos, pelo espaço,
Em busca de teus lábios, como abelhas.

António Feijó



Poeta e diplomata português, António Joaquim de Castro Feijó nasceu 1 de Juhno de 1859, em Ponte de Lima, e morreu a 21 de junho de 1917, em Estocolmo. Deixou uma obra reveladora de tendências diversas, entre o Parnasianismo, o Romantismo, o Decadentismo e o Simbolismo, e influências ecléticas, que vão de Leconte de Lisle, Théodore de Banville e Gautier a Vítor Hugo, de Leopardi a Baudelaire, de Guerra Junqueiro a João Penha. Em 1883, forma-se em Direito na Universidade de Coimbra, onde tem por companheiros Luís de Magalhães, Manuel da Silva Gaio e Luís de Castro Osório, com quem viria a fundar, em 1880, a Revista Científica e Literária de Coimbra. De finais dos anos 70 até início da década de 90, colaborará em vários periódicos, como a Revista Literária do Porto, Novidades, Revista de Coimbra, Museu Ilustrado, O Instituto, Arte. Em 1882, publica o seu primeiro volume de poesias, Transfigurações, marcadas pela temática filosófica e pelo tom épico, que revelam um pessimismo e uma acusação nítida das imperfeições morais e sociais que o rodeiam. Seguem-se Líricas e Bucólicas (1884) e À Janela do Ocidente (1885), reveladoras de um lirismo mais depurado. Em 1886, ingressa na carreira diplomática, sendo primeiro cônsul no Brasil e depois ministro de Portugal em Estocolmo. Aí viria a desposar uma jovem sueca, Mercedes Lewin, cuja morte prematura influenciaria uma certa temática fúnebre patente na sua obra. No Cancioneiro Chinês (1890), coleção de poesias adaptadas a partir de uma versão francesa, revela o gosto pelo exotismo orientalista. Em Bailatas, obra publicada em 1907 sob o pseudónimo de Inácio de Abreu e Lima, parece ter a intenção de parodiar o Decadentismo, mas a verdade é que muitas dessas poesias atingem consonância com a própria sensibilidade simbolista. As suas últimas obras, particularmente a coletânea póstuma Sol de inverno, editada em 1922, espelham o lirismo sóbrio, o simbolismo depurado, os motivos melancólicos, outonais, e os temas da saudade e da morte, que são algumas das características da obra de António Feijó.

Fonte: http://www.infopedia.pt/$antonio-feijo

9 comentários:

Amor feito Poesia disse...

Desculpem-me a ausencia.
Estou de volta e com saudades de todos.

Gosto dos afagos sinceros na alma.
Nada extravagante eu gosto...
Tenho fascinação pela simplicidade
e por gestos pequenos de ternura...
Gosto de acaricia-los com o coração!

(Cida Luz)

Amor & Paz no seu Domingo! M@ria

Carla Fernanda disse...

Bom dia Rosemildo!
Em busca dos meus lábios é ótimo.
Beijos de bom domingo amigo!

Everson Russo disse...

Tantas e tantas ilusões são perdidas pela vida...não podemos é deixar de sonhar...abraços de boa semana pra ti amigo.

Tais Luso disse...

'Doce ilusão que foges perseguida
Como gazela tímida e medrosa
Ou como nuvem pelo céu batida
Ao sopro de uma aragem silenciosa:'

Que linda esta 'ilusão perdida!'

bjs e boa semana.
Tais Luso

Magia da Inês disse...

ઇઉ ✿ܓܓ♫♫
Olá, amiga!

Tudo que você postou no seu blog é lindo.. é sonho... é poesia, mas...

Desde o dia sete meu coração está pesado... estou muito triste... eu não queria que o Brasil fosse mais uma estatística para o mundo.
E agora?...

Um lindo domingo!
Beijinhos.

♫♫.•*¨*•♫♫¸
°•♥° Brasil
°°•✿♫°.•

Sandra Botelho disse...

Simplesmente Lindo!
beijos chocolatados

Chris... ჱܓ disse...

Lindo poema!
Todos os poemas de amor são belos.
O amor é maravilha.

Uma linda semana de muita paz e alegrias para ti.
Bjos!!

Wanderley Elian Lima disse...

Oi amigo
A pior coisa que pode acontecer, é perder a ilusão, assim a vida perde a cor.
Uma linda semana para você
Abração

*MARCIA E CARLOS* E LINDAS MENSAGENS disse...

ei amigo desculpe o sumiço mas estou de volta e vim visitar seu cantinho que por sinal esta magnifico e te desejar Uma linda semana para você
http://lh6.google.com/brasilperolamf/R8WXuLkcDfI/AAAAAAAAAd8/NF2FWOaZht0/s800/r.gif

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...