quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Ser mulher...


SER MULHER...

Ser mulher, vir à luz trazendo a alma talhada
para os gozos da vida; a liberdade e o amor;
tentar da glória a etérea e altívola escalada,
na eterna aspiração de um sonho superior...

Ser mulher, desejar outra alma pura e alada
para poder, com ela, o infinito transpor;
sentir a vida triste, insípida, isolada,
buscar um companheiro e encontrar um senhor...

Ser mulher, calcular todo o infinito curto
para a larga expansão do desejado surto,
no ascenso espiritual aos perfeitos ideais...

Ser mulher, e, oh! atroz, tentálica tristeza!
ficar na vida qual uma águia inerte, presa
nos pesados grilhões dos preceitos sociais!

Gilka Machado


Gilka da Costa de Melo Machado (Rio de Janeiro RJ 1893-idem 1980). Publicou seu primeiro livro de poesia, Cristais Partidos, em 1915. Na época, já era casada com o poeta Rodolfo de Melo Machado. No ano seguinte, ocorreu a publicação de sua conferência A Revelação dos Perfumes, no Rio de Janeiro. Em 1917 saiu Estados de Alma; seguiram-se  Poesias, 1915/1917 (1918); Mulher Nua (1922), O Grande Amor (1928), Meu Glorioso Pecado (1928), Carne e Alma (1931). Em 1932 foi publicada em Cochabamba, na Bolívia, a antologia Sonetos y Poemas de Gilka Machado, prefaciada por Antonio Capdeville. Em 1933, Gilka foi eleita "a maior poetisa do Brasil", por concurso da revista O Malho, do Rio de Janeiro. Foram lançadas, nas décadas seguintes, suas obras poéticas Sublimação (1938), Meu Rosto (1947), Velha Poesia (1968). Suas Poesias Completas foram editadas em 1978, com reedição em 1991. Poeta simbolista, Gilka Machado produziu versos considerados escandalosos no começo do século XX, por seu marcante erotismo.  Para o crítico Péricles Eugênio da Silva Ramos, ela foi a maior figura feminina de nosso Simbolismo, em cuja ortodoxia se encaixa com seus dois livros capitais, Cristais Partidos e Estados de Alma?

Fonte: www.itaucultural.org.br

10 comentários:

Livinha disse...

Aniversário sem abraço, não faz nenhum sentido.
É como uma primavera sem flores,
um verão arrefecido...

Bjs

Livinha

reltih disse...

esoooooooooo, pensamiento de una mujer con agallas!!!!
un abrazo

Chica disse...

Maravilhosa escolha!

Um dia bem legal por aí, tudo de bom,chica

Wanderley Elian Lima disse...

Um poema realmente revolucionário para época. Se nada adiantou o clamor, valeu pelo protesto.
Abração

Sonhadora disse...

Meu querido amigo
Um poema lindo, muito à frente para a época, adorei como sempre.

Beijinhos com carinho
Sonhadora

Sandra Botelho disse...

Lindo poema.
Ser mulher é isso e tantas coisas mais...Ser mulher é ser complexo...
Bjos achocolatados

Andradarte disse...

Lindo soneto e bela lição de
conhecimento...
Abraço

Lu Nogfer disse...

Linda poesia e grande liçao de mulher!

Ser mulher é tudo e um pouco mais!

Beijos querido amigo!

Sônia Silvino disse...

Rosemildo querido!
Boa noite!!!
Tudo bem?
Vim retribuir o seu carinho e a sua atenção!
Trouxe um presente direto do meu coração para o seu:

AMIGO VIRTUAL


Meu amigo virtual é diferente...

Ele não olha nos meus olhos,

Ele vê meu coração...



Meu amigo virtual é diferente...

Ele não percebe as minhas lágrimas

Percebe o momento de me confortar



Meu amigo virtual é diferente...

Ele não sorri, ele me faz sorrir...



Meu amigo virtual...

Você não sabe...

Mas te procuro todas as noites .



Você não sabe...

Mas fico feliz quando você vem...

Olho para você, na expectativa de um sorriso...



Te espero assim como o sol, espera pelo amanhecer...

Te espero assim como a lua, espera pela noite,

Certa que virá!



Não me importa se vens através de telas...

O que importa, é que venhas..

Não sei porque te escolhi como amigo...



Suas letrinhas são iguais a de todos os outros,

Apenas suas palavras são firmes...



Você consegue me fazer acreditar.

Talvez você não saiba, mas quando me falas...

Quando brinca comigo...

Quando me escutas...

Quando me amas...



Exerce a nobre tarefa de um amigo REAL.

Assim... Cativa-me...



Escuto seu sorriso, através do sons do teclado.

Ouço teu coração através do meu coração,

Sinto tua alegria através da minha alegria...



Nunca deixe de vir...

Só conhece a importância dos verdadeiros amigos,

Quando começamos a perceber sua ausência,

Quando chamamos por todos,

E somente ele vem...
_____________________
Ágata Vanessa Matos

Antònio Manuel disse...

Caro:

Amigo Furtado:
Parabéns pela escolha.

Belo Poema!

Gilka Machado ela è Sublime!

Grato pela visita:

Là estou a recuperar pouco a pouco pôis é uma fratura muito dificil.

Sô o tempo poderà ajudar...

Lhe desejo um Otimo Fim de Semana
Luz e Pàz

Forte Abraço


Antònìo Manuel

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...