terça-feira, 3 de novembro de 2009

As fases da vida.

http://1.bp.blogspot.com/_uri_octDABo/Sq5fYi66UnI/AAAAAAAAAiI/S3zfH-dLi6M/s400/fases-da-vida.jpg


NAS FASES DA VIDA

Quando o desabrochar da vida, temos,
É só pelo futuro que esperamos.
Gozamos com devoção o que colhemos,
No presente, e no passado não ligamos.

Chegam tempos, porém, que compreendemos,
Quanto nós, a nós mesmos enganamos;
Se a vida é bela, é quando florescemos,
Não na velhice, que murchando estamos.

E o viver passa a ser abismo escuro,
Então, nós entendemos que o futuro,
Nada mais é que um sonho irrealizado.

E o que nos resta, é confortadamente,
Suavizarmos as mágoas do presente,
Com a cândida lembrança do passado.

R.S. Furtado.

17 comentários:

Andresa disse...

A vida, é a biografia de nosso proprio livro,
Nos escrevemos a historia
deixamos exemplos de vida
conselhos
lições de quem sofreu, mas depois aprendeu....
mas devemos deixar nosso escrito com orgulho. Por fizemos o que queriamos fazer, caimos e por muita fezes levantamos .....
Sempre tivemos escolha a tomar, mas nunca devemos arrepender-se pelas escolhas tomadas, pois para algo serviu.....
Vamos terminar nossa historia não como : ha se eu tivessse....
mas sim como eu fiz o que achei que devia fazer.

Um grande beijo amigo
Andresa

Fatima disse...

"E o viver passa a ser abismo escuro,
Então, nós entendemos que o futuro,
Nada mais é que um sonho irrealizado."
Será amigo?
Bjs.

Livinha disse...

Furtado,

Janelas, quantas delas, não nos debruçamos, quanto não sonhamos
e quanto não assistimos passarinhos,
nos ares subindo, como as flores que vimos, desabrochando...
Somos eternos seres, ingratos desta vida, por tantas causas que seguimos reclando, ligados apenas no que se fez frustrantes, mas esquecidos das coisas que realizamos...
Quantas bençãos já não realizaste, no amor que um dia desposaste, hoje filhos te renovam a esperança, cujos netos já te apraz em estandarte...

Meu querido amigo, lindo poema, cabível a mim tbém, que sou uma reclamona veterana dos meus ais... Por isto a ti agradeço, pois que a inspiração neste momento tbém surgiu pra mim...
Deus te abençoe e bendito seja nossos cabelos brancos... creia que a idade avança, mas até no ultimo dia da vida em instante, é possível sonhar...
Deus nos abençoe!

Bjss
Livinha

M@ria disse...

Rosemildo,

Seus textos sempre me emocioanammmm

Obrigada amigo por tanta beleza...

Beijos na alma.

Venha buscar um mimo aki...Bjs

AFRICA EM POESIA disse...

Furtado esse refúgio também é meu,
Deus tem um coração grande que pode partilhar com todos nós.
um beijo grande




REFÚGIO


O meu refúgio
É algo meu...
É o meu recanto
É para me esconder...
E para o viver...
E é meu...

Não o quero partilher...
Porque o meu refúgio...
É onde me escondo...
Onde sonho...
Onde me tento encontrar...

Onde sou feliz...
E... é o meu lugar
Que é algo meu...
E que não partilharei...
Porque é só meu...
Porque é lá que sonho
Que sofro, rio e choro...
Mas que não partilho com ninguém...
Porque... é só meu!...

LILI LARANJO

M@ria disse...

Um mimo aki pra voce com carinho

Venha buscá lo amigo

MariaSigTag_PapagaiosMenezes-vi

Chica disse...

O bom então, é sempre tentar passar por cada dessas fases da melhor maneira e depois ter bastante ea lembrar e recordar. abração,tudo de bom,chica

Doroni Hilgenberg disse...

Rosemildo,
Estive viajando, voltei!!!

Realista demais o seu soneto.
a vida prega peças...
No entanto há de se tirar lições dessas recordações e aproveitar o tempo que ainda resta, visto que ainda estamos vivos e todos os momentos são preciosos.
bjs

Anne Lieri disse...

A vida em suas diversas fases trazendo tanta sabedoria!Linda sua poesia,meu amigo!Agradeço sua gentil presença em meu blog por ocasião de meu aniversário!Abraços,

Nydia Bonetti disse...

A vida vale a pena, em qualquer fase. O segredo é viver o agora. Estamos vivos, o instante exite e temos o refúgio da poesia a nos tirar dos abismos, muitas vezes criados por nós mesmos.

Abraços!

Helô Müller disse...

Quanta sabedoria em teus versos, Rosemildo! É vero que vamos valorizando mais o presente, a medida que vamos avançando em idade... Os sonhos ? Estes não envelhecem, apenas vamos aprendendo que o presente é a única dádiva que nos é ofertada, e devemos curti-lo de corpo e alma, conscientes do privilégio de estarmos vivos, ainda!!
Sonhemos sim, mas não posterguemos o hoje para o amanhã incerto...
Vivamos o hoje com muito amor no coração! Sei que não é fácil, afinal faz parte do nosso aprendizado nesta trajetória de vida... Aos poucos a gente chega lá, nem que seja no derradeiro piscar de olhos!
Beijos e obrigada pelos seus sempre gentis comentários!!
Helô

Bruna Furtado disse...

Vovô, estou com saudade.
Amei a foto, muito perfeita.
Lindo o poema, mas descordo em alguns pontos.
"Se a vida é bela, é quando florescemos,
Não na velhice, que murchando estamos".
O murchar da velhice está na pele e não na alma.

Tenho novidades, estou estagiando.

Estou muito feliz, e quero conversasr com o senhor.

Te amo muitooo

beijo

;*

Valéria disse...

Adoro te ler, e sempre fascinante o que escreves!

Sonia Schmorantz disse...

Da vida só temos o presente, do passado só se guarda o que foi bom...
Muito bonito o que postas!
um abraço

Ira Buscacio disse...

Querido amigo Furtado,

Lindo e melancólico poema.

Não temos como parar a destruição do corpo, mas a mente...Ah, essa sim! Essa podemos rejuvenescer e devemos!
Só murchamos, quando paramos de buscar o prazer de viver.

Um beijo grande

ellen disse...

Bem descrito em modo de poema... e está lá tudo :)

beijinho para si

Jacqueline (Jackie) Hess disse...

As fases...
Adorei...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...