segunda-feira, 27 de setembro de 2010

Na transparência da tardinha.


"NA TRANSPARÊNCIA DA TARDINHA"

na transparência da tardinha
que
impávidos imbondeiros sombreiam

cantar de galinha do mato
é
eco de um tempo
em
que ilusão e verdade
cirandavam alheias ao mundo

a esperança medrava verde
verde
como rebento de capim de outubro

na transparência da tardinha
que
impávidos imbondeiros sombreiam

Arlindo Barbeitos


Arlindo do Carmo Pires Barbeitos, nasceu em Catete, Província de Icolo e Bengo, Angola, em 24 de Dezembro de 1940. Em 1961, foi obrigado a fugir de seu país por motivos políticos. Viveu na a França, Bélgica, Suíça, e Alemanha, onde cursou Antropologia e Sociologia na Universidade de Frankfurt. Tem doutorado em Etnologia e foi professor na Universidade Livre de Berlim Ocidental e na Universidade de Angola, para onde regressou em 1975.

Fonte: http://www.antoniomiranda.com.br

8 comentários:

Sônia Silvino disse...

Tudo bem?
Vim acabar com a saudade e trazer um presentinho:
Deixo para você um poema feito por mim!
Um abraço
Um abraço faz milagres...
Aquece a alma e o coração!
Não custa nada!
É só ter um pouquinho de boa vontade
e distribuir de montão!
Quando você abraça alguém
seu coração entrega um pouco de amor!
Quem recebe fica feliz
e quem abraça tem um dia encantador!
Transforme o seu dia,
transforme o dia de alguém!
Abrace com carinho e alegria!
Você vai ficar feliz também!
_____________________


Um abraço, graaande!
Boa semana!!!
Sônia Silvino's Blogs
Vários temas & um só coração!

Livinha disse...

Na transparência da tardeinha,
tem prenúncios,
um silêncio bate o peito de Livinha,
a nunciando a noitinha, anseio de um coração ligeiro...

Bom Dia meu amigo!!!

Lindo poema... profundo para refletir... tudo porque é a dita da tardinha...

Bjs

Livinha

Everson Russo disse...

Sugestoes da vida,,,dos sonhos,,,daquilo que a gente ve e fica guardado na memoria...abraços de otima semana pra ti amigo.

Valéria Sorohan disse...

Sempre com belíssimas escolhas.
Amei!

BeijooO*

Wanderley Elian Lima disse...

Olá amigo.
Lindo poema homenageando essa árore angolana. Você acredita que li uma reportagem sobre um bar que funciona dentro de um imbondeiro. Achei o máximo.
Abração

Gislãne disse...

Lindo!!!

É sempre bom conhecer novos escritores, este eu não conhecia.


bjos

Laura disse...

Muito bom!
Beijos amigo.

JB disse...

É necessário continuar a projectar os sonhos numa árvore florescendo em verde de esperança!

Não conhecia este escritor. Este seu espaço é um mundo cheio de Arte, que graças à sua partilha enriquece quem por aqui experimenta as Emoções!

Beijinhos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...