quarta-feira, 23 de março de 2011

Pós-Escrito.


PÓS-ESCRITO

Quando eu morrer, abram-me o peito,
E desta jaula, onde houve um leão,
Tirem, o cárcere era estreito,
Meu velho e altivo coração.

Depois sem dó e sem respeito,
Sem um murmúrio de oração,
Lancem-no assim, vai satisfeito,
À vala obscura, à podridão.

Para que durma e se desfaça
No lado amargo da desgraça,
Por quem bateu continuamente,

Como um tambor que entre a metralha
Estoira ao fim duma batalha,
Rouco, furioso, ansioso, ardente!

Guerra Junqueiro


Abílio Manuel Guerra Junqueiro nasceu em Freixo de Espada à Cinta a 17 de Setembro de 1850, filho do negociante e lavrador abastado José António Junqueiro e de sua mulher D. Ana Guerra. A mãe faleceu quando Guerra Junqueiro contava apenas 3 anos de idade. Foi o poeta mais popular da sua época e o mais típico representante da chamada "Escola Nova". Poeta panfletário, a sua poesia ajudou criar o ambiente revolucionário que conduziu à implantação da República.

Estudou os preparatórios em Bragança, matriculando-se em 1866 no curso de Teologia da Universidade de Coimbra. Compreendendo que não tinha vocação para a vida religiosa, dois anos depois transferiu-se para o curso de Direito. Terminou o curso em 1873.

Entrando no funcionalismo público da época, foi secretário-geral do Governador Civil dos distritos de Angra do Heroísmo e de Viana do Castelo.

Em 1878, foi eleito deputado pelo círculo de Macedo de Cavaleiros.

Faleceu em Lisboa a 7 de julho de 1923.

Fontes: http://www.becodogatopreto.hpg.ig.com.br/ e Wikipédia.

15 comentários:

Livinha disse...

Alguém envergonhado do que foi, quem nuca se aceitou, cravado em coração culpas, sem dar-se ao direito de erros, um cobrador de si mesmo, que nunca a si perdoou...

Estava com saudades desses belíssimos e profundos versos em tuas postagens, como sinto saudade Sr. Rosemildo Sales Furtado, dos teus versos... Será que terei que lançar inspiração pára Natal pelo correio... Swe soubesse onde está, até mandaria, mas cá estou no branco total, entre algumas ranhuras apenas, jorradas em temporal...

Linda noite pra ti

Bjs

Livinha

Rosane Marega disse...

Realmente, aqui só encontro poemas maravilhosos!
Beijossssss

chica disse...

Maravilhoso,Guerra Junqueira.Lindo poema!abraços,ótimo dia!chica

Wanderley Elian Lima disse...

Um tanto dramático, porém bonito.
Abração

Everson Russo disse...

Fortissima essa,,,tirar do carcere o coração,,,é tudo que a gente precisa...abraços de bom dia pra ti.

Eliane Santos disse...

Olá Rosemildo, vim te fazer uma visita e apreciar suas postagens.
Parabéns! Paz de Cristo.

Perola disse...

Oi meu amigo querido,os poemas que vc posta são fortíssimos e muito lindos!!!
O que eu estou mais gostando é que venho descobrindo poetas que ñ tomava conhecimento e isso enriquece nossa bagagem e adquirimos mais sabedoria.
Parabénsssssssssssssss. Obrigado pela visita no meu cantinho,fico muito feliz viu!!!
Beijokas millllllllllllllllll.

Valéria Sorohan disse...

Eu vivo assim, só em "estado terminal"... aliás, tem outra forma da gente viver?

BeijooO*

Rebecca disse...

hola Rosemildo,
un poema maravilloso. Pero la fotografía me impresionó enormemente.


un abrazo de amistad^^

Tais Luso disse...

Poxa... este é pra matar! Contudo, é lindo, forte, dramático. Indiferente a ele não ficamos, tiramos nossas conclusões, é claro. E diversas.

Gostei muito.
bjs, amigo.
Tais Luso

Sandra Botelho disse...

Hoje vim te fazer um convite...


Eu Sandra do Blog Meu Aconchego e Elaine Barnes do Blog Nas Asas da Coruja convidamos vocês para trazermos agora para o real, todo seu talento, todo seu carisma, todo seu carinho...Estamos convidando Todos vocês para o Primeiro Encontro de Blogueiros, Sarau "Somos Reais". Onde vocês poderão expor sua arte,seja sua pintura, musica, poemas, textos ou trabalhos manuais ... E onde poderemos nos encontrar e dividir todo esse amor que já dividimos através dos blogs.Nosso Encontro será na Academia Movimentos.Tenho absoluta certeza de que será mágico nosso encontro.E simplesmente inesquecivel.Conto com a presença de todos vocês.O dia do encontro: 22-05-2011
Local- Academia Movimentos
Horário : á partir das 14:30 hrs
Endereço completo. Rua do Horto 350 .Zona Norte
Referencia Próximo ao Horto Florestal
Contato e confirmação de presença pelos emails:sandrag959@gmail.com elainebb08@hotmail.com*
Será cobrada apenas uma taxa de dez reais para petiscos.
*O numero da conta pra depósito da contribuição de 10 reais será mandada ao email dos que confirmarem presença. beijos achocolatados

Flor de Lótus disse...

Ai ai,já li tanto sobre exigÊncias póstumas eu só quero se cremada e jogada ao mar, bem básico e clichê.
Beijosss

Fatima disse...

Bjs querido!

Professora Carla Fernanda disse...

Imagem forte amigo!!
Carla Fernanda

Professora Carla Fernanda disse...

Assim como a poesia!!
Carla Fernanda

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...