segunda-feira, 16 de agosto de 2010

Político é igual a feijão.

Meus queridos amigos, remexendo o baú encontrei um artigo que escrevi quando da minha estada em Recife, pois quando nas minhas horas de folga, escrevia algumas baboseiras para o jornal. Como estamos em época de campanha política, achei pertinente usá-lo na minha postagem de hoje, cujo qual, abaixo transcrevo na íntegra:

POLÍTICO É IGUAL A FEIJÃO

Será que existe a tão propagada democracia neste país? Se a resposta for negativa, tudo bem, mas se for positiva, aí cabe mais uma pergunta: “Por que, se existe a democracia, somos obrigados a aceitar tudo aquilo que nos é imposto? Segunda feira, 17-08-98, teve início a indigesta e malfadada propaganda eleitoral, quando na oportunidade os candidatos – na sua maioria – promovem uma verdadeira chuva de excrementos, como se os ouvidos do povo fossem latrinas. É sempre a mesma coisa, promessas e mais promessas, onde todos sem exceção vão melhorar a EDUCAÇÃO, SAÚDE, TRANSPORTE, SEGURANÇA, TRABALHO, HABITAÇÃO, etc., coisas que ao longo dos anos vêm se repetindo. Hoje temos candidatos para os mais variados tipos de gosto, bons, honestos, trabalhadores, solidários, caridosos e muito bem intencionados, verdadeiros anjinhos que aguardam somente a hora de dar o bote no poder, e o resto que se dane. O povo deve lembrar do Sr. Sérgio Naya, político exemplar, ernestíssimo, que provou quando de suas declarações em toda a imprensa brasileira, sobre falsificações de assinaturas, pagamentos e recebimentos de propinas e outros desmandos. O pior de tudo, é que, quando de sua cassação, surgiram mais ou menos 180 coleguinhas de profissão e de casa, igualmente “ernestos” como ele, e votaram contra, insistindo na permanência do corrupto no cenário político nacional.

Outubro vem chegando, e com ele o dia do eleitor exercer o seu ato de cidadania. Portanto, vou terminar, citando uma comparação muito sábia, de um pobre ancião, analfabeto de pai e mãe, que viveu e faleceu numa cidadezinha do interior do Rio Grande do Norte, e que num momento de tamanha felicidade declarou: “Político é igual a feijão quando se bota na água, o bom DESCE e o ruim SOBE”.

Conforme podemos observar, mudanças, não houve, salvo as personagens e as datas. No lugar do Sérgio Naya (Senhor?), muitos e muitos outros, conforme os órgãos de imprensa têm divulgado. Até a falta de vergonha na cara continua a mesma, ou quem sabe, com maior intensidade.

Com ralação ao custo da propaganda aos cofres públicos, vejam o que diz parte do artigo recebido através de Newsletter do Diário de Pernambuco, em sua edição do dia 14-08-2010, conforme transcrito abaixo:

A propaganda eleitoral, veiculada a partir da próxima terça-feira até 30 de setembro, será um marco em termos de gastos para os cofres públicos brasileiros. Neste ano, a previsão é que o palanque eletrônico em rede aberta de televisão e rádio, conhecido como "horário gratuito", custará cerca de R$ 851 milhões à União. Significa mais de quatro vezes a estimativa para as eleições gerais de 2006 (R$ 191 milhões).

A conta da democracia é paga pelo contribuinte por meio de renúncia fiscal dada às emissoras de comunicação, numa espécie de ressarcimento pela exibição obrigatória dos programas de candidatos a presidente, governador e deputados. Ao elaborarem o Imposto de Renda referente ao exercício de 2010, as empresas de comunicação excluirão do lucro líquido parte do preço do espaço que seria utilizado para a publicidade comercial.

Como vimos, amanhã, dia 17-08-2010, vamos ser beneficiados com o início do programa eleitoral nas emissoras de rádio e televisão do país. Portanto meus amigos, vamos limpar bem os ouvidos, para recebermos melhor os excrementos.

Que DEUS nos abençoe.

R.S. Furtado.

18 comentários:

M@ria disse...

"É preciso ter um plano. É preciso imaginar a Terra Prometida e querer ir para lá. O primeiro passo é sonhar. Sem uma meta ninguém faz nada."

