quarta-feira, 2 de março de 2011

O Major faz as compras.


O MAJOR FAZ COMPRAS

Diante de legumes e frutas
sente a proximidade da luta.
Encontra uma gangue de jambos
em suspeita imobilidade.
Sopesa na mão os aspargos
que em trincheira se agrupavam.

Dirige-se à seção das carnes
com entusiasmo pelo combate.
Os corpos de vencidos peixes
parecem mortos inimigos.
Envolve o cadáver do frango
num plástico sem oração.

O carrinho cheio: vitória
póstuma do homem sobre as frutas,
as carnes e as leguminosas.

Davino Ribeiro de Sena


Davino Ribeiro de Sena, diplomata e poeta brasileiro nascido em Recife, Pernambuco, em 1957. Graduou-se em Filosofia pela Universidade Católica de Pernambuco.

Como diplomata, viveu na Espanha, Austrália, Japão e Estados Unidos. Atualmente sediado no Consulado do Brasil em Nova Iorque, encarregado de assuntos culturais.

Livros publicados: Castelos de Areia (1991) , Pescador de Nuvens (1996), O Jaguar no Deserto (1997), Retrato com Guitarra (1997), Vidro e Ferro (1999), Três Martes (2004), Lêgo & Davinovich (2006), em parceria com Elizabeth Hazin, Expedição (2007).

Prêmios: Memórias (poema), vencedor do Prêmio Gervásio Fioravanti, edição 1982, da Academia Pernambucana de Letras; Castelos de Areia (seu primeiro livro, laureado no gênero Poesia Brasileira pela Fundação Nestlé de Cultura (1991).

Fonte: http://www.antoniomiranda.com.br/

8 comentários:

Rosane Marega disse...

Como a mordida da maça e o caldo do melão, eu gostei.
Beijossssss

Chica disse...

Lindo poema!Uma visão diferente do comprar...abraços,lindo dia,chica

Wanderley Elian Lima disse...

Olá amigo
Uma bela e engraçada analogia. Gostei.
Abração

*MARCIA E CARLOS* E LINDAS MENSAGENS disse...

Anjos

Anjos são todos os que na Terra se tornam guardiões dos seus amores. São mães, pais, filhos, irmãos que renunciam a si próprios, a suas vidas em benefício dos que amam. As mães, sobretudo, prosseguem a se doar e velar por seus filhos, mesmo além da fronteira da morte, transformando-se em espíritos protetores daqueles que na terra ficaram, como pedaços de seu próprio coração.
bjos e tenha uma linda quarta feira

Vinicius.C disse...

Olá amigo bom dia!!

Se ainda não estive em sua pagina, não entendo o por que, uma vez que sempre respondo aos comentários deixados no Alma, peço desculpas pela demora!!

Quanto a seu blog, reconheço que quem perdia era eu!... Tudo muito bom de se ler!... Uma vez aqui, voltar é quastãode bom gosto eu volto!

Forte abraço meu amigo um ótimo dia!

Agradeço o carinho deixado no Alma!

Nos encontramos lá!

Vinicius.

Andradarte disse...

Uma ode aos frescos.....
Abraço

armalu disse...

como sempre um encanto. bj amiga.

RELTIH disse...

MUY INTERESANTE TEXTO.
UN ABRAZO

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...