quarta-feira, 25 de novembro de 2009

Poema do nadador.

http://4.bp.blogspot.com/_7hkn_SCDhM8/SLFqCE-sHzI/AAAAAAAABA0/izyDhkXTrDY/s400/blog+beijing4+phelps.jpg

POEMA DO NADADOR

A água é falsa, a água é boa.
Nada, nadador!
A água é mansa, a água é doida,
aqui é fria, ali é morna,
a água é fêmea.
Nada, nadador!
A água sobe, a água desce,
a água é mansa, a água é doida.
Nada, nadador!
A água te lambe, a água te abraça
a água te leva, a água te mata.
Nada, nadador!
Senão, que restará de ti, nadador?
Nada nadador.

Jorge de Lima.
(1895-1953)

13 comentários:

Sereia disse...

Boa noiteeeeeeeeeeee.
Um bom nadador ñ tem q saber só nadar ele tem q ter a plena consciência dos seus limites assim é a vida...A regra é simples.
Abraços.

Ana Martins disse...

Muito bom mesmo!


Beijinhos,
Ana Martins

Felina Mulher disse...

Adorei ouso das palavras antagônicas que Jorge de Lima usou pra exprimir as características das águas.

Um beijo e um carinho especial pra você Furtado :)

Maria L. Bózoli disse...

Estive um pouco ausente. Agradeço o carinho de todos.....Adoro vocessss.........Beijosssssss

Livinha disse...

Furtado,
Você agora me fez recordar de meu sogro, cheio de ditados, quando um dia, contrariado com um filho temporão que abraçou por adoção, soltou estas máximas:
Tem gente que só aprende a nadar, quando a água bate na bunda!!

Perfeito demonstrativo disso, "Nada nadador" sem resmungue, nada! e a gente somente aprende a Nadar,na dor...
Perfeito poema de Jorge de Lima

Belíssima escolha mais uma vez...
Fica na Paz!
Bjss

Fatima disse...

Não sei nadar, acredita?
Bjs.

Anônimo disse...

Amigo Furtado, o seu blog é muito bom, e tenho lido muitas coisas nele. E gostado. Agradeço muito pela sua boa amizade, que espero, vá se consolidando cada vez mais. As poesias são sempre lidas com prazer e aprecio os sonetos, que, para mim, representam uma forma de poetar um tanto esquecida mas nem por isso deixam de ter a sua beleza.
Um grande abraço do
Théo Drummond

Chica disse...

E nós, nadadores das águas da vida também temos que seguir:nada, nadador!!!abração,chica

Valéria disse...

Águas da terra...
águas de março...
água dos rios...
águas da fonte...
que carrega a energia
de onde surge até o ser.
de noite, de dia...
segue o horizonte.
água que guarda
ou transporta a vida
água doce...
água florida
salgada...
ou refletida.
que circunda a terra...
que permite a vida
vem com os ventos do sul...
ou com os ventos do norte.
lava o tempo...
leva a semente.
límpida...
transparente.
transportando a luz,
saciando a sede
e ainda,
acalmando a mente.

(Têre Zagonel)

E o nadador nada!

Wanderley Elian Lima disse...

Belíssimo jogo de palavras. Amei.
Abração

AFRICA EM POESIA disse...

FURTADO

Obrigada por teres a palavra certa no momento certo.
Um beijo

ACHADOS


Pedras e pedrinhas...
Encontro no meu caminho...


Pérolas e diamantes...
Encontro nas vitrinas...


Ostras e ostrinhas...
Encontro junto à praia...


E, não encontro...
O que procuro...


Mas... vou procurar...
Porque sei que vou achar...


LILI LARANJO

Anônimo disse...

brutal :p

Anônimo disse...

brutal :p

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...