quarta-feira, 2 de junho de 2010

Descrição do Recife de Pernambuco.

http://flammarion.files.wordpress.com/2009/07/recife.jpg

DESCRIÇÃO DO RECIFE DE PERNAMBUCO

Pera a parte do sul, onde a pequena
Ursa se vê de guardas rodeada,
Onde o céu luminoso, mais serena,
Tem sua influição, e temperada.
Into da nova Lusitânia ordena
A natureza mãe bem atentada,
Um porto tão quieto e tão seguro,
Que para as curvas naus serve de muro.
É este porto tal, por estar posta
Uma cinta de pedra inculta e viva,
Ao longo da soberba e larga costa,
Onde quebra Netuno a fúria esquiva.
Entre a praia e a pedra descomposta
O estanhado elemento se deriva
Com tanta mansidão, que uma fateixa
Basta ter à fatal Argos aneixa.
Em o meio desta obra alpestre e dura
Uma boca rompeu o mar inchado,
Que na língua dos bárbaros escura
Paranambuco – de todos é chamado:
De – Paraná – que é Mar, – Puca, rotura;
Feita com fúria desse mar salgado,
Que, sem no derivar cometer míngua,
Cova do mar se chama em nossa língua.
Para a entrada da barra, à parte esquerda,
Está uma lajem grande e espaçosa,
Quede piratas fora total perda,
Que uma torre tivera suntuosa.
Mas quem por seus serviços bons não herda,
Desgosta de fazer cousa lustrosa;
Que a condição do rei, que não é franco,
O vassalo – faz ser nas obras manco...
Sendo os deuses à lajem já chegados,
Estando o vento em calma, o mar quieto,
Depois de estarem todos sossegados,
Por mandado do rei, e por decreto.
Proteu no céu, c'os olhos enlevados,
Como que investiga alto secreto,
Com voz bem entoada, e bom meneio,
Ao profundo silêncio, larga o freio.

Bento Teixeira

http://4.bp.blogspot.com/_6XvZ4HOj2j8/R8y74JgFBWI/AAAAAAAACWM/CT536GMr5qc/s400/Z.jpg

Bento Teixeira, poeta português nascido 1560 na cidade do Porto, Portugal, autor do primeiro poema épico da literatura brasileira, "Prosopopéia", sobre a conquista de Pernambuco, marco inicial do barroco na nossa literatura, e também sua única obra. Filho de cristãos-novos, a família transferiu-se para a capitania do Espírito Santo, na então colônia do Brasil (1567).

Estudou em colégios jesuítas, tentou seguir a carreira eclesiástica, mas desistiu e casou-se com a cristã Filipa Raposa (1584), em Ilhéus, BA. Formou-se no Colégio da Bahia e transferiu-se em seguida para Pernambuco, onde se dedicou ao magistério, à advocacia e ao comércio. Acusado pela mulher de judeu e mau cristão, foi julgado e absolvido pelo ouvidor da Vara Eclesiástica da Inquisição (1589), depois de levado a auto-de-fé. Depois foi intimado pelo visitador do Santo Ofício, ao qual fez sua confissão (1594). Revoltado, assassinou a mulher (1594) e se refugiou no mosteiro de São Bento, em Olinda.

Preso durante frustrada tentativa de fuga, foi enviado para Lisboa (1595), onde inicialmente negou, mas depois admitiu a crença e prática judaicas, que abjurou em auto-de-fé (1599). Na prisão em Lisboa, de onde não mais sairia vivo, o autor fez sua composição de elogio aos primeiros donatários de Pernambuco no poema épico "Prosopopéia" (1601), considerada uma expressão pioneira do nativismo. Tratava-se de uma composição em oitava rima, com 94 estrofes, exaltando a obra de Jorge de Albuquerque Coelho, donatário da capitania de Pernambuco, obedecendo ao modelo Camoniano, considerada cansativa e laudatória, de valor puramente histórico. Faleceu em Lisboa em 1618.


Fonte: www.dec.ufcg.edu.br

16 comentários:

M@ria disse...

Em sonho vireis delicadamente
e sem motivo algum
direis palavras amáveis
que vos surpreenderiam
se vos fossem contadas.

Cecília Meireles

Boa Noite e Beijos meus! M@ria

Valéria Sorohan disse...

Uma linda homenagem desse poeta a Pernambuco, sabe eu nunca fui a nenhum estado do nordeste nem do norte, o máximo que cheguei do norte e nordeste foi em Espírito Santo que é no sudeste...rs
Ainda vou conhecer essas águas e muitas outras dessa região e tenho certeza que vai ser tudo isso mesmo que Bento Teixeira declamou.

BeijooO'

Sandra Botelho disse...

Poxa um retrato feito em palavras...
Perfeito.
Bjos achocolatados

Everson Russo disse...

Lindissima descrição,,foi como pintar uma tela com palavras...abraços amigo e um dia de paz pra ti...fique com Deus.

Lina-solopoesie disse...

CIAOOOOOOOOoooo
Grazie a stella e a te che mi hai lasciato il commento nella nella vetrina delle poesie ho avuto il piacere di conoscerti ..
Nei prossimo giorno verrò a leggere i tuoi post .spero che hai postato il traduttore perchè non conosci la tua madre lingua..
BUNA GIONATA LINA

Stella Tavares disse...

Querido Rosemildo

Estou sem computador há algum tempo, motivo pelo qual ando afastada dos amigos e dos seus belíssimos posts. Na próxima semana ele deve estar pronto e voltarei com prazer, para por em dia minha leitura.
Bjs

reltih disse...

gracias por compartirnos este post.
un abrazo

Hana disse...

Oi amigo vim te ler que linda homenagem a terrinha maravilhosa, eu já conheci, e amei! deixo aki meu carinho e ternura em seu blog e em seu coração!
com carinho
Hana

REGGINA MOON disse...

Furtado,

Bela postagem...muito bom poder ler essas descrição de Bento...não conheço Pernambuco, mas é um local mesmo inspirador, como toda a Região Nordeste...

Um beijo e ótimo feriado!

Reggina Moon

Déia disse...

Sempre adoro aprender com vc!!

bjkas

Livinha disse...

Lindo poema meu amigo.
Ficaria feliz ve-lo recitado
louvaria o fôlego do poeta
nesse poema descritivamente
desemfreado...

Desculpe a sumida.
o tempo aqui tá sempre instável
nos tropeços do caminho.

Um bom feriado pra ti e todos daí.

Bjs
Livinha

Wanderley Elian Lima disse...

Ola meu amigo
Ainda não conheço Pernambuco, mas com toda certeza vou conhecer, e sei que vou adorar.
Fica com Deus
Um abraço

Felina Mulher disse...

Meu querido amigo, bela descrição,fez Jus a tão linda Cidade.

Um beijo no teu coração.

AFRICA EM POESIA disse...

Adorei o teu Recife-

um beijão e desculpa o traso em dar noticias mas...a saúde ás vezes prega partidas...
beijos

"Cantinho Poético" disse...

"A verdadeira essência das coisas, só o coração pode
ver, com a sensível alma que o faz viver. Quando a
alma, retorna a sua origem divina, o coração para de bater. Somente a alma sobrevive no plano divino,
aguardando um novo alvorecer."

''Elias Akhenaton''

Boa Noite e beijos meus...M@ria

Amor feito Poesia disse...

"Quem não é capaz de entender o silêncio de um
amigo também nunca há de compreender suas palavras.
Escutar é muito mais difícil do que falar e olhar."

Piet Van Breemen


BOM FDS.....Beijos & Flores!! M@ria

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...