quarta-feira, 26 de maio de 2010

O primeiro dicionário.

http://www.virtuallost.com/wp-content/uploads/Dicion%C3%A1rio-Online-400x301.png

O PRIMEIRO DICIONÁRIO

400 aC – Inventa-se o Dicionário. Seu autor é Heládio de Alexandria, mas essa preciosidade se encontra atualmente perdida. Os primeiros dicionários foram usados pelos assírios e babilônios. Não explicavam palavras, porém sinais. Surgiram, assim, os silabários, para explicar os ideogramas. Mas os precursores dos nossos atuais dicionários são os gregos, os quais se afastaram do especial para formular o geral. Outro dicionário mais antigo que se conhece é o de Apolônio de Alexandria, organizado no tempo de Augusto e que contém um glossário de palavras usadas por Homero; depois surgiram outros, tratando das palavras e frases ambíguas, corruptas, bárbaras, estrangeiras ou dialetais dos poetas trágicos e cômicos; outros, sobre termos de culinária, um assunto fascinante para os gregos. De mais fôlego, entretanto, foram o de Heládio de Alexandria e o Dicionário Onomástico de Júlio Pólux, em 10 volumes, que chegou até a nossa época.

Nota: Este trabalho é o resultado de pesquisas realizadas pelo ilustre professor Elias Barreto e publicado pela Enciclopédia das Grandes Invenções e Descobertas, edição de 1967, volume1, página 35.

17 comentários:

Helô Müller disse...

400 AC?? Nunca poderia imaginar que o Dicionário tivesse este tempo todo!! rs Aliás, eu nunca havia pensado sequer no assunto, e achei interessante por demais, a pesquisa!! O seu Blog tb é cultura... Legal!! rs
Beijos
Helô

Chica disse...

NOSSA,QUE INTERESSANTE ISSO!nÃO SABIA! ABRAÇÃO,TUDO DE BOM,CHICA

Si Arian disse...

Nossa... Não sabia que o Dicionário era tão antigo!
O seu blog é muito interessante!!! Aqui em cada postagem é um aprendizado. Fica com Deus!
Abraço

Amor feito Poesia disse...

Prometo ante o silêncio do inverno,
nutrir minhas ilusões fazendo dos nossos "nós" a oração da espera.

(Conceição Bentes)

Beijos & Flores...M@ria

stella disse...

Molto interessante, Furtado.

Pena disse...

Gigante e Admirável Amigo:
VOCÊ brilha e delicia quem aqui passa.
Extraordinário Post pela pertinência e sentido de oportunidade fantástico.
É uma referência da enorme Blogosfera.
MUITO OBRIGADO pela sua amizade pura.
Abraço de parabéns sinceros pela sua genialidade latente e visível.
Sempre a admirá-lo e ao que escreve.

pena

Bem-Haja, extraordinário Amigo de quem lhe quer bem.
MUITO OBRIGADO pela sua amabilidade e pureza de sentimentos.

M@ria disse...

" Ama-me é tempo ainda, interroga-me e te direi que o nosso tempo é agora."

(Hilda Hilst )

Bom diaaaa,com muito amor e poesia...M@ria

Poesia...Poesia disse...

"Se tivesse acreditado na minha brincadeira de dizer verdades, teria ouvido verdades que teimo dizer brincando.."

Charles Chaplin

Hoje te ofereço flores...Bom dia!!

Everson Russo disse...

Jamais poderia imaginar isso amigo,,,adorei a informação....abraços fraternos de bom dia...na paz de Deus sempre.

Valéria Sorohan disse...

Como é antigo o pai dos burros, não fico sem...rs

BeijooO'

REGGINA MOON disse...

Furtado,

Muito bacana a sua postagem...imagine o trabalho que isso tudo não deve ter dado na época...

Parabéns!!

Grande beijo!

Reggina Moon

Sarah Slowaska disse...

Não morro de amores pelos dicionários! kkkk A nossa relação sempre foi meio conflituosa.
Mas faz bem saber de onde veio.


Um beijo e linda continuação de semana!

Wanderley Elian Lima disse...

Nossa, não sabia que o pai dos burros era tão velho assim rsrsrsrs
Abração

AFRICA EM POESIA disse...

ROSEMILDO

Os livros são algo bem presente e forte.
Muito computador.
Muita tecnologia...
Mas os livros...
O virar a folha,
o beber as letras
São para sempre

Um beijo



OS LIVROS


Livros
Muitos livros
De várias lombadas
Largos
E finos
Mas todos eles
Meus amigos...
Que me acompanham...
Que me transportam
A todo o lado.
E que me fazem companhia...
E quando me sento
No meu canto
Pego no livro que quero...
Pego na historia mais linda
E leio...
E transporto-me...
Também... para lá...

LILI LARANJO

AFRICA EM POESIA disse...

ROSEMILDO

Os livros são algo bem presente e forte.
Muito computador.
Muita tecnologia...
Mas os livros...
O virar a folha,
o beber as letras
São para sempre

Um beijo



OS LIVROS


Livros
Muitos livros
De várias lombadas
Largos
E finos
Mas todos eles
Meus amigos...
Que me acompanham...
Que me transportam
A todo o lado.
E que me fazem companhia...
E quando me sento
No meu canto
Pego no livro que quero...
Pego na historia mais linda
E leio...
E transporto-me...
Também... para lá...

LILI LARANJO

Sandra Botelho disse...

Poxa, pra mim isso era bem atual...Quanto tempo neh?
Bjos achocolatados

Livinha disse...

Saber tbém não sabia, melhor porque nunca houve interesse de saber.
Mas uma coisa é fato: Todo burro tem um pai.
Pois não?

Grande meu amigo, boas informações nunca é demais...

Linda quinta pra ti
Bjs
Livinha

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...