quarta-feira, 21 de julho de 2010

Natal.

http://3.bp.blogspot.com/_zIw_sOlvv3w/SzpiO2VzPYI/AAAAAAAAC_o/lOGju2yhswA/s400/%C3%81rvore+Natal+em+garrafas+de+pl%C3%A1stico-+Luanda+2009.jpg

NATAL

Branca roupa ao sol
Pirrulas na mulemba
cantam chuva.

Não há estrela-guia
sol-caju brilhando
pelos caminhos antigos
pés gretados batidos
vem todos.
... vovo Bartolomé enlanguescido
em carcomida cadeira acordado...

... sô Santo
subindo a calçada
a mesma calçada que outrora descia...

... Zito e Dimingas
no maximbombo da linha 4...

... Musunda amigo
com a firme vitória da sua alegria...

E vê
vêm também
cheirando a suor
as buganvílias
a den den

Pedro monangamba
olhos abertos de amor
na mão e cetro
a pá de trabalhador

Pascoal
(Ué ainda vivo velho Pascoal?!)
a vassoura de mateba
a farda cáqui
da Câmara Municipal.

De Calumbo
o sol do Cuanza

nos seios caju
docinha manga
trouxe Jana.

Vieram também
também vieram
algas verdes na garganta
os três magos da Ilha
– ngoma, reco-reco e violão!

Branca roupa ao sol
Pirrulas na mulemba
Não havia luar
porque a noite já não era
estrela-guia
e do ventre da mãe negra
o menino nascia.

Luandino Vieira

http://www.antoniomiranda.com.br/poesia_africana/angola/img/luandino_vieira.jpg

José Luandino Vieira, nascido na Lagoa do Furadouro (Portugal) em 4 de Maio de 1935 é cidadão angolano pela sua participação no movimento de libertação nacional e contribuição no nascimento da República Popular de Angola. Passou toda a infância e juventude em Luanda onde frequentou e terminou o ensino secundário. Trabalhou em diversas profissões até ser preso em 1959 (Processo dos 50), é depois libertado e posteriormente (1961) de novo preso e condenado a 14 anos de prisão e medidas de segurança. Transferido, em 1954, para o Campo de Concentração do Tarrafal, onde passou 8 anos, foi libertado em 1972, em regime de residência vigiada em Lisboa. Iniciou então a publicação da sua obra na grande maioria escrita nas diversas prisões por onde passou.

Depois da Independência foi nomeado para a Televisão Popular de Angola, que organizou e dirigiu de 1975 a 1978; para o D. O. R. (Departamento de Orientação Revolucionária do MPLA) que dirigiu até 1979; para o I. A. C. (Instituto Angolano de Cinema) que organizou e dirigiu de 1979 a 1984.

Membro fundador da União dos Escritores Angolanos exerceu a função de Secretário-Geral desde a sua fundação – 10-12-1975 – até 31-12-1980.

Foi Secretário-Geral Adjunto da Associação dos Escritores Afroasiáticos, de 1979 a 1984; e de novo Secretário-Geral da União dos Escritores Angolanos, de 1985 a 1992.

Após o colapso das 1.ªs eleições em 1992 e do recrudescimento da guerra civil, abandonou a vida pública, dedicando-se unicamente à literatura.

Fonte da biografia e foto: http://html.editorial-caminho.pt

8 comentários:

Helô Müller disse...

Uma poesia bem original, tipo assim "regional" ou coisa que o valha! rs
Vida atribulada mas cheia de conteúdo, a do Poeta!
Boa escolha!
Beijos, amigo!
Helô

Fatima disse...

Muito interessante a visão do poeta!
Bjs.

Everson Russo disse...

Belissima imagem criada pelo poeta...abraços de bom dia na paz de Deus.

Pérola disse...

Bela postagem. Estou aprendendo por aqui a conhecer grandes poetas.
Obrigado pela oportunidade.
Um beijo grannnnnnnde.

Maria João disse...

Olá,

Encontra-se online o novo blog dedicado ao jogador de futebol DAVID LUIZ.
O blog é uma iniciativa muito recente , que tem como fim manter todos os seguidores do jogador informados e ao mesmo tempo prestar-lhe homenagem por tudo que ele já conquistou até hoje. Pois ele merece e muito!
Por isso é com muito prazer que te convido a visitar e seguir este blog que concerteza e no que depender de mim terá um futuro promissor.

Obrigada pela compreensão, pois todo o apoio é necessário ,não só nesta fase inicial.

Se for possivel fazeres divulgação do meu blog agradecer-te-ia. Se aceitares,colocarei também o link do teu blog no meu, e pertencerás aos meus afiliados.

A GERÊNCIA,

www.david--luiz.blogspot.com

reltih disse...

un tema muy acorde con su titulo.
un abrazo

Maria Valadas disse...

Mais um poeta Brasileiro que eu desconhecia... e que tive o eborme prazer de ler um poema de sua autoria.

A biografia do mesmo poeta é muito enriquecedora.

Obrigasa pela partilha, meu querido amigo,
Rosemildo.

Livinha disse...

Ele de nada esqueceu e eis alguém mais que chega para o dia tão formosamente esperado...

Lindo poema de autoria bem desconhecida pra mim

Meu carinho e feliz noite pra ti
meu amigi

Bjs

Livinha

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...