quinta-feira, 8 de outubro de 2009

O verme.

http://img.blogs.abril.com.br/1/tudoparaseupet/imagens/verme-do-coracao.gif
O VERME

Existe uma flor que encerra
Celeste orvalho e perfume.
Plantou-a em fecunda terra
Mão benéfica de um nume.

Um verme asqueroso e feio,
Gerado em lodo mortal,
Busca esta flor virginal
E vai dormir-lhe no seio.

Morde, sangra, rasga e mina,
Suga-lhe a vida e o alento;
A flor o calix inclina;
As folhas, leva-as o vento.

Depois nem resta o perfume
Nos ares da solidão...
Esta flor é o coração,
Aquele verme o ciúme.

Machado de Assis.
Do livro Falenas – (1870).

9 comentários:

Fatima disse...

Sabe tudo esse Machado!
Bjs.

Retalhos de Amor disse...

MACHADO DE ASSIS...
Colheita que embriaga!!!

Grata, Amigo...
Leitura riquíssima!!!

Beijos pra ti...
No coração!!!
Iza

Livinha disse...

Que coisa mais linda, profunda e verdadeira, prova disso, que já assistir tantas vezes... Sentimento egoista e quem o sente,
o sente por não acreditar em si mesmo...
Há ainda o que sente ciumes de amigos... por isto que certa vez escrevi em um poema meu, contrariando a Milton Nacimento dizendo em sua cançao, que amigo é coisa pra se guardar debaixo de 7 chaves, contrariei a questão, pois que amigo não é coisa, o que dirá pra ser guardada, se guardar fica esquecido, esquecido, jamais será lembrado, amigo é pra ser doado nesse mundo complicado...

Falei demais não Furtado?
Meu querido amigo, lindo fim de semana com feriado prolongado de poder curtir um pouco mais, os teus...Paz!
Bjs

Ana Martins disse...

Perfeito este poema!!!
O ciume doentio destrói tudo à sua volta!

Bela escolha, beijinhos,
Ana Martins

Clau Assi disse...

Ahhh!!!
O cipume esse bichinho qu enos mata!!!

Beijos ternurentos

clau Assi

Lucy disse...

Perfeito hein Furtado.
Nenhum coração por mais amor que sinta ñ suporta o ciúme doentio.

Sonia Schmorantz disse...

eca...vermes... Mas o poema clássico que escolheste, tão bem escrito, até faz esquecer a imagem! Ciúme é verme venenoso, mata todo o sentimento onde habita...
Um belo final de semana para ti
abraço

António Manuel disse...

Caro:
Furtado:

Fantastico!

Machado de Assis:

Depois nem resta o perfume
Nos ares da solidão...
Esta flor é o coração,
Aquele verme o ciúme.

*****

Obrigado Amigo, sempre no sèu melhor:

Tenha um otimo fim de semana

Antònìo Manuel

daufen bach. disse...

OLá ameu caro amigo!
que bela postagem. Machado realmente foi um gênio, um grande mestre da poesia, tanto nacional quanto internacional. uma honra para nós ter um brasileiro assim!

foste felicíssimo na postagem.

grande abraço a ti e tenha um lindo faianl de semana.

daufen bach.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...