sexta-feira, 6 de agosto de 2010

Rosa.


ROSA

Rosa do meu Jardim, que ardes na minha Jarra,
filha do meu afã, mártir do meu amor!
Minha grande paixão egoísta te desgarra
as pétalas, te aspira o segredo interior.

Pois que estamos a sós — eu volúvel cigarra,
tu, borboleta rubra estacionada em flor —
deveras ter comigo uma folha de parra,
a fim de preservar-te a beleza e o pudor...

Pois que! tão nua assim, tão fresca e tão punícea,
rosa da Tentação, rosa da Impudicícia,
és o próprio Pecado: e há virtude em pecar...

— Pecar morrendo em ti, sangrando em teus espinhos,
remindo num Desejo os desejos mesquinhos,
gozando pelo Olfato e amando pelo Olhar...

Hermes Fontes


Hermes Floro Bartolomeu Martins de Araújo Fontes nasceu em Sergipe, em 28 de agosto de 1888 e faleceu no Rio de Janeiro em 25 de dezembro de 1930.

Filho de Francisco Martins Fontes e de Maria José de Araújo Fontes veio para o Rio de Janeiro em 1898 e aqui bacharelou-se em Direito, em 1911, pela então Faculdade de Direito do Rio de Janeiro e, aqui também, foi funcionário dos Correios e Oficial de Gabinete do Ministro da Viação.

Em Aracajú é nome de uma Avenida e de uma Praça Pública e só não é também nome de algum dos logradouros de Paquetá por já dar nome à uma das ruas do bairro de São Cristóvão, na cidade do R. J.

Aqui também, com Júlio Surkhow e Armando Mota, em 1904, fundou o jornal "Estréia" e colaborou também em vários periódicos como os jornais Fluminense, Rua do Ouvidor, Imparcial, Folha do Dia, Correio Paulistano, Diário de Notícias e as revistas Careta, Fon-Fon, Tribuna, Tagarela e Atlântida, entre outras...

Em 1913 publicou o seu primeiro livro de poesias, "Gênese", seguindo-se Ciclo da Perfeição (1914), Miragem do Deserto (1917), Microcosmo (1919), A Lâmpada Velada (1922) e A Fonte da Mata (1930).

Nesse mesmo ano, suicidou-se no Rio de Janeiro.

Dentre as suas principais poesias destacam-se Mãe, A Cigarra, A Guerra, Anoitecer na Praia, Jogos de Sombras, Luar de Paquetá, Messianeida, Moema, e Rosa.

Fonte: http://www.webartigos.com/articles/3511/1/Hermes-Fontes/pagina1.html#ixzz0vmIdMLgF

19 comentários:

MEUS POEMAS disse...

Lindo, lindo meu amigo!
Obrigada pela visita!
Beijos da Gena

Sônia Silvino disse...

Adoro vir aqui apreciar lindos poemas e poesias e ainda aprender sobre os autores. Isso é demais!
Bjkas, muitas!

Sônia Silvino disse...

Adoro vir aqui apreciar lindos poemas e poesias e ainda aprender sobre os autores. Isso é demais!
Bjkas, muitas!

Sônia Silvino disse...

Adoro vir aqui apreciar lindos poemas e poesias e ainda aprender sobre os autores. Isso é demais!
Bjkas, muitas!

Amor feito Poesia disse...

Carinhos desenhados em
palavras são como flores perfumadas...

- Dolce Bárbara –

Beijos & Flores! M@ria

Perfeita Beleza disse...

OI LINDA !!!

Adorei seu blog e já estou te seguindo e se tiver um tempinho de uma olhadinho no meu é sobre cabelos e se gosta seje minha seguidora tbm...

BEIJOS *-*

http://perfeitabeleza.blogspot.com/

Livinha disse...

Furtado meu amigo querido,

Estou na tentativa de voltar..
Ainda que devagar.
Obrigado pela paciência
pela visita e carinho...

Linda rosa pra ti
como esta da tua postagem.
Lindo poema, amor sublime
vazante ao desejo de se dar...

Paz pra ti
Bjs

Livinha

Wanderley Elian Lima disse...

Uma rosa que é a pura tentação para quem ama.
Abração

Everson Russo disse...

Belissimo poema meu amigo,,,um otimo final de semana pra ti...paz sempre.

Professora Carla Fernanda disse...

Bom dia Rosenildo! Apesar de morar em aracaju bastante tempo, sou mineira, não comnhecia a biografia de Hermes Fontes. Passo por esta avenida todos os dias para vir para a escola.
Bom dinal de semana!!
Carla Fernanda

Valéria Sorohan disse...

A gente usa os artifícios naturais para sobreviver, para viver certos sentimentos... os camaleões apenas se defendem da natureza, mas claro, não estão imunes dos danos. Nunca estamos.

BeijooO

Graça Pereira disse...

Dos poemas mais lindos que li sobre a Rosa que supõe um amor não coorrespondido...daí talvez a sua partida prematura desta vida...quando se ama e poeta...ás vezes, os caminhos, complicam-se...
Beijos e bom fds
Graça

reltih disse...

hermosisima composición.
un abrazo

Helô Müller disse...

Obrigada pela rosa!!
Adoros flores e perfumes!! Rosas vermelhas, então, nem se fala...
Linda poesia!
Um final de semana perfumado procê!
Bj
Helô

Déia disse...

Sempre a rosa, não é? Divina e graciosa!

bjs

Maria disse...

Lindissimo poema e uma rosa magnifica.
Aproveite ao máximo o fim de semana, viva cada momento com alegria e deixe entrar a felicidade no seu coração.
“Viver é a coisa mais rara do mundo. A maioria das pessoas apenas existe.” (Oscar Wilde)
bom fim de semana
Bjs do tamanho do infinito
Maria

Lou Witt disse...

Sempre querido amigo!

Deixo meu beijo e carinho!!!

ஐ¸.Lady .¸ஐ disse...

Belíssimo poema.
Amo as rosas de todas as cores.Sinto a essência do divino.
Tenha um ótimo fim de semana.
Com carinho, Lady.

Fatima disse...

Ótimo final de semana meu amigo!
bjs.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...