sexta-feira, 8 de abril de 2011

"Antropologia Criminal".

(César Lombroso)

“ANTROPOLOGIA CRIMINAL”

1875César Lombroso, célebre médico legista, psiquiatra e criminalista italiano, nasceu em Veneza em 1836. Faleceu em 1909. Publica sua obra: “Uomo Delinquente”, fundando assim a Antropologia Criminal. Lombroso, admitia, além de outros grupos delinquentes, como os alienados, os de ocasião e os pseudo-criminosos, criminaloides ou criminosos acidentais, um tipo antropológico criminal; o “criminoso nato”, ser anômalo e incorrigível, em que as tendências para o crime seriam correspondentes a certos sinais exteriores e inteiramente institivas, atávicas, podendo reconhecer-se como normais nas crianças, nos selvagens e nos animais. Para os criminosos natos mais perigosos Lombroso propunha mesmo a pena de morte, em nome dos interesses coletivos, de tal modo entendia evidente a sua incorrigibilidade.

Nota: Este trabalho é o resultado de pesquisas realizadas pelo ilustre professor Elias Barreto, e publicado pela Enciclopédia das Grandes Invenções e Descobertas, edição de 1967, volume 3, página 488.

8 comentários:

ONG ALERTA disse...

Talvez um reflexo do nosso mundo...
Beijo Lisette.

Everson Russo disse...

Penso que por mais que se estude,,,por mais que se tente,,jamais iremos entender a mente humana,,,muito menos a mente criminosa...abraços meu amigo,,,bom final de semana...

Wanderley Elian Lima disse...

Olá amigo
Mas nem toda a antropologia, consegue explicar o massacre no Rio. Estou chocado.
Grande abraço

Carla Fernanda disse...

São as almas que trazem esta essência de energia...vem de longe.
Beijos,
Carla

Sonhadora disse...

Meu querido amigo

Há coisas que nunca vamos conseguir entender, como sempre saio mais rica.

Beijinhos com carinho e desejo um bom fim de semana.

Sonhadora

Flor da Vida disse...

Lombroso tinha razão... Em determinados casos, a morte é a melhor solução... Pois quanta dor causou esse louco no Rio de Janeiro... Oh Deus! Proteja-nos a todos de tantas atrocidades...

Amigo, carinhos...
Beijos

valquiria calado disse...

•*♥ڰۣ¸.•*♥ڿڰۣ✿ڿڰۣ¸.•*♥ڿڿ•*♥ڰۣ¸.•*

Sobre o amor

Fácil de acontecer, difícil é descrever.
Amar é sentir sem querer, é querer sem perceber.
Fugaz ou duradouro, não importa o tempo, o que vale é o sentimento.
Que o eterno seja pra sempre, mesmo que seja breve.
Sobre o amor é tudo que não sei, daquilo que já sei.

Fim de semana de luz e paz,
abraço.

ڿ•*♥ڰۣ¸.•*♥ڿڰۣ✿ڿڰۣ¸.•*♥ڿڿ•*♥ڰۣ¸.•*♥ڿڰۣڿڰۣ

Brasileiros enlutados ♥♥♥♥♥♥♥♥♥...


ڿ•*♥ڰۣ¸.•*♥ڿڰۣ✿ڿڰۣ¸.•*♥ڿڿ•*♥ڰۣ¸.•*♥ڿڰۣ

Maria Teresa Valente disse...

Deveriam ter levado mais a sério, os estudos de Cesar Lombroso, existem certos tipos de mentes criminosas que não têm jeito. Infelizmente, Furtado, existem criminosos que têm satisfação mórbida no crime, sua mente é perversa.
Não há sistema prisional que possa corrigi-los. Gostei de seu post, agradeço, abraços carinhosos
Maria Teresa

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...