(Willian Douglas)

Muita paz na semana que se inicia!
Beijos de coração prá coração!!

Wanderley Elian Lima disse...

Ninguém merece. E viva a democracia!!!!
Abração

Valéria Sorohan disse...

Perfeita crônica, e que venham os excrementos. O voto é a descarga.

BeijooO*

REGGINA MOON disse...

Furtado,

Eu penso que a propaganda eleitoral deveria passar em alguns canais abertos, como a TV Cultura, aqui em SP, e quem tivesse interesse em assistir, teria essa opção...

Realmente é um porre!!rs
Ótimo texto, sempre atual!

Um grande beijo e boa semana!!

Reggina Moon

**Tem selinho pra voce no Verso & Prosa!

Everson Russo disse...

A democracia já começa em sermos obrigados a votar...rs..rs..rs....será mesmo que existe? não temos voz aos ladrões,,,,como no post,,,que Deus nos abençoe,,,e castigue a eles...abraços de otima semana...

Laura disse...

Sua crônica é ótima amigo, mas eu não gosto nem de escrever à respeito. Mas sei que não tem outro jeito. Se correr o bicho pega, se ficar o bicho come.

Bjs*

Felina Mulher disse...

Uma excelente cronica e cabe bem aos dias de hoje.
Parabéns meu amigo.

Um beijo

Andri Alba disse...

Furtado, pasé por aquí a dejarte mi cariño, a que sepas que no te olvido.

Y que procuraré estar más presente en tu casa.

Buena semana y muchas bendiciones para ti y los tuyos.

Un beso,

Andri

reltih disse...

excelente tu crítica.
un abrazo

Rosane Marega disse...

E fazer o que né...belas palavras.
Deixo também nesta visita o meu Obrigada por suas palavras de carinho em meu cantinho romântico, me faz muito bem e queria que soubesses.
Beijossss

Sonhadora disse...

Meu querido amigo
Um texto muito bom e actual nos dias de hoje e em todo o lado.

Beijinhos
Sonhadora

Fatima disse...

Pelo jeito que as coisas andam, Deus vai ter que fazer serão.
Bjs.

Professora Carla Fernanda disse...

Muito bom comentário amigo! Nunca podemos perder a capacidade de indignação....é mesmo um absurdo e no fim o povo que paga a conta.
Boa noite!
Carla Fernanda

Pérola disse...

Perfeito!!!!
Amigo querido eu vim te agradecer a visita e pelo comentário maravilhoso que tu deixou.
Peço perdão pq eu deletei aquela postagem,ñ vale a pena né.
Prefiro seguir com minha sinceridade o resto eu vou adminstrando.
Beijo grande meu amigo querido.

Livinha disse...

Furtado meu amigo, nunca engoli esta dita palavra Democracia. Mesmo porque nada disso vejo, não existe é um caso abstrato nesta terra de meu Deus, infelizmente.
Tuas escritas como vê bem guardada, pois que jamais perdeu a valia, tudo na mesma. Não existe evoução benfazeja, somente tirania.
Esse é o país que vivemos e que como diz nossa amiga Fátima ai em cima, com uma correção apenas eu dito a frase: Deus está sempre fazendo serão.
Olha, se você quer saber, eu nem ligo a TV. Já me descidir a não votar mais e acho que o brasileiro em peso assim deveria proceder, para que nós pudessemos (embora com riscos)escolher o dito candidato a eleição. É preciso haver manifestação, mostrar a esses tiranos o que de fato possa ser democracia.

Linda postagem. Adorei!

Bjs

Livinha

Ps:Aquelas maravilhosas entidades, cujos nomes deixaste postado em comentário a minha casa, ô meu amigo eu te agradeço, mas quem dera eu me aproximasse um poquito a tão grandes nomes em suas mais lindas e profundas inspirações...
Obrigado.
Outros mais...

Chica disse...

Perfeitas tuas colocações e não mudou nada mesmo...

Hoje começa essa propaganda e haja saco...

Teu blog continua com brigas com o meu computador.

Hoje insisti e esperei um tempão. Mas vim agradecer o carinho na Anne com o Neno.abração,lindo dia,chica

Everson Russo disse...

Abraços fraternos de bom dia pra ti amigo.

ONG ALERTA disse...

Politicos não servem para nada, Lisette

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